História One Way Or Another - Capítulo 49


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags One Direction
Exibições 43
Palavras 2.547
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tradução:Meu maninho
Boa leitura ❤
Me perdoem pela demora 💔

Capítulo 49 - My little brother


Fanfic / Fanfiction One Way Or Another - Capítulo 49 - My little brother


~Harry

  Estava preocupado com Em, ela não voltou mais pra casa desde ontem.

  Liguei para Niall, umas mil vezes e ele não atendeu. Já estava me desesperando. Então resolvi tomar banho e voltar para a casa de Niall, só assim eu podia esperar ela lá junto com ele.

  Tomei banho, me vesti, passei perfume, arrumei o cabelo e fui para o apartamento de Niall. Quando desci do carro e estava entrando, vi algo brilhando na calçada, era um anel.

  Me abaixei e apanhei o anel. Analisei ele por alguns míseros segundos e percebi que era o anel que eu dei para Em.

  Subi correndo e entrei no apartamento do Niall, desesperado.

  — Niall! Niall! – Corri pelo apartamento. – Niall James Horan!!!

  — O quê??? – Ele estava na cozinha, ainda arrumando tudo.

  — Emilayne!

  — Legal, o quê tem ela? – Ele me olhou.

  — Ela desapareceu – Fiquei andando de um lado para o outro.

  — Ela o quê? Como assim? – Ele franziu o cenho.

  — Liguei no celular dela, quem atendeu foi Jade. Ela disse que Em saiu ontem de tarde de lá da casa do Liam e não voltou mais!! E agora eu encontrei o anel que dei a ela na calçada daqui!! – Parei de andar e olhei para ele.

  — Não acredito! – Ele balançou a cabeça. – Desculpa.. Eu preciso sair.

  — Não! Você não precisa! Niall, por favor – Respirei fundo.

  — Espere aqui, não irei demorar muito – Ele falou indo para a sala.

  — Niall! Niall, volta aqui! – Fui atrás dele. – Emilayne sumiu e você vai sair??

  — Eu prometo que vai ser rápido – Ele me olhou nos olhos e saiu.

  — Droga! – Revirei os olhos e me sentei no sofá. O que me restava fazer agora, é esperar.

~Niall

  Sai de lá correndo e peguei um táxi. Eu já sabia onde Em poderia estar e eu estou torcendo para estar errado, porque Harry vai ficar muito bravo com ela, não quero nem pensar.

  Cheguei na casa do Zayn. Paguei o táxi e sai do carro. Eu entrei no prédio e assim que cheguei na porta do apartamento, ela se abriu e Zayn saia de lá.

  — Niall? – Ele franziu o cenho.

  — Zayn? O quê está fazendo aqui?

  — Eu que deveria perguntar isso..

  — Ah, desculpe. Em está ai? – Tentei olhar para dentro do apartamento, mas ele encostou a porta.

  — Sim, mas ela não quer ver ninguém – Ele me olhou feio.

  — Por favor, prometo ser rápido. Somos muito amigos.. Preciso falar com ela

  — Tudo bem, rápido – Ele abriu a porta e eu entrei.

  — Em!! Que bom que está bem – Sorri.

  — Niall – Ela se levantou e me abraçou.

  — Ei, está tudo bem? Que voz de choro.. – Segurei o rosto dela.

  — Você.. Não sabe? – Zayn entrou e ficou nos olhando.

  — Não.. Era pra saber? – Franzi o cenho.

  — Sim.. Eu acho..

  — O quê houve? – Olhei apreensivo para ela.

  — Harry.. Ficou com a Katherine..

  — O quê?! Como?!

  — Eu fui lá ontem à tarde, entrei no meu quarto e vi os dois.. Praticamente pelados.. Eles estavam dormindo, parecia ter acabado de ..

  — Já entendi.. – Abracei ela. – Acha mesmo que isso aconteceu? Vocês tem que conversar..

  — Não, eu não quero – Ela se sentou no sofá de novo. – Já sofri demais..

  — Ele não se lembra de nada.. – Me sentei do lado dela.

  — Então, ele sabe que fez algo errado – Ela cruzou os braços.

