História One Shots - Camren - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui, Personagens Originais
Tags Camilag!p, Camren, Camreng!p, Laureng!p
Exibições 854
Palavras 1.749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteeeei....

Espero que goz...gostem!!! Isso. Gostem!

Boa leitura! Desculpe qualquer erro!

😘❤

Capítulo 2 - Minha Papa - Final (Part. 2 "Hot")


Fanfic / Fanfiction One Shots - Camren - Capítulo 2 - Minha Papa - Final (Part. 2 "Hot")

   Camila Cabello

 Desde o dia do cinema, que foi a um mês e duas semanas atrás, ninguem sabia de nada, e nem precisava. Era tão bom ficar com ela. Ela é carinhosa, fofa, gostosa. Eu fiz dezesseis anos à alguns dias, e aprendi algumas coisas com minhas amigas da escola, sobre sexo, perdi um pouco da timidez quando estava com Lauren.

Nós não passamos de amassos. Eu quero fazer outras coisas com ela, mas, só quando estivermos no clima, quando eu senti que estou pronta.

21:32 A.M

Estávamos na sala, eu e Lauren, assistindo filme. Eu estava sentada entre suas pernas e ela me abraçava por trás.

Passou uma cena de sexo no filme, logo senti Lauren beijar meu pescoço.

- Ahh... Laur! - Eu parei de chamar ela de Papa. Até por que seria estranho.

Me levantei e sentei em seu colo, de frente pra ela. Botei minhas mãos em sua nuca e as dela foram pra minha bunda.

Chupei seu lábio inferior, puxei entre os dentes e ela apertou minha bunda, arfei no meio do beijo.

Suas mãos foram subindo e levando minha blusa. Levantei os braços e separei do beijo só pra tirar. Ela jogou em qualquer lugar.

Voltamos pro beijo, que não tinha nada de calmo, era intenso, rápido e cheio de desejo.

O ar fez falta e ela passou a beijar, morder, chupar, meu pescoço.

Suas mãos foram pros meus seios, onde ela massageava gostosamente e eu gemia em seu ouvido.

- Gostosa!

Ela desceu mais os beijos, tirou meu soutien e o jogou longe, ficou admirando meus seios por um tempo enquanto massageava.

Senti sua lingua no bico do meu seio direito.

- Hummm... - Mordi meu lábio inferior, sentindo ela chupar meu seio.

Ela deu um chupão mais forte e eu gemi mais alto. Mordeu de leve o bico e rodeou com a lingua. Foi pro outro seio e fez as mesmas coisas.

Minha calcinha ja estava completamente molhada. E eu sentia seu membro duro em baixo de mim.

Sua mão desceu até meu short, onde ela abriu e abaixou o zíper. Enfiou sua mão e começou a massagear meu sexo por cima da calcinha.

- Tão molhada.

- Humm...Laur!

Eu queria fazer uma coisa, então... me afastei dela e levantei. Ela me olhou confusa.

- O quê foi? te machuquei? - Eu rir de sua cara.

- Não, Lo. Eu quero tentar uma coisa. Posso? - Ela assentiu meio desconfiada.

- Senta aqui na beira. - Ela fez o que eu pedi e sentou na beira do sofá.

Fui até ela e abri um pouco sua perna, me ajoelhei ali e a beijei. Desci meus beijos pro seu pescoço, dei um chupão forte em seu ponto de pulso e ela arfou.

- Ahh, Camz!

Levei minhas mãos até o botão de sua calça e abri, abaixei o ziper e logo ela me ajudou a tirar sua calça.

Voltamos a nos beijar e levei minha mão timidamente até seu membro, fiz uma massagem por cima da boxer que ela usava.

- Me avisa se eu fizer errado?

- Tem certeza que quer fazer? - Perguntou acariciando meu rosto. Sorri e assenti. - Tabom.

Me deu um selinho e senti sua mão entre os filhos de cabelos, na minha nuca. Abaixei sua cueca e arregalei um pouco os olhos. Ele era grande, e grosso, branquinho da cabeça rosada.

