História One unlikely love - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Divergente
Personagens Albert (Al), Andrew Prior, Beatrice "Tris" Prior, Caleb Prior, Christina, Eric, Ezekiel "Zeke" Pedrad, Marcus Eaton, Natalie Prior, Peter, Shauna, Tobias "Quatro" Eaton, Uriah, Will
Tags Beatrice, Divergente, Fourtris, Tobias
Exibições 182
Palavras 1.942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente me perdoe. Vocês devem está querendo me mata ne? 😁. Sorry.

Tenho uma noticia não muito boa. Talvez eu volte a posta só mês que vem. Mas eu vou tenta posta antes. Mas nao é garantido.

Espero que vocês gostem😍😍
Boa leitura🍃🍃🍃😍

Capítulo 10 - Provocações. Parte ll


Fanfic / Fanfiction One unlikely love - Capítulo 10 - Provocações. Parte ll

    TRIS


          Depois que deixei Tobias mais uma vez sozinho com o seu grande problema. _Se é que vocês me entende_. Fui no banheiro, porque nao era só ele que estava quente, eu precisava me acalmar antes de descer e da de cara com o Zeke. Confesso que quando ele colocou minha mao dentro da cueca dele, eu me assustei um pouco. Eu imaginava que era grande, mas nao tanto. Mesmo nao vendo ele, porque eu nao tirei a cueca, deu pra perceber que o seu comprimento era grande. Grande, quente e grosso. Tive que me controlar para só continuar a tortura com as maos. Nossa nao quero nem pensar no estrago que ele pode fazer com aquilo. Mentira quero sim. E tenho certeza que vou adorar. Ta mas chega de banca a tarada por sexo. 
           

 Quando estava saindo do banheiro ouvi alguem bater na porta. 


           - Tris? - E o Zeke. Ótimo já tenho uma desculpa pra dar. - Você está ai?
       - Zeke...  Eu nao estou conseguindo abri a porta. Acho que emperrou quando eu entrei. - digo como se estivesse desesperada. Ai como eu me amo!
           - Calma ai que eu vou busca a outra chave.  
        - Zeke eu acho que não vai adianta não. Porque eu estou tentando abri com a chave aqui, e não da jeito. 
      - Ta, então se afasta que eu vou te que derruba a porta. - É claro que a porta esta sim abrindo, mas eu quero ver a cara do Tobias quando ver que por causa da minha mentira sua porta foi derrubada. Me Afasto e Zeke chuta a porta derrubando a mesma.  - Você está bem Tris?
      - Estou. Que bom que você apareceu. Eu chamei, chamei e ninguém escutou.
      - Uê, mas o Tobias subio pra te procura. Onde ele esta?
     - Ali ele. - Aponto pra porta do quarto, por onde o mesmo passa. 
       - O que está acontecendo aqui? O que vocês fizeram com a minha porta? - Pergunta olhando de mim para Zeke
       - Ah mano foi mal, é que a Tris estava presa dentro do banheiro, a porta estava emperrada.                                        ​- Ah, ela estava presa no banheiro? - Ele pergunta olhando diretamente pra mim, com os olhos semicerrados.                                                                                   - Ela disse que ficou nos chamando a um tempão, só que ninguém aparecia, ai eu percebi que vocês estavam demorando e subi pra procura vocês. E a encontrei trancada aqui. A propósito onde você estava? Você não falou que ia fim ver onde ela estava?

- Eu estava tomando banho. - Ele continua olhando pra mim. - e sério que tinha que arranca a porta?

  - Me desculpe Tobias. Eu não sei o que aconteceu. Quando eu fui abri a porta ela não abria de jeito nenhum. Até pensei em liga pra você, só que o meu telefone ficou lá na sala. Eu chamei e ninguém apareceu. A minha sorte foi que o Zeke apareceu. Me perdoa mesmo. Se você quiser eu pago o conserto. - Digo fazendo a minha melhor cara de santa. O telefone de zeke toca. 
             - Calma ai gente. É a Shauna. - Diz e atende o telefone. 

