História One Week. Park Jimin (Bts) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais
Tags Park Jimin, Suícidio, Uma Semana
Exibições 98
Palavras 372
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


EU REALMENTE NÃO QUERIA QUE O CAPÍTULO FICASSE EM TERCEIRA PESSOA, ESTOU DESDE ONTEM TENTANDO AJEITAR, NÃO DA! Desculpem

(Após o surto enigmático) boa leitura.

*Desculpem se as palavras abaixo te machucaram de algum modo. Isso é apenas uma ficção e nada condiz com a realidade.

Capítulo 7 - Chapter Seven


O que Jimin não sabia era que o seu amigo, seu primeiro beijo, estava mais perto do que ele imaginava.
Depois do acontecimento no seu décimo aniversário o menino só foi mais desprezado e mais humilhado. Não só pelo pai, a família inteira estava inclusa.

Infelizmente a memória de Park Jimin estava muito apagada. Suas lembranças não passavam de borros.

Jeon JungKook era aquele amigo. Sim, essas coisas são bem improváveis de acontecer. Mas o destino é algo que ninguém consegue prever.

O  garoto estava com a mente cheia. Ele vivia se perguntando, por quê, Jimin não se lembrava de mim? O garoto era dois anos mais velho e guardava tantas memórias dignas de serem compartilhadas.

Jungkook perguntou para sua mãe e seu pai, eles apenas pediram que dessem um tempo.

Os mais velhos consideram Park Jimin como um segundo filho. Aquele menino fofo que tinha um lindo sorriso, se eles pudessem, eles iriam denunciar o pai do garoto, mais infelizmente o cara era poderoso em sua área e um ótimo ator, que provavelmente daria lágrimas falsas para qualquer um.

Jungkook estava sentado em sua cama de casal, acariciando os pelos da sua gata. Ele se perguntava se dizia ou não, quem ele era. O porque dele ter ido embora e principalmente que ainda o amava.
Depois que ele viu as marcas no braço do seu garoto ele chorou escondido. Ele queria apenas beijar cada centímetro da pele machucada e dizer que ia ficar tudo bem, não importando o que estava acontecendo.

Depois de descobrir que Jimin tinha perdido metade das suas lembranças, Jungkook pesquisou na Internet e descobriu que ele poderia sim voltar a ter a parte de volta.

Logo ele se pegou sorrindo, imaginando um dia qualquer, aonde o mesmo acordava e ia até a sua casa e o daria um grande abraço. Sua voz meio fina meio grossa, suas mãos gordinhas e seus cabelos macios e rebeldes. Ele teria tudo de volta.

Poderia ser apenas uma paixonite de infância, que com o passar do tempo se tornou mais intensa.

—Você ficou tão bonito, Park Jimin. Meu, Jimin — Suspirou olhando a última foto em sua cômoda, eles permaneciam abraçados. Ela foi tirada no décimo aniversário do seu pequeno garoto.


Notas Finais


Não nego. Amo um clichê! 💖
Qualquer erro.... Nyah!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...