História Oneshot Yugyeom - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Yugyeom
Visualizações 240
Palavras 1.314
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii bolinhos de sorvete ❤❤ Eu tô escrevendo esse Oneshot mais para me desculpar pelo pouco tempo que tenho mas amo vocês ❤❤
Esse Oneshot foi inspirado no sonho de uma amiga minha com o Yugyeom então espero que aproveitem OK? Ele pode ficar curto porque estou escrevendo no celular, mas é só um presentinho pra minha amiga e uma forma de me desculpar com vocês, boa leitura 😘❤

Capítulo 1 - Capítulo Único


POV S/N


Yugyeom iria ir na minha casa para um trabalho de história que teriamos que entregar amanhã, e como nosso querido mas as vezes nem tanto DEUS não teve a piedade de me dar inteligência, e sim para dar ao Yu, então ele que lide com isso.

Yu e eu somos amigos desde o primário e nos conhecemos muito bem, ele é meu melhor amigo, até porque com a "gentileza" e a "educação" ótimas que tenho, qualquer um quer ser meu amigo... Só que não~

Tomei um banho por longos 40 minutos, disse para Yu vir aqui as 16:30, então nem vou me preocupar em ficar "vegetando" e pensando no nada pois tenho tempo suficiente. Assim que terminei de tomar banho, me enrrolei em uma toalha de seda branca e outra toalha no meu cabelo, então fiquei me olhando no espelho, pensando no Yu... Nunca comentei isso com ninguém e também me seguro muito para não pensar nisso mas... O Yu é um garoto muito bonito, inteligente e gentil, chega até ser normal tantas garotas atrás dele, mas de um tempo para cá me sinto estranha, não consigo parar de pensar nele e até tenho uma espécie de "dor" no peito vendo ele tão próximos de outras garotas, me sinto até com raiva! Tento explicar para mim mesma que é normal mas nada tira isso da minha cabeça...


**FlashBack On**


- Você está com ciúmes?? - Ele me perguntou enquanto estava sendo meio "fria" com ele depois de ver o mesmo com uma garota muito bonita.

- C...CIÚMES?? CLARO QUE NÃO!! - Na verdade, nunca senti ciúmes na minha vida, mas se for o que estou sentindo, não recomendo para ninguém, além disso, aquela garota era mais rodada que prato de microondas, fala sério! - Eu só não quero que pensem mal de você por estar com esse tipo de vagabunda.

- E qual o problema? Eu sei me cuidar. - Ele reclamou fazendo aquele biquinho que ele sabe que me faz doer o coração de dó, mas não vou me entregar fácil!

- Aham sei, admita, você é um bêbezão. - Comecei a rir e ele se aproximou do meu ouvido com um sorriso diferente, não sei explicar, só sei que era muito sexy. AIISHI O QUE ME DEU PRA PENSAR ESSAS COISAS?? INOCÊNCIA, SAUDADE, VOLTE PELO AMOR DE DEUS!!

- Você vai ver quem será o bêbezão quando essa brincadeira de "pega-pega" acabar e eu conseguir pegar você. - Ele falou com uma voz calma mas seduzente, o que me fez arrepiar, mas acho que a inocência ouviu meus pensamentos e resolveu voltar um pouquinho, já que não entendi direito a parte do "pega-pega", mas de alguma forma, queria muito saber...


**FlashBack Off**


Depois daquele momento, ele foi em direção a sua sala, e eu a minha, até hoje não entendi aquela frase, mas só de lembrar daquele momento me sinto quente, suando, acho que terei que tomar outro banho...

Me olho no espelho e vejo meu rosto muito vermelho, que ótimo!! Apesar de toda essa faixada de "Bad Girl", eu sou muito tímida e minha pele extremamente branca facilita a sua coloração avermelhada quando estou com vergonha, aff~

Pego meu relógio e vejo, 16:00!!!! Vegetei demais!!!

Sigo para o quarto e seco meu cabelo, coloco uma regata branca por dentro (mas um pouco solta) da calça Jeans preta, junto com uma sandália preta e fiz uma maquiagem básica, afinal, era só o Yu, mas mesmo assim fiz um pequeno esforço para ser mais feminina e fiz alguns cachos soltos no meu cabelo, e assim que terminei escutei a campainha, 16:30, sempre pontual.

Desliguei o babyliss e atendi a porta e quase infartei, ele estava tão lindo que achei que cairia no chão e ficaria por ali mesmo, ele vestia uma camisa preta junto de uma calça branca, um chápeu gótico preto e sabe aqueles sapatos de empresário? Todo limpinho, bonitinho, esse mesmo que ele usava.


