História Only the truth (TomxTord) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eddsworld
Personagens Edd, Eduardo, Jon, Mark, Matt, Patryk, Paul ter Voorde, Personagens Originais, Tom, Tord
Visualizações 64
Palavras 734
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - 8 - Jealous


- Tord preste atenção naquele cara - Paul avisou Tord mais uma vez na semana. Tord já estava se cansando.

- Que implicância hein? Ele é só um amigo antigo e agora meu soldado.

Nem ele, nem eu queremos algo. - Tord falou de novo. - Já falei.

- Eu só estou avisando. - Acendeu seu cigarro. - Acorda Tord. Ele fica muito diferente quando está com você. Bom, já estou... - Foi interrompido pela porta sendo aberta e viu Scott adentrar.

- Com licença, Tord, Paul. - Saudou.

- Soldado. - Paul balançou a cabeça. - Pensando bem Tord, acho que ficarei aqui.

- Bom, vim só avisar que já estou de saída ao governo. - Já havia uma semana que Scott estava na Base vermelha. Ele parou seu olhar em Tord e como de costume passou a língua pelos lábios. Paul pigarreou.

- Vamos então. - Paul falou entre os dentes fazendo Tord segurar o riso. - Teremos nossa conversa depois, Larsson. - O mais velho dirigia seu sobre nome que sentia um frio na espinha, ele sabia que viria bronca.

Paul e Scott passavam pelo corredor indo direto a saída. Quando Scott deu uma risada.

- O que foi? - O verdadeiro soldado Vermelho falou ríspido.

- Você é muito engraçado. - Scott gargalhava.

- O que dizer com isso? - Paul não sabia mesmo o que aquele homem falava. - É sobre Tord? - Falando isso Scott emprenssou na parede mesmo sendo um pouco menor que Paul, por ser Alfa era mais forte.

- Eu só queria avisar que - Suas bocas estavam muito próximas uma da outra - O Tord é meu, Idependente do que você diga ou pensa. - Paul estava pronto para o desferir um golpe quando se assustou com uma voz vinda de passos longe de onde estavam no corredor.

- Atrapalho? - Patryck apareceu com uma carranca vista em 2 metros de distância.

- Na verdade não. - Scott deu um sorriso sinico - Paul só estava me dando um informação.

-Hein, Paul? - O maior queria ouvir da boca de Paul, seus punhos se mantinham fechados. - Me fala, porque o que eu vi não parecia apenas uma informação.

- Não aconteceu nada. - Paul falou rápido.

- Assim eu espero. - Patryck não tirava seus olhos de Scott que deu sua famosa risada, irritando Pat.

- Pat eu não quero Paul e vocês sabem quem eu quero, mas, tudo depende de como o Paul se comporta. Porque cá entre nós, ele é bem atraente.

- Ora, seu... - Paul urrou se irritando mas Patryck agiu mais rapido dando um murro no rosto de Scott o fazendo encostar na parede. Pat pressionou seu antebraço contra o peito de Scott.

- Tente Scott, tente fazer algo contra Tord, contra Paul - Retirou sua arma da cintura e a colocou no pescoço de Scott engatilhando-a mas não disparando. - SÓ TENTA - Gritou - Pra você ver, como eu posso fazer sua garganta pular de seu corpo. E eu estou foda-se pro Alfinha que você é. - Patryck o soltou, segurando logo a mão de Paul que estava estático. Raramente Patryck agia assim, ele sempre foi muito carinhoso e calmo, idependente da raiva que