Não presto atenção no que ele está falando com a namorada, pois estou olhando para Tobias que continua me encarando como se não acredita- se no que eu estou fazendo. Dou um sorriso para ele, e ele respira fundo e balança a cabeça de um lado para o outro em negação. Ai como eu adoro provocar ele. Tobias deve esta querendo me mata. Mas isso é pra ele aprende a não me provoca mais, só quem pode fazer isso sou eu. 

- Tobias a Shau falou que está vindo pra cá. - Diz depois de desligar o celular. - Agora vamos descer que eu parei no meio de um jogo, e acho que dessa vez eu ganho. 

Zeke sai na frente deixando eu e Tobias atrás. Ele me olha mais uma vez e passa na minha frente também. Quando estamos descendo a escada, aperto a bunda de Tobias que toma um susto. Ele olha pra trás com uma cara nada boa e eu Sorrio e mando um beijo. Já em baixo, Zeke se joga no sofá e pega o controle de novo. Tobias se senta no outro sofá e quando ver que eu estou indo me senta do seu lado se levanta. 

- Gente acho que vou fazer alguma coisa pra gente comer. - Fala já indo pra cozinha. Eu como uma boa pessoa que sou, não ia deixa ele fazer as coisas sozinho. Então me ofereço.

- Tobias eu te ajudo. 

- Não precisa. Pode fica ai. - Ele está tentando ficar o mais longe de mim. Amo isso.

- É claro que precisa. É o mínimo que eu poderia fazer depois que o Zeke derrubou a sua porta por minha causa. - Ele não fala mais  nada e vai pra cozinha. O sigo. 

- É sério mesmo Tris? - Pergunta quando chegamos na cozinha. 

- É sério o que?

- Você não acha que já passou dos limites não. Tinha que tira minha porta também? Qual vai ser o próximo? Vai quebra a minha casa também? Vai me atropela? Arranca uma parte do meu corpo? - Nossa como ele é exagerado. Mas até que ele está me dando umas idéias bem legais. 

- Olha não me da idéias não. - Digo sorrindo. - Mas Tobias pensa comigo. Isso até que foi bom já que eu tinha que arruma uma desculpa pela a nossa demora. Você tinha a sua. Você falou que estava tomando banho. E falando nisso que feio Tobias. Agora você vai ficar mentindo. ?

- Eu não estava mentindo, eu estava tomando banho mesmo. 

- E por que você estava tomando banho em?. - Falo chegando perto dele. Coloco as mãos em seu peitoral.  - E por que você não me chamou? Ia adorar tomar um banho bem gostoso  com você. 

- Você sabe muito bem porque eu tive que toma banho - Responde tirando minhas mãos dele e se afastando. - Eu você só pode ser maluca. Acha mesmo que depois daquilo eu ia mesmo te chama pra toma banho comigo. Sonha querida. Se você quer me provocar, pode provocar. Vamos ver até onde você aguenta.- Ele se vira e começa a pega as coisas pra fazer uma macarronada. 

Eu entendi errado ou ele esta me desafiando.? Ah! Mas se ele estiver fazendo isso, ele vai se arrepender muito.

--

Tobias ficou responsável por fazer a comida e eu de lava as coisas que ele ia sujando. Estava lavando a louca tranquilamente quando sinto algo me prensa na pia. Algo não alguem. Acabo soltando um gemido e olho pra trás, encontrando um Tobias que esta pegando algo no armário acima da minha cabeça. O mais engraçado é que ele está agindo como se não estivesse fazendo nada. Safado!

Como eu não sou boba de perde uma oportunidade, aproveito que ele ainda está me prensando e rebolo. Tobias solta um suspiro e se afasta rapidamente. Ninguém mandou vim aqui mexer com quem estava quieta.

Poxa eu estava aqui lavando a minha louça, sem fazer mal a nenhuma pessoa, ai ele sai lá não sei da onde só pra fica mexendo comigo. Ai depois quer fala que eu que provoco. Vocês estão vendo o que eu sofro?

Depois de lava, seca e deixa as louças pra ele guarda, até porque eu não conheço a casa dele. Por enquanto!. Eu me sento na bancada e fico olhando ele termina de fazer a comida.  Ele é tão lindo! Ainda sabe cozinhar. Bom é o que parecer, vamos ver o sabor.

