História One way or another - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias After, Harry Styles, One Direction
Tags Drama, Novela, Romance
Visualizações 11
Palavras 1.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Cuidado com as palavras


Fanfic / Fanfiction One way or another - Capítulo 6 - Cuidado com as palavras

- Harry, meu querido – O sr. Styles abre a porta e cumprimenta o neto, depois  olha pra mim e sorri – E você trouxe essa moça linda – ele me olha tentando lembrar de algo, quando abro a boca ele me interrompe – Espere, estou velho, mas eu vou lembrar – rimos e depois ele faz uma cara de alivio – Kate, é claro. Desculpe a falha de memória – ele ri e me abraça.

- É um prazer revê-lo Sr. Styles.

- Só Daniel, por favor.

Assinto com a cabeça e ele da espaço para entramos na casa.

- Entrem, por favor.

Quando entro na casa, me sinto intimidada. A “casa” que claramente dizia que Daniel é podre de rico, é enorme por dentro, não aparenta ser tão grande assim olhando do lado de fora. Era toda de madeira, a sala com paredes brancas, o que dava cor a casa era os objetos, mas ainda assim, não eram coloridos. Uma televisão enorme na sala, dois sofás  pretos, poltronas, quadros antigos nas paredes, tudo muito lindo.

- Eu realmente estou impressionado, sabe Kate?

Me sento no sofá ao lado de Harry e Daniel se senta em uma poltrona.

- Vovô, não começa – Harry bufa e minha curiosidade aumenta.

- Com o que? – pergunto.

- Harry não trás ninguém pra cá já faz muitos anos. Estou impressionado em lhe ter como convidada dele.

Olho pro Harry que tinha a cara fechada e evitava me olhar, ele com certeza não está gostando nada dessa situação, o que acaba sendo divertido para mim.

- E já estou me arrependendo, se o senhor não fica de boca fechada, vou ser obrigado a levar Kate pra comer em outro lugar.

- Hey – franzo as sobrancelhas – Não fale por mim.

Daniel ri.

- Então, Kate. O que você fez pra ter sido convidada por esse meu neto ogro?

- Não sou obrigado a ouvir isso – Harry se levanta e sai da sala.  

- Não ligue pra ele, Harry sempre teve o pavio curto, sempre com raiva de tudo.

- Ta tudo bem – sorrio.

- Desculpe a pergunta, mas como conheceu meu neto?

- No ônibus, eu me mudei recentemente pra NY e Harry se sentou na cadeira ao lado da minha – explico.

- Isso foi no dia em que encontrei vocês na rua?

- Sim.

Daniel me observa, tentando entender alguma coisa.

- Kate, você com certeza tem algo que...

- Com licença.

Daniel é interrompido por uma senhora que entra na sala, muito bem vestida, com colar de perolas e o cabelo perfeitamente arrumado.

- Belle! Minha querida – seus olhos brilham quando ele vê Belle entrando na sala - Essa é Kate. Harry a trouxe para almoçar conosco.

- Harry? – ela olha pra ele – O nosso Harold trouxe visita? – ele afirma e ela olha pra mim, depois sorri – Me desculpe querida, mas é algo que não estamos acostumados, é um prazer Kate.

Me levanto e nos abraçamos.

- O prazer é meu – digo sorrindo, estava começando a ficar tímida, Harry deveria estar aqui, como ele me deixa sozinhas com seus avôs?

- Há quando tempo estão juntos? – me engasgo com a pergunta dela e Harry aparece na sala comendo uma maça.

- Não estamos juntos, Kate é uma amiga.

Ela arqueia uma sobrancelha.

- Por favor, Harry. Já passamos dessa fase há muito tempo, pra que ficar escondendo?

- Mas não estou escondendo nada, estou Kate? – Harry me olha.

- Não, Harry e eu não temos nada haver – ele solta uma risada baixinha e respira fundo – Somos apenas amigos.  