  — Ele está preocupado com você

  — Não sei porquê. Ele não quer a Katherine? Então, ele que fique com ela

  — Sei que está mal.. Mas, por favor, vocês tem que conversa. Se não quer faze por vocês, faz por mim – Olhei pra ela.

  — Niall, eu não quero chorar por ele de novo, passei o dia inteiro chorando e não quero isso de novo, entenda.. Por favor – Ela abaixou a cabeça.

  — Eu entendo.. Só acho que, vocês deviam conversar ..

  — Tudo bem.. Eu falo com ele, por você – Ela olhou pra mim.

  — Que bom – Sorri. – Vamos?

  — Agora? – Ela franziu o cenho.

  — É.. Se vocês não se resolverem, te trago de volta – Olhei para Zayn. – Já que se sente melhor aqui..

  — Tá – Ela se levantou e sorriu.

  — Lava esse rostinho e sorri, não gosto de te ver assim – Me levantei e abracei ela.

  — Tá, volto já – Ela retribuiu e saiu.

  — Não vê o quê está fazendo? Está levando ela para o sofrimento – Zayn me encarava.

  — Não, eu estou levando ela até a minha casa – Sorri disfarçadamente.

  — Niall, ela já sofreu demais por causa dele. Deixe ela em paz – Ele falava sério.

  — Eu estou tentando deixá-la feliz. Harry a faz feliz. Já que você vai deixar ela aqui, triste, eu vou fazer algo para isso não acontecer

  — Não está vendo que seu amigo está errado? Ele se deitou com outra, sendo noivo dela, e você quer levá-la até ele? Ótimo jeito de deixar ela feliz! – Ele bateu palmas sarcasticamente.

  — Não seja idiota! Sabe que Harry nunca faria isso. Você o conhece tanto quanto eu – Fiquei sério.

  — Conhecia. Já não reconheço o cara que eu dividia palco

  — "Cara que eu dividia palco", é assim que nos chama agora? Antes, nos chamava de "amigos" – Cruzei os braços.

  — A questão não é essa, a questão é a Emilayne

  — Meu nome? – Em se pendurou em mim.

  — Não é nada. Vamos? – Olhei pra ela.

  — É né.. – Saímos de lá.

  Pegamos um táxi e voltamos para a minha casa. Percebi que ela estava nervosa, então segurei sua mão e entrei com ela.

  — Olha quem eu trouxe! – Sorri.

  — Em!! – Harry se levantou num pulo. – Estava preocupado, onde estava? Está bem?

  — Hã.. Ela tá bem, sim – Em revirava os olhos.

  — O quê foi? Por quê está assim? – Ele franziu o cenho.

  — Niall, por favor.. – Ela suspirou e cruzou os braços.

  — Harry.. Você não está com a barra muito limpa agora..

  — O quê? – Ele parecia confuso.

  — Ai meu Deus!! – Em suspirou de novo.

  — Vou deixar vocês conversarem. Qualquer coisa, grite – Olhei para Em e sai da sala, os deixando a sós.

~Harry

  — Ei.. Onde esteve? – Me aproximei dela.

  — Não te interessa – Ela falou séria.

  — Por quê está falando assim?

  — Me poupe, se poupe, nos poupe – Ela respirou fundo. Parecia não suportar falar comigo.

— Que  bom que está bem, fiquei preocupado – Abracei ela, mas ela logo me empurrou.

  — Uhum.. – Ela falou desinteressada.

  — O quê foi? Por quê está tão fria? Sabia que deixou seu anel para trás? – Peguei o anel e mostrei a ela.

  — Ah, desculpe. Vou colocá-la no lugar dela – Ela pegou o anel, olhou para ele por alguns segundos e jogou no chão.

  — Em..

  — Ops! – Ela pisou encima, sem dó.

  — Por quê? O quê está acontecendo?

  — Não sei, Harry! – Os olhos dela começou a ficar marejados. – Pergunta pra Katherine!

  — Quê? Katherine? – Franzi o cenho.

  — Eu não acredito que você vai ter a cara-de-pau de me fazer falar o quê aconteceu – A voz dela já estava mudando.

  — Em, eu não sei do quê você está falando..

