História One star called Nashira - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Lílian Evans, Marlenne Mckinnon, Minerva Mcgonagall, Pedro Pettigrew, Personagens Originais, Remo Lupin, Severo Snape, Sirius Black, Tiago Potter
Tags Estrela, Harry Potter, James Potter, Marotos, Nashira
Exibições 59
Palavras 1.411
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Ficção Científica, Romance e Novela, Visual Novel

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá querido leitor.
Olha quem apareceu depois de quase uma década sem postar, sim a Mi apareceu, eu não morri gente \o/ kkk
Brincadeiras a parte, quero pedir desculpa por ter sumido por tanto tempo, eu estava com um bloqueio de criatividade muito grande, mas tentarei postar com mais frequência e como não terei aula sexta-feira postarei um capítulo novo.
Desculpa mesmo gente!
Obrigada a todos que acompanham a fic, saibam que a Tia Mi ama cada um de vocês ♥
Espero que gostem e que tenham uma boa leitura.
Beijos e abraços.

Capítulo 11 - Capítulo 11


Fanfic / Fanfiction One star called Nashira - Capítulo 11 - Capítulo 11

Pov. Na

Assim que chegamos em casa Vovó tratou de nos entupir de comidas, fomos os primeiros a chegar, minhas primas da Romênia chegaram mais tarde, bem como meus tios e meu primo Marco.

Uma coisa que eu não havia contado para ninguém com exceção da Marle é que esse meu primo Marco gosta de mim, e todas as vezes em que passamos o Natal juntos ele tenta alguma coisa, mas por sorte sou sempre salva pelo gongo.

– Suas primas e Marco chegaram daqui a pouco, eles conseguiram sair mais cedo hoje. - Falou vovó animada.

Comemos muito e depois ela foi nos mostrar nossos quartos, eu dividiria o meu com a Marle, e os Marotos dividiriam o quarto ao lado e assim sobrariam vários quartos para as visitas.

– Tomem um banho para esperarem as visitas.

E ao falar isso vovó saiu e foi para a cozinha fazer uma torta, fui tomar banho enquanto a Marle separava uma roupa para ela. Tomei um banho quente relativamente rápido, e coloquei uma calça preta, uma blusa de manga lilás e um moletom preto. Esperei Marle tomar banho e terminar de se arrumar e descemos, vovó estava conversando animada com James enquanto Sirius e Remus estavam jogando xadrez bruxo.

Marle se sentou ao lado de Sirius e ficou observando eles jogarem, enquanto eu fui saber o que vovó e James tanto conversavam.

– Quando ela era pequena costumava sair correndo pela casa toda com uma toalha amarrada no pescoço falando que voaria, porque ela não tinha uma vassoura, então tinha que dar o jeito dela. - Vovó falou.

– Vovó, para de contar essas coisas pro James. - Falei rindo.

Jay estava vermelho de tanto rir.

– Na, deixa ela contar. - Jay falou

Vovó começou a rir e nesse meio tempo alguns barulhos começaram a sair da lareira.

– Ah, eles estão chegando. - Vovó falou dando um pulinho.

Provavelmente deve ter sido minhas primas e Marcos que chegaram.

Bunică – Falou Susan.

– O que ela disse? - Jay perguntou.

– Vovó, ela costuma falar em romeno mesmo sabendo inglês. - Respondi.

Chamei os marotos e Marle para apresentar meus primos.

– Olá Susan. - Falei sorrindo.

Salut presa! – Ela respondeu sorrindo.

Jay me cutucou.

– Ela disse: olá prima. - Falei rindo.

– Susan, esta é Marle. - Falei apontando para Marle. - O moço ao lado dela é o Sirius Black, namorado de Marle. O outro é Remus Lupin e este é James Potter, meu namorado.

– Olá, prazer em conhecer vocês. - Ela falou sorrindo.

Susan é alta e tem cabelos loiros e olhos azuis, puxou a família do pai dela, e me ensinou a falar romeno, além de ser minha prima favorita.

Estelută! - Hanna falou.

– Hanna. - Respondi.

– Ela chamou a Nash de estrelinha. - Traduziu Susan.

Hanna é o oposto da irmã, é baixa e tem olhos castanhos e cabelo preto. O que Susan de simpatia, lealdade e sinceridade, Hanna tem falsidade e antipatia.

– Olá Nash. - Falou Juno.

– JUNO! - Falei ao vê-la.

Nos abraçamos, fazia um bom tempo que não via Juno, ela é igual a Susan, a única diferença é que Juno é 5 anos mais velha que Susan.

Juno cumprimentou o restante do pessoal, e foi conversar com a vovó.

Nashira bună, cât timp. Nu cred că a început datare. (Oi Nashira, quanto tempo. Não acredito que começou a namorar.) - Marcos falou.

Bună Mark, tu nu renunți? Sustem veri. (Oi Marcos, você não desiste? Somos primos.) - Respondi irritada.

Ce vina nu trebuie să-ți placă? (Que culpa eu tenho se gosto de você?) - Ele perguntou na maior cara de pau.

MARK! - Falou Juno repreendendo-o.

Todos ficaram nos encarando, e vovó nos chamou para comer alguma coisa na tentativa de amenizar o clima.

