História One Shot - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Overwatch
Personagens Genji, Mercy
Tags Genji, Genjixmercy, Mercy, Overwatch, Romance
Exibições 19
Palavras 915
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fic especialmente para NatZombie
Link : https://www.youtube.com/user/XGirlGameplay
Se inscreve para ver Lives e vídeos espetaculares dessa pessoa maravilhosa.
Twitch : https://www.twitch.tv/natzombie

Capítulo 1 - One Shot


Mercy estava sentada em cima de sua mesa branca flutuante estranhamente sem fichas, ela parecia sem clientes, sua mente tava vazia ela apenas brincava com seringa que estava em sua mão que logo colocara sobre a mesa e olhando fixamente para o retrato se cada membro da Overwatch, via os rostos do antigos e novos membros, quando viu alguém que lhe deu memórias do passado oculto de sua mente vasta de dores e sofrimentos de pessoas que passaram pelo seu escritório médico. O homem o qual teve sua juventude destruída pelo próprio irmão, aquele que segurou sua mão dizendo que ela era um colírio para seus olhos, que era seu anjo... Literalmente.

A crise Omnica deu uma tranquilizada para as pessoas indefesas de vários lugares do mundo, ela se divertia em sua mente pensativa, tirando as distrações do lado de fora, como os tiros vindo do campo de treinamento, pessoas falando coisas aleatórias, queria uma coisa para você tipo... HÉROIS NUNCA MORREM... Hello !!Ela queria salvar vidas novamente ... Esse é o único papel que ela tem nesse mundo vasto de violências e bandidos como aqueles dois idiotas, Junkrat e Roadhog destruindo tudo que vê na frente. Ela queria saber o que se passa na cabeça dessas pessoas, ela queria salva-los... Mas ela é médica não psicologa. Symmetra logo entrará na sala sem cumprimentar, normal, ela apenas colocava as sentinelas pois as sentinelas da sala da Mercy vinha vindo com falhas nos sistemas. Mercy sabia que era a Talos está por trás disse, resumindo aquela mulher Hacker desconhecida... Sombra. 

Symmetra olhará para Mercy e falará.

-- Eu não sou da Overwatch,não conheço você mas percebo em você dúvida... O que há Angela ?- Mercy olhou  para ela assustada, como ela adivinhou. -- É alguém que está mexendo com você ? -- Mercy encarou Symmetra e ficou segundos sem falar.

-- Como... Como você sabe ? Pensei que o povo da índia eram idiotas para perceber isso. -- Symmetra riu e olhou para Mercy e pegou algo entre a luz sólida que logo formará em uma ficha.

-- Tem alguém querendo consultar com você Dra. Angela. -- Ela deu a ficha para Mercy e deu meia volta e saiu da sala, Mercy sentiu algo no peito... Estranho não sentiria isso há muito tempo, logo abriu a ficha curiosa e logo sentiu um arrepio... Aquele homem novamente, tentará saber o nome dele... 

-- Genji ! -- Logo a porta abriu e Mercy tomara um susto mas que logo virou alegria, Genji Shimada aparece com a mão na cintura. -- Hann... Precisando de um médico ?
 

-- Especificando... você ? Dra. Angela -- Genji sentou na cadeira flutuante amarela a direita do balcão de Mercy. -- Então '' Mercy ''. -- Mercy pulou da cadeira com os equipamentos em mão.

-- Onde é a dor... Em uma escala de 1 a 10 quanto é a dor ? -- Genji riu e mencionou uma piada.

-- Você sempre istusiasmada para receber um cliente. -- Mercy sorriu e logo se aproximou de Genji colocou a mão em sua cintura. -- Ahn ! Vá com calma, tive uma luta com o Hanzo... Mas ta tudo com a gente não se preocupe -- Mercy bufou e mencionou Hanzo em sua lista negra.

-- Mesmo assim ele é um babaca. -- Genji fez um ar orgulhoso e Mercy continuou cuidando dos ferimentos de Genji com delicadesa, era apenas um erro nos sistemas cibernéticos do Genji, então Mercy falou.

-- Você sempre se metendo em encrenca, agora vá procurar Tobjorn por que essas coisa cibernéticas não é comigo, Genji se levantou e ficou de frente a Mercy.

-- Mas já... Dra. Angela. -- Genji alisou o cabelo rabo de cavalo espetado de Mercy, eram sedosos bem cuidado, Mercy logo corou.

-- Genji... O que você ta fazendo... Tobjorn está... - Genji colocou seu dedo na boca de Mercy.

-- Shh... Somente você cuida de mim. -- Genji colocou as mãos de Mercy atrás de seu capacete o abrindo Mercy corava cada vez mais. A pele de Genji estava enrugada mas isso não importava para Mercy, para ela não importava mais nada, Genji então aproximou seu lábio ao de Mercy e então Mercy se entegou á Genji e retribiu o beijo. Genji não satisfeito começou a ameaçar a tira rouba de Mercy que logo alguém abrirá a porta e Mercy apurrou Genji para a cadeira.

-- Olá... -- Winston apareceu estragando tudo -- O que está havendo aqui ? --

-- Nada não Winston, olha Winston eu fiz um monte de banana com aquele potinho lá seu, sei lá nome daquilo. -- Winston fez uma cara de chateado e encostou na porta.

-- Não quis atrapalhar os pombinhos. -- Winston riu e Mercy corou novamente mas muito.

-- Não tem nada disso. -- Mercy correu na direção de Winston mas troupeçou fechando a porta na cara dele. -- Mercy sentiu uma raiva sabendo como Winston é fofoqueiro. -- Genji vai ver Tobjorn. --

-- Mas Angela agora... -- 

-- Sai Genji ! -- Genji bufou e colocou a mascára novamente passando por Mercy e logo fechando a porta irritado. -- Merda ! -- Mercy se jogou na porta e deslizou até sentar no chão luminoso. Mercy encarou o quadro novamente. -- O que eu faço ? -- Mercy então se levantou e sentou em sua mesa pegando a ficha de Genji, olhando cada detalhe da ficha. -- Talvez não esteja errada sobre meus pensamentos. --


Notas Finais


Nat o que achou ?
Proxima Live


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...