História Onedera Masamune e Yukina Kisa - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sekaiichi Hatsukoi
Personagens Kou Yukina, Masamune Takano, Ritsu Onodera, Shouta Kisa
Tags Onekano, Romance, Shoujo, Yaoi
Visualizações 10
Palavras 740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vai ser dos dois casais esse capítulo.

Capítulo 4 - Capítulo 4


Onedera on. 

Ah que raiva, bato na minha testa com a mão, o que aquele cara quer com o meu Takano? Não me aguento e chuto a porta, mas nada deles...

 Já na minha casa, comecei a arrumar até ver tudo brilhando, separo uma roupa e vou tomar banho, tiro toda minha roupa e entro no box, sinto a água cair fria, sinceramente não gosto de banho gelado mas hoje parecia ser a melhor opção, o que será que está acontecendo no apartamento de Takano? Suspiro, passo sabonete, e depois me seco, saio do banho e fico me olhando nu, o Takano foi o único que eu trasei, e o único que sempre se preocupou comigo, ele realmente me ama, ele está sempre me beijando, e toda vez que vou na casa dele ele sempre se confessa, vou para meu quarto e me troquei, estava muito melhor depois do banho! E comecei a fazer a continuação do mangá, poxa que preguiça! Suspiro, e continuou focado no mangá, depois que acabei tinha que entregar para o Takano e ele neste momento deve estar trasando com o Yokozawa, ele não me atedeu por causa disso! Obviamente ele mentiu quando disse que me ama, como eu odeio o Takano, já deixei uma vez posso me demitir, e me mudar, mas eu amo meu trabalho! Vou apenas falar com ele sobre o trabalho, ouço a porta, e vou até ela abro ma não totalmente pois tinha aquela corrente que não deixava abrir por completo vejo o Takano...

- Onedera, desculpe pelo Yokozawa...- Fecho a porta na cara dele, e decidi dormir, quando acordei coloquei um sapato e vou até a casa do Takano, com o mangá. Quando o mesmo me vê, tira a corrente da porta e me abraça.

- Takano, apenas vim aqui para você ver o mangá...- o mesmo deixa eu entrar. Ve a história e so arruma uma coisa que era um erro de português, como eu deixei essa passar? 

- Muito obrigado Takano - Pego o mangá e coloquei em uma pasta, e quando iria levatar do sofa Takano me prende.

- Me solta Takano - Então ele sai de cima de mim. E vai até a cozinha me levantei, e vou até a porta mas o mesmo me puxa e me leva novamente para a sala e tinha um bolo para mim...

- Ainda é seu aniversário Onedera - Disse Takano, eu não posso cair nessa! O Takano senta e eu me sento na frente dele cortei o bolo e coloquei para nois dois, comemos e aquela era meu bolo favorito! Depois que comemos me vem na cabeça o Takano e o Yokozawa, se beijando aquilo me deixou com raiva, me levantei pego a pasta faço reverencia para o Takano. 

- Tchau Takano - Disse eu indo até a porta.

- Onedera? - Disse Takano indo atrás de mim apenas saio correndo até minha casa e tranco a porta ouço batidas. 

- Onedera me deixe entrar... - Disse Takano.

- Por que não deixa o Yokozawa trasar com você novamente? Vai que melhore. 

- Onedera eu não... - Eu interrompi o Takano. 

- Takano Masamune você não precisa medar satisfação, só por favor pare de falar que me ama e pare de me iludir. Saio da porta e vou até meu quarto e fecho a porta do  meu quarto. 

Shouta Kisa on. 

Um dos que eu ficava no passado veio tentarme beijar mas agora estou com o Yukina e bom eu sou fiel, o empurro, e o mesmo segura minhas mãos e me beija, nesta hora aparece o Yukina. Empurrei o cara e vou até Yukina o mesmo me puxa pela minha mão e me leva para minha casa já que era a mais próxima, quando chegamos eu destranco a porta e nos entramos. 

- Yukina sei que esta bravo mas... - Sou interrompido pelo Yukina. 

- A sério Kisa? Sabe que eu estou bravo? - O encaro. 

Yukina on. 

Decidi perguntar já logo quem era o cara que beijou ele.

- Kisa, quem era aquele homem que te beijou? -Perguntei mas Kisa não me respondeu - Essa já é a segunda vez Kisa, quer saber eu cansei - Eu saio da casa de Kisa e fecho a porta com tudo, eu estava desamparado, ele é só meu, sei que no passado ele era meio pegador mas agora ele namora, suspirei e vou para longe da casa dele. Eu o amo mas preciso de um tempo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...