Nu-I strica. (Não estrage tudo.) - Falou Juno.

Bine. (O.K.) - Ele respondeu.

Jay me olhou confuso, assim como Marle, Sirius e Remus.

– Depois eu explico. - Respondi sorrindo.

Marcos é exatamente igual Hanna, não só na aparência mas também nas atitudes, além de ser muito metido.

Conversamos um pouco e vovó foi mostrar o quarto de cada um, enquanto eu fui com os marotos e Marle sentar no quintal.

– O que foi que aconteceu lá dentro? - Perguntou Marle.

Suspirei bem fundo antes de responder e deitei no colo do Jay.

– Meu primo gosta de mim, pelo menos é o que disse lá dentro e ainda teve a capacidade de falar que não acredita que estamos namorando, e Juno detesta isso, por isso gritou.

– Então seu primo estava dando em cima de você na minha frente em uma língua que eu não entendo? - Jay perguntou irritado.

– Sim Jay. - Respondi cansada.

– Ele está achando que vai ficar por isso mesmo? - Jay perguntou vermelho de raiva.

– Vai Prongs. - Falou Remus.

– Ah, mas não vai mesmo Moony.

– Prongs, você vai falar o que pro cara se ele começar a te xingar em romeno? - Sirius perguntou.

– Eu não vou xingar, vou azarar ele. - Jay falou.

– Jay, por mais que eu ache que ele mereça ser azarado, não vale a pena. - Falou Marle. - O que você acha Nash?

– Amor, por mais que eu ache que você devesse azarar o Mark, como ficaria minha avó? Esquece isso Jay, ignora ele assim como eu sempre faço. - Falei olhando para ele.

– Ta bom ruivinha. - Ele falou e me deu um beijo na testa. - Mas se ele tentar qualquer coisa eu juro que azaro ele.

– Eu deixarei Jay. - Falei sorrindo.

– Pelo menos você ele escuta. - Remus falou rindo.

– Graças a Merlin né. - Falei rindo.

– Nashira, seu pai chegou! - Hanna falou da porta.

– Obrigada por avisar Hanna. - Falei sorrindo.

– Gostei dela. - Falou Remus.

– Não gostou não, gostou da Juno ou da Susan, mas da Hanna com certeza não. - Respondi.

– Porque não? - Ele perguntou.

– Ela não é o que parece Remus, ela é pior que o Mark quando quer.

Remus me olhou desconfiado, dei de ombros e me levantei, Jay pegou minha mão e entrelaçou nossos dedos e fomos até a sala onde meu pai estava.

– Pai! - Falei sorrindo indo abraçá-lo.

– Oi filha! - Ele retribuiu o abraço. - Vejo que James realmente veio.

– Olá Sr. Eddie. - Jay falou.

– Olá James, por favor, sem senhor. - Meu pai falou animado.

– O.k.

– Tio, não acredito que deixou sua filha começar a namorar. - Provocou Marcos.

Meu pai nunca gostou muito de Marcos, mas sempre fingiu muito bem.

– Deixei, James é um excelente rapaz. - Meu pai respondeu sério. - E acho que está na hora de você arrumar uma namorada Marcos.

– Ah querido tio, sabe tão bem quanto qualquer um nesta sala que a única pessoa que me interessa…

– Marcos, acho melhor parar de dar em cima da minha namorada, caso contrário não respondo pelos meus atos. - James falou irritado.

Segurei seu braço, e Marcos deu uma risadinha debochada o que deixou James mais irritado ainda.

– Veja bem tio, deixou sua filha namorar com um rapaz agressivo.

– Marcos. - Meu pai falou sério e irritado. - Acho que está na hora de você calar essa boca, porque pode ser que volte antes do natal para casa ou pode ser também que faça uma visita a Azkaban.

Marcos arregalou os olhos e abaixou a cabeça, Juno parecia que ia explodir bem como Susan, Hanna ria baixinho da situação e a vovó não gostou nada daquilo.

– Marcos, todos os anos você passa o natal conosco e espero que se comporte e respeite o James, pois ele é o NAMORADO da SUA PRIMA, entendeu bem? - Vovó falou.

– Sim senhora. - Ele respondeu e saiu.

– Desculpa por isso Dona Ella. - James falou triste.

– Não precisa se desculpar querido, eu achei foi bom você ter falado aquilo para ele, pois só assim pude ver que você é o rapaz certo para minha neta. - Vovó falou sorrindo.

– Mesmo? - Jay perguntou animado.

– Claro, se você não fizesse nada iria achar que não gosta dela. - Vovó falou e saiu.

– Da próxima vez James, azara logo ele. - Juno falou rindo.

– Sua prima não deixou. - Jay falou rindo.

– Nash, se o James não azarar, eu azaro. - Juno falou e saiu.

– Isso porque é irmão dela. - Falei rindo.

– Prongs com ciúme vai ficar para a história. - Falou Six rindo.

Começamos a rir, e meu pai tirou um sarrinho do James também o que nos fez rir mais ainda.


Notas Finais


Olá caro leitor, espero que tenha gostado do capítulo.
Não esqueça de deixar seu comentário, aceito criticas (desde que críticas construtivas que venham contribuir com a fic).
Obs.: Não escrevo para fantasmas.
Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...