- Não vai me convidar para entrar mal-educada? - Ele disse me dando um peteleco no nariz, fazendo eu acordar de meus pensamentos, ELE É SEU MELHOR AMIGO, SE CONTROLE S/N!!! POR ISSO ODEIO A PUBERDADE.

- E eu preciso convidar? - Disse saindo do caminho dele e deixando a porta livre, então ele riu e entrou e eu fechei a porta.


[...]


Depois de terminar o maldito trabalho, ficamos conversando sobre todo tipo de coisa, cada um com seu balde de pipoca, (Pelo menos eu cozinho bem, JURO!!!) até que uma hora ele fala da filha da sua vizinha que era apenas 2 anos mais velha que nós (e já tem filho né? Eita que dar o cu hoje em dia tá virando moda, bando de putas) e contou que a menininha tinha caído e ele ajudou ela e então recebeu um "popo" da garotinha, tipo um selinho mas quando se é criança, as pessoas acham isso normal, até a parte em que o Yu conta que recebeu um popo não só da menina, MAS TAMBÉM DAQUELA PUTA DA MÃE DELA!! Mas pelo menos ela teve um pouco mais de decência e beijou ele na bochecha, mas aquilo já bastou para mim ficar muito brava! Tenho certeza que parecia uma pimenta, mas não liguei para isso, somente abri o meu guarda-roupa como forma de esconder a cara de CU que eu tava!

- Por que está ai? 

- Nada Yugyeom, nada...

- Eita, me chamou de Yugyeom, o que eu fiz?

- TÁ ME INFERNIZANDO!!! PARA DIABO, JÁ FALEI QUE NÃO É NADA!

- Aham, sei, então por que você tá tão vermelha?


MERDA! Ele percebeu antes que eu conseguisse esconder! Resolvi voltar ao meu lugar vermelha mesmo e continuar comendo minha pipoca.

- Desculpa Yu, é que só de pensar em você com aquela... Ai, você sabe quem!! Me dá nos nervos! - Não tem jeito, tive que desabafar, não consigo esconder nada dele... Nada que eu saiba.

- Está com ciúmes de novo? - Ele perguntou e soltou a pipoca, se aproximando de mim.

- CLARO QUE NÃO! É que.... É que..... - Comecei a ficar sem palavras, ele estava muito perto, quase sentia sua respiração, e aquilo me deixava meio tonta, até que sinto ele segurar meus pulsos e me jogar contra a cama, me fazendo deitar com força e então a pipoca foi pelos ares.

- Te peguei... - Ele sussurou e me beijou, mas só um selinho, e eu travei, T-R-A-V-E-I-!

Era o meu primeiro beijo... Meu primeiro contato "amoroso" com outra pessoa. O Yu tentou "pedir licença" para me beijar mais profundamente, mas eu não reagi, estava desorientada, o que estava acontecendo afinal??? Ele tentou várias vezes, até que se afastou de mim e perguntou:

- Você é virgem?

Aquilo tirou o resto das minhas estruturas, me senti completamente exposta, então só consegui acenar de forma positiva com a cabeça.

- Tudo bem, prometo ser gentil. - Ele disse e atacou meus lábios novamente, e dessa vez eu cedi, não sei bem o que está acontecendo mas... Não é pecado né? Somos só melhores amigos... Só... Paramos o beijo por falta de ar:

- Yu... Eu não quero ser  mais uma na sua lista de peguetes então se não me ama de verdade, por favor, não faça isso. - Tinha que ser sincera, e ele também!

- Fala sério S/N!! Eu tô desde o ano passado tentando te mostrar de todar as formas, cores e tamanhos o quanto amo você, mas você nunca entende minhas indiretas! E se entende, se faz de boba. - Me sento chocada... Ano passado... Como não percebi??? As flores, chocolates, passeios, eu sou uma tonta!! Até o...

- Isso inclui o "pega-pega"? - Me senti uma burra mas tive que perguntar, então ele riu de mim. - NÃO RIA!! ESTOU FALANDO SÉRIO!

- Foi sim minha burrinha. - Ele encostou nossas testas e sorriu... Agora percebo, AQUILO era ciúmes, e todos aqueles pensamentos... Como não percebi o quanto gosto dele?? 

- Yu....

- Que?

- Eu te amo. - Disse e beijei ele de novo, sou tão sortuda por tê-lo~


Notas Finais


Booom, foi isso, na verdade, queria termimar com um hot mas agora tô sem tempo então digam se querem hot no final ok?
Beijinhos e desculpa por postar tão tarde, foi quando tive tempo, bye bye ❤❤
Ps: Capítulo não revisado, então desculpem qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...