- Isso aí – ele da outra mordida na maça e olha pra sua avó.

- Então você ainda não supe..

- Vamos almoçar? – Harry fala rápido e interrompe Belle, que logo depois fica desconfortável, como se estivesse falado demais.

Isso está muito estranho, algo esta me dizendo que eles estão escondendo algo, sendo cuidadosos com as palavras, e Harry esta praticamente ficando paranóico. Durante o almoço Belle me explicou que não era avó do Harry de sangue, a ex-esposa de Daniel, faleceu quando Harry tinha apenas dez anos. E dois anos depois Daniel a conheceu.

- E como nunca é tarde para o amor, aqui estamos nós, oito anos juntos – ela fala sorrindo e estende a mão pela mesa, Daniel sorri e beija sua mão. Lembro de como meus pais eram apaixonados dessa forma, sempre demonstrando carinho e afeto.

- Mas e você, Kate. O que faz em Nova Iorque? – Belle me pergunta.

Paro de comer e limpo minha boca com o lenço.

- Faculdade de moda.

- Harry trancou a faculdade – Daniel fala em tom de reprovação e Harry revira os olhos.

- Você fazia faculdade? – pergunto.

- Não quero falar sobre isso

Ele responde duro e seco, sem olhar pra mim. Mas eu deixo passar por consideração aos seus avôs. Terminamos de almoçar e nos despedimos, no caminho de volta Harry voltou completamente calado, com as mãos no bolso na calça comprida. E como eu estava exausta demais para começar uma discussão por ele ter sido um completo babaca, fico calada também. Quando chegamos em frente a república, paramos e ficamos de frente um pro outro. Harry levanta as sobrancelhas, como se estivesse esperando algo.

- O que? - ele ri - O que é, Styles?  

- Não vai me convidar pra subir?

- Não – digo rindo.

- Por que não?

- Porque não Harry, aqui é sua deixa.

Ele faz uma careta e fica me olhando.

- Tchau Harry.

- É sério? Não vai me convidar?

- Não Styles, não vou.

- Ok, então, obrigado por ter ido almoçar comigo hoje.

- Tudo bem.

- A gente se vê?

- Tchau Harry – sorrio e entro na república.

Quando entro no meu quarto tomo um susto quando encontro Chris deitado na cama da Gab falando com alguém no telefone, ele me olha e se senta.

- Chris?

- Vou ter que desligar, depois a gente se fala – e desliga o telefone. Fecho a porta, vou até minha cama, e jogo a bolsa no chão.

- Oi Kate – ele sorri e se escora na parede.

- O que tu ta fazendo aqui? – franzo as sobrancelhas.

- Vim encontrar Gabriela, mas ela não está.

Olho pra ele e ele passa a língua pelos lábios, Chris é charmoso e faz isso de propósito!

- E você tem a chave do quarto?

Ele tira a chave do bolso e balança.

- Ok – falo devagar, não é certo ele ter a chave do quarto, cadê minha privacidade?

- Com medo de talvez eu entrar aqui um dia e te pegar desprevenida? – ele levanta  uma sobrancelha.

- Talvez, não é certo você ter a chave do nosso quarto, Chris.

Ele ri, sai da cama da Gab e vem até a minha cama, e se senta ao meu lado.

- Prometo bater a partir de hoje.

Analiso ele, Chris fica sério e me encara.

- Eu to falando sério, Kate.

- Tudo bem.

- Tudo bem eu ter a chave?

- Contanto que você bata antes de entrar, sim.

Ele ri e se deita na minha cama. Me levanto e vou até o armário, tiro um conjunto de moletom.

- Onde você vai?

- Tomar um banho.

- Precisa de ajuda?

Me viro pra olhá-lo e balanço a cabeça em negativo.

- Não. Fica ai.

Ele levanta as mãos em defesa e pega o celular.

- Tudo bem. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...