  — VOCÊ E A KATHERINE TRANSANDO NA MINHA CAMA, ESTÁ BOM PRA VOCÊ AGORA?! – Ela gritou com voz de choro.

  — Eu não transei com a Katherine! Do quê está falando?!

  — Eu nunca.. Me senti tão horrível – As lágrimas começaram a sair dos olhos delas e deslizar pela bochecha.

  — Ei, meu amor.. Eu não fiz nada com ela, eu juro – Abracei ela forte.

  — Sai! Me solta! – Ela se debateu e eu a soltei. – Você perdeu o direito de me tocar

  — Acredita em mim!

  — Eu vi, Harry! Ninguém me disse, eu vi com os meus próprios olhos – Ela falava enquanto chorava. – Eu tive a infelicidade de ver a cena nojenta de vocês dois na cama.

  — Nós não fizemos nada. Tá legal, eu estava bêbado.. Mas, eu sei que eu não fiz nada com ela, eu nunca faria isso – Olhei ela apreensivo.

  — Como tem coragem de mentir na minha cara? Pelo menos seja homem o suficiente e assuma o quê fez – Ela continuava chorando.

  — Bate na minha cara, me espanca, me chuta.. Mas, não chora.. Acredita em mim – Eu segurei o rosto dela. – Bate em mim. Você e eu sabemos que eu jamais faria isso

  — Não foi o quê pareceu – Ela se afastou de mim.

  — Me bate, assim eu te provo. Tira toda a sua raiva, batendo em mim

  — Você não vai querer que isso aconteça – Ela respirou fundo.

  — Vai, bate

  — Isso não vai melhorar... – Senti o lado direito do meu rosto arder. Ela me bateu – Isso, é por eu te amar. E isso – Senti o lado esquerdo do meu rosto arder também. – Por me fazer sofrer tanto.

  — Eu mereço.. – Abaixei a cabeça. – Me desculpa por tudo que já te fiz passar.. Mas, eu juro que eu nunca te trai.

  — PARA! PARA DE MENTIR – Ela gritou chorando.

  — Eu não tô mentindo! – Uma lágrima escorreu pela minha bochecha. – EU AMO VOCÊ, NUNCA IRIA TE TRAIR.

  — Eu não aguento mais.. – Ela limpou o rosto. – NIALL!!

  — Por favor.. Fica, me ouve.. Eu preciso de você – Me ajoelhei. – Me perdoa por tudo, mas eu não vou pedir perdão por uma coisa que eu não fiz.

  — Eu não quero saber – Ela olhava pra frente.

  — Me chamou..? – Niall chegou na sala.

  — Me leva, por favor – Ela abriu a porta.

  — Tá.. – Ele saiu junto com ela, me deixando lá.

~Emilayne

  — O quê houve..? – Niall perguntou, enquanto esperávamos um táxi.

  — Ele me traiu, Nini..

  — Oh.. Eu.. Lamento – Ele me abraçou. – Vai ficar tudo bem, linda.

  Ouvimos um carro parar e buzinar. Nós olhamos para ver quem era.

  — O quê estão fazendo ai?? – Era Louis.

  — Esperando um táxi – Niall disse.

  — Eu levo vocês – Louis sorriu.

  — Valeu. Vamos Em – Nós entramos no carro, eu sentei no banco do passageiro e Niall sentou atrás.

  — Vocês estão bem? Estão com uma cara.. – Louis nos olhou.

  — Sim – Falei.

  — Não – Niall falou ao mesmo tempo que eu.

  — Tá bem. Me digam o quê houve – Ele desligou o carro.

  — Harry.. – Começou Niall.

  — Nada! – Olhei para Niall e depois para frente.

  — O quê foi? O quê Harry fez? – Louis olhou para trás para ver Niall.

  — Ele traiu a Em..

  — O Harry o quê? – Louis olhou pra mim.

  — Nada.. Por favor, vamos embora

  — Como nada Em?? – Ele abriu a porta do carro.

  — Louis, vamos.. Ou eu pego um táxi – Encarei ele.

  — Isso não vai ficar assim. Eu avisei pra ele não te machucar de novo, já não basta tudo o quê ele fez antes e agora isso? – Louis saiu no carro e foi para a calçada, estava pronto para entrar no prédio.

