História Only a look - Segunda temporada - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Blackpink, Bts, Oal2
Exibições 52
Palavras 881
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi ✨

Aproveitem a leitura!

Capítulo 3 - Chapter three


Fanfic / Fanfiction Only a look - Segunda temporada - Capítulo 3 - Chapter three

Ele e Chae juntos na praia, brincando com a água do mar. O sol estava forte e havia nuvens em todo céu. Naquele momento, nada importava para Jiminie, apenas Chae e sua risada que mais era música para os ouvidos do garoto.

A tranquilidade era passada pelo ar, até que se ouve barulho de tiros. O casal olha ao redor, preocupados e intrigados, para saber o que houve.

Mais ao fundo da praia, havia cinco homens com armas fortes e poderosas em suas mãos, todos apontando para Jiminie. O garoto nem teve tempo de pensar, apenas sentiu algo perfurando o seu corpo em todos os lugares, de todos as direções. Antes de cair no chão, ouve-se um grito com uma voz familiar. Esta voz do grito Jimin conhecia bem. Mesmo assim, com todos esses tiros em seu corpo, ele se preocupava mais com Chae do que consigo mesmo.

A garota continuou gritando, agora pedia socorro. Lágrimas desciam fortemente de seus olhos sem trégua, enquanto a poça de sangue se formava na areia da praia, sangue de Jimin.

A esta altura ele já estava morto, mas o pesadelo continuou. Chae tentava continuar gritando, mas a sua voz nem saia mais. Os atiradores fugiram logo depois de mata-lo e só estava o casal. Este "sonho" finalizou no rosto de Chae, sofrendo e morrendo junto com o seu amado.

Jimin acordou em um pulo quase caindo da cama. Havia lágrimas em seus olhos. Ele olhou no relógio e viu que eram exatas 4 horas da manhã. A escuridão dominava aquele lugar, até que Jimin pega seu celular e manda uma mensagem a Chae.

                                         ▪️

Eram 4:15 a.m. Chae acordou no automático, bebeu água e foi ao banheiro. Ao voltar para cama, pegou seu celular e encontrou uma mensagem de Jiminie. "Amor, está tudo bem? Saiba que eu te amo e sempre te amarei!". Resolveu responder. "Estou bem... Acordei para beber água, mas e você? O que está fazendo acordado esta hora? Eu te amo, meu amor <3". Estava tão cansada pós-festa que nem aguentou continuar a falar com Jiminie e dormiu novamente, deixando o garoto no vácuo.

                                     ▪️

O que foi esse sonho? Sonho, não... Pesadelo!

"Aish" ele disse pensando alto. Seu celular vibra e aparece uma mensagem de Chae. Ele a vê e responde com "Acordei, simplesmente. Durma bem!". Passa-se um tempo e Chae não responde. Ela deve ter dormido novamente...

Ele se levanta, bebe água e volta a se deitar, porém estava difícil para dormir novamente.

                                     ▪️

JiSoo se levanta e começa a se arrumar para o primeiro dia da faculdade, novamente. Em seguida, arruma suas coisas e vai fazer/comer seu café-da-manhã. Minutos depois sai de seu apartamento, trancando a porta e indo para a saída. Encontra Jin na portaria, cumprimenta-o e os dois vão juntos à faculdade. JiSoo ainda não tinha um carro, no que isso só fazia aumentar o tempo do casal juntos.

Como de costume, o bonde, agora totalmente completo, se reuniu no campus. Logo, chegou o horário de entrar, assim cada um se separou e foi para seu curso, já que são todos diferentes, por coincidência.

JiSoo gostava de seu curso, então nem se importava de passar a manhã inteira estudando, assim o tempo sempre ía rápido.

Jin levou a namorada para seu apartamento e acabou ficando por lá, para ajuda-la em seu trabalho. Ele já havia feito todos os seus deveres e adiantado as tarefas, então estava com tempo.

"Amor, eu estava pensando sobre o meu sonho..." JiSoo começou a falar quando eles pararam o trabalho para comer "Jimin estava estranho, você percebeu?"

"Para falar a verdade, eu também achei... Chae estava toda animada enquanto ele estava fechado. Disse que era sono."

"Sono... Sempre a melhor desculpa". Jin concordou com a fala de JiSoo. "Vou falar com ele".

"E eu vou falar com a Chae" JiSoo respondeu. "Mas acho que não é nada de mais... Vamos ver". "Sim..."

Terminaram de comer e foram finalizar o trabalho. Jiminie realmente estava quieto e parecia preocupado, mas afirmava que era sono e estresse por começar os estudos. Mas, na verdade, ele estava intrigado com o seu "sonho". Podia ser apenas um sonho, nada de mais, mas mesmo assim, ele estava sentindo algo. Jimin estava com medo e nem ele mesmo sabia o porquê.

QUATRO MESES DEPOIS

"Aaaaaah, graças aos céus!" Yoongi disse se espreguiçando. "Finalmente acabou esse semestre!". "Amém". O grupo estava reunido no restaurante da faculdade, almoçando. Era o último dia de aula, Sexta-Feira e, para comemorar, como sempre, estavam querendo fazer algo de especial nessas férias.

"O que acham de Jeju?" NamJoon "Meus pais tem uma casa lá...". 

"E onde os seus pais não tem uma casa?" Yoongi.

"Fora da Coreia eles não tem nenhuma... Mentira, tem uma no Estados Unidos" respondeu rindo.

"Só vai" Hoseokão.

"Então pronto. Domingo viajamos!" NamJoon finaliza a conversa.


                                                    ▪️


          "Amoooooor!?" Jin grita da cozinha de sua casa para JiSoo que está no quarto terminando de arrumar as coisas. "Que foi?" Ela grita de volta. "Tá na hora, já. O vôo sai as 4p.m". "Que horas são?". "3p.m.". "Socorro, vamos!".
 
          Estava combinado de todos se encontrarem no aeroporto. Assim, dito e feito. Todos entraram no avião e foram para seus lugares na primeira classe. Assim, depois de um tempo, o avião levantou vôo.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado e obrigado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...