Segurei a base com minha mão direita, e fiz uma vai e vem com a mão.

- Humm...

A vi prender o lábio entre os dentes e me olhar anciosa.

Respirei fundo e botei a cabeça em minha boca, onde chupei. Abaixei mais a cabeça, ele não entra todo em minha boca, botei até onde deu, quase me engasguei, mas so meus olhos que lacrimejaram um pouco. Comecei a chupar em um vai e vem so até aonde dava. Ele tinha o gosto dela. O gosto de sua pele.

- Isso... assim... Humm...- Lauren gemia rouco e gostosamente.

Chupei de baixo pra cima e quando tirei fez um som de sucção. Comecei a masturbar e olhei pra ela.

- To fazendo certo?

- Muito, muito certo. - Sorriu miliciosa.

Voltei a chupar seu pau mais rápido e chupava com mais força. Passei a lingua de baixo pra cima e passei a lingua na cabeça de seu pau.

- Humm... Eu vou...vou gozar, Camz. - Ela tentou tirar minha cabeça, mas eu continuei a chupando. Logo senti ela tremer e soltar três jatos de porra em minha boca. Eu chupei tudo sem deixar nenhuma gota. Tinha um gosto maravilhoso.

Me levantei e ela se levantou também, levou sua mão até meu short e o tirou. Me puxou pela cintura e ela colou nossos corpos. Começamos um beijo quente e veloz.

 

Fomos até seu quarto nos beijando, esbarramos em algumas coisas mas, conseguimos entrar no quarto.

    Lauren Jauregui

 A deitei calmamente na cama e fiquei por cima dela, entre suas pernas. Ainda nos beijando, levei minha mão até o cós de sua calcinha e fui tirando calmamente. Joguei a peça em algum lugar do chão.

Fui beijando cada parte de seu lindo e gostoso corpo. Fui deixando marcas por onde chupava, em seus seios, barriga...

Cheguei até sua intimidade, abri um pouco sua perna, sua boceta era rosada, sem pelos, minha boca salivou so de olhar. Assoprei sua intimidade...

- Humm... Lo, vai logo. - Gemeu manhosa.

- Calma, amor. Sem pressa.

Passei a lingua de cima a baixo e ela arqueou as costas gemendo baixo.

Chupei com vontade sua intimidade, Forcei minha lingua em sua entrada.

- Humm...

Chupei seu clitóris um pouco forte e mordisquei fraco. Abri seus lábios e passei minha lingua em cada canto de sua boceta. Suas unhas arranhavam meus ombros. Era uma dor prazerosa.

- Loo...Eu vouu.. Aahh...

Ela explodiu em um orgamos. Chupei tudo sem deixar nada. Ela tem um gosto deliciosamente gostoso.

Olhei pra ela, seu peito subia e descia um pouco rápido, seu corpo suado, algumas mechas de seu cabelo em seu rosto. Linda, gostosa, sexy!

Escalei seu corpo, beijando cada cantinho. Começamos um beijo lento, intenso.

Minha mão passeava por cada canto de seu corpo.

- Amor, eu quero tentar. - Sorri largo por ela ter me chamado de "amor".

- Me chamou de que? -Perguntei olhando em seus olhos e sorrindo. Ela sorriu e me deu um selinho.

- De Amor. - Dei vários selinhos nela e beijei sua testa. - Certeza que quer tentar?

Tirei uma mecha de seu rosto e beijei sua bochecha.

- Tenho.

A beijei delicadamente. Minha mão direita alisava seu corpo e a outra sustentava meu peso.

- Camisinha?

- Nãh...eu quero sentir você. Se consegui, só não goza dentro.

- Tabom. Ja volto.

Fui até a gaveta do criado-mundo e tirei de la um lubrificante.

Passei uma boa quantidade em meu membro. Me ajoelhei entre suas pernas, abri um pouco as mesmas. Passei lubrificante em sua entrada e em meus dedos

- Posso? - Ela mordeu o lábio e assentiu. Mas ela tava nervosa...