  — Louis! – Desci do carro e segurei o braço dele. – Por favor

  — Em, eu preciso dar um jeito nele – Ele me olhou.

  — Eu já falei com ele.. Niall me trouxe pra isso, e ele nega. Por favor.. Vamos – Umas lágrimas escorreram pelas minhas bochechas. – Eu não quero mais falar sobre isso..

  — Ei ei.. Não chora – Ele me abraçou.

  — Por favor Louis – Retribui.

  — Ninguém machuca a minha maninha. Desculpa – Ele entrou correndo no prédio.

  — Niall!! Vamos!! – Falei.

  — Melhor irmos atrás dele – Niall chegou perto de mim.

  Corremos e fomos para o apartamento de Niall, quando chegamos lá, ele estava entrando.

  — HARRY! – Ele entrou no apartamento.

  — Louis, calma – Niall disse entrando junto comigo.

  — Emi! – Harry olhou pra mim com os olhos vermelhos.

  — EMI? AGORA É EMI, NÉ? NA HORA DE TRANSAR COM OUTRA, VOCÊ NÃO LEMBROU DA "EMI" – Louis gritou nervoso.

  — Do quê está falando?? Tá louco? – Harry levantou.

  — Não, eu não estou louco. Mas, você sim – Louis encarou Harry.

  — Vocês acham mesmo que eu fiquei com a Katherine? – Ele olhou para todos nós com lágrimas nos olhos.

  — Sim – Louis disse e eu e Niall assentimos.

  — EU. NÃO. FIQUEI. COM. ELA – Uma lágrima caiu do olho dele e ele rapidamente limpou.

  — Vamos.. Em – Niall disse.

  — SE VOCÊ TÁ ACHANDO QUE DIZER QUE NÃO ROLOU NADA, VAI MELHORAR A SUA SITUAÇÃO, ESTÁ MUITO ENGANADO – Louis gritou.

  — PARA DE GRITAR, TÁ LEGAL? – Harry gritou.

  — Parem!! – Me meti entre eles. Chorando, pra variar. – Vamos Louis, por favor.. Vamos.

  — Agradeça à ela – Ele se virou e saiu.

  — Emi.. Acredita em mim – Ele me puxou e me abraçou. – Eu nunca faria isso com você..

  — Harry.. – Falei ali.. Chorando.. Não queria sair dali. – Me larga – Me soltei e sai de lá.

  Fomos para o carro, Louis estava nervoso e não disse uma palavra.

  — Vocês estão bem? – Niall disse nos olhando.

  — Sim – Louis disse ligando o carro.

  — Sim.. – Falei.

  — Para onde vamos? – Louis olhou pra mim e depois pra Niall.

  — Casa do Zayn..– Disse Niall.

  — Zayn? O quê? – Louis franziu o cenho.

  — Em estava lá.. Prometi que a levaria de volta – Niall falou. – Se ela se sente bem com ele, então..

  — Prometeu? Em, prefiro que venha comigo – Ele me olhou.

  — Louis, deixa ela com Zayn. Nós resolvemos isso e depois pegamos ela, está bem? – Niall disse.

  — Tá bem – Louis ligou o carro.

  Fomos o caminho inteiro em silêncio. Quando finalmente chegamos na casa de Zayn, o silêncio se quebrou.

  — Tchau.. E fica bem, maninha. Se precisar, me chame – Louis disse e beijou minha testa.

  — Tá certo – Sorri.

  — Pode contar comigo também e tente não pensar nisso – Niall disse e sorriu.

  — Vou sim – Sorri e desci do carro.

  Entrei no prédio, e depois no no apartamento do Zayn. Me sentei no sofá e respirei fundo.

  — Nossa! Que susto – Ele parou de frente para mim.

  — Estou tão horrível assim? – Sorri.

  — Não, não foi isso o que eu quis dizer – Ele me levantou e me abraçou.

  — Tá bem – Sorri e retribui.

  — Você tá bem? – Ele me olhou por um segundo e sorriu.

  — Vou ficar.. – Sorri.


Notas Finais


Espero que tenham gostado 💙
Não estava nos meus planos fazer um capítulo tão grande.. Mas, tá ai 😅
Até a próxima ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...