- Você tem certeza que vai fica ai me olhando. - Pregunta me tirando dos meus devaneios.

- Por que não pode olha? Que eu saiba o que é bonito é para ser observado. E eu posso te garantir que você é lindo. - Falo sem pensar a última parte e percebo que ele da um lindo sorriso de canto e balança a cabeça em negação. Ta acho que falei demais. Mas acho que se fosse pra olha esse sorriso eu falaria isso sempre.

- Ta Tris isso já esta ficando meio chato. Da pra para de fica me encarando. 

- Ai como você é chato. - Falou emburrada.

- Chato nada. Se você não tem nada pra fazer, vai arrumar a mesa. - Diz e aponta pra mesa.

- Ai não, prefiro ficar aqui te admirando. - Ele revira os olhos quando fala. Tomamos um susto quando uma pessoa entra gritando na cozinha. Como não escutamos ela chega?

- Oii meu povo. Cheguei. - Shauna entra gritando.

- Meu Deus mulher, como não ouvi você chegar Quer me mata de susto? - Pergunto com a mão no coração.

- Bom querida, você não me ouviu chegando porque está ai babando em cima do Tobias enquanto ele cozinha. E se o Tobias não me ouvi é porque está gostando de ser babado por você. - Shauna fala e pisca na nossa direção. 

- Shauna, não começa. Aproveita que você chegou e ajuda a Beatrice a arrumar a mesa. - Tobias fala. Por que ele me chamou de Beatrice se até agora era Tris?

- Nossa gente, eu acabei de chega e já vou trabalha? - Pergunta indignada. 

- Eu já falei que não vou arruma nada, prefiro ficar aqui. 

- Da pra vocês duas irem logo?. - Tobias fala de novo. Ele acha que manda? Quando penso em abri minha boca pra debate com ele, Shauna me interrompe.

- Vamos logo Tris, antes que esse ai tenha um ataque.

- Você me paga. - Falei baixo só para Tobias ouvir, já que a Shau foi pega os pratos no armário.

- Estou morrendo de medo. - Ele zomba rindo. Cretino!

Mesmo com os meus protestos arrumo a mesa. Logo em segunda, Tobias chega com uma travessa de macarrão, e coloca em cima da mesa.

Coloco a primeira garfada com macarrão na boca, quase solto um gemido de satisfação de tão deliciosa que a comida está. Quando levanto meus olhos, todos estão olhando pra mim como se estivesse esperando alguma coisa. 

- O que foi? - Pergunto 

- Nada. - Tobias responde rindo e todos sorriem. 

Todos nos voltamos a comer e a conversar. A muito tempo eu não me sentia tão bem assim com novas pessoas.

Shauna é um amor de pessoa. Sempre atenciosa. Ta que fez algumas gracinha, como quando ela perguntou se o que estávamos tendo ali era um encontro de casal, e depois ficou falando disso toda hora. E esse comentário fez tanto eu como o Tobias ficar sem graça. Sei que eu não deveria, até porque eu fui ali pra provocar ele, mas não teve como.

Zeke é o palhaço assim como o irmão dele. A todo momento ele estava zoando o Tobias. Que por sinal só faltou levanta e bate no Zeke.

O Tobias. Ah! O Tobias é perfeito.  O sorriso dele tímido, os olhos, tudo é perfeito nele. Nossa agora eu falei como uma menininha apaixonada.  Bom, mas eu morria de rir com eles. 

Shau lavou a louça, enquanto Zeke que secava dessa vez. E eu e Tobias ficamos sentados no balcão da cozinha conversando com eles.

Como já tinha marcado com a Shauna de sair, avisamos os meninos que séria na sexta. Tobias até tentou fala que não queria ir. Mas não adiantou nada, pois nos três falamos que ele ia nem que fosse amarrado, e ele teve que acaba concordando. Ficamos conversando por mais um tempo, até que cada um foi pra sua casa, assim como eu. 
 


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado. 🍃 😊
O próximo já vai ser quando eles vão sair na sexta, e vai ter mais algumas provocações, e um momento Fofura de FourTris. Chega de fala. 😜

Então, ate mês que vem. 😍💞
Bjs Bjs😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...