Escalei novamente seu corpo e a beijei.

- Calma, Camz. Você ta nervosa. - Beijei seu rosto e seu pescoço, afim de a destrair um pouco.

Estimulei seu clitóris e ela foi relaxando aos poucos. Fui descendo meus beijos pro seus seios. Chupei cada um e ainda massageava sua intimidade.

Forcei um dedo em sua entrada.

- Relaxa!

Ela ja estava mais relaxada, continuei forçando sua entrada com um dedo e chupava seu seio. Forcei mais até que ele entrou por inteiro. Botei mais um. Ai ela ja fez uma careta.

Beijei seu rosto, seu pescoço, fui até sua orelha e sussurrava pra ela relaxar, mordisquei o lóbulo de sua orelha e chupei. Forcei meus dedos em sua entrada e entrou os dois.

- Posso movimentar? - Ela assentiu de olhos fechados e com o lábio entre os dentes.

Comecei a movimentar meus dedos em sua entrada. Logo ela se acostumou.

- Humm... isso!!

Movimentei mais algumas vezes e logo ela gozou.

Me ajeitei entre suas pernas, passei mais um pouco de lubrificante no meu pau.

Me ajeitei em cima dela, Massageei sua boceta com a cabeça do meu pau. Posicionei em sua entrada.

Forcei um pouco e ela cravou a unha em minha pele.

- Caralho!!!

Forcei mais um pouco.

- Para!! ta doendo.

- Camz, relaxa. Assim nunca vai entrar.

- Ja olhou pro tamanho do seu pau?

Sorri e botei meu rosto na curva do seu pescoço.

- Posso tentar de novo?

- Pode.

Levantei minha cabeça e fiquei olhando pro seu rosto.

Forcei mais meu membro em sua entrada ela fez cara de dor, mas não pediu pra parar.

Senti seu hímen e forcei mais um pouco logo senti ele se rompendo. Vi uma lágrima sair de seus olhos. Limpei a mesma e beijei seus rosto. Comecei a beijar sua boca, seu pescoço, queixo, pra distrai-la.

Forcei mais e logo entrou todo. Esperei um momento até ela se acustumar com a dor.

...

- Pode ir...

Comecei a me movimentar lentamente dentro dela.

Ela era apertada e quente. Que boceta gostosa.

- Hummm...tão gostosa!!!

Ela arranhava minhas costas e eu tinha o rosto em seu pescoço.

Estoquei mais rápido, e forte.

- Hum... isso, Lo. Ahh

Estoquei forte e duro mais algumas vezes.

- Humm...ahhh...

Senti seu corpo tremer embaixo de mim. Ela iria hozar. Nem acredito que ela sentiu prazer, na primeira vez.

Logo ela goza e eu tiro meu pau de dentro dela. Começo a me masturbar rápido e logo gozo também.

Caí ao seu lado da cama. E ela se aconchega em mim.

- Vamos tomar um banho?

Ela assente mas nem se meche. Sorri e me levantei, fui até o benheiro e liguei a banheira. Voltei pro quarto e a peguei no colo. Dei banho nela e tomei banho também. Troquei as cochas da cama, vesti uma calcinha nela e uma camisa minha, ja que ela queria. Vesti uma boxer e uma camisa grande.

Deitei na cama e a puxei pra mim. Ficando de conchinha. Peguei o lençol e nos cobri. Beijei seus cabelos e a abracei mais forte.

- Te machuquei?

- Nãh, amor. Ta ardendo um pouco, mas eu to bem. - É tão bom quando ela me chama de amor! - Obrigada, por me fazer mulher, e me fazer me sentir especial. Eu te amo.

- Também te amo, princesa. Dorme bem. - Fiz carinho em seus cabelos e dormimos, com lindos sorrisos no rosto.


Notas Finais


É isso...

Comentem e favoritem se gostaram.

Depois posto outra One. Se quiserem, podem dar ideia de tema ou de como gostariam que eu fizesse.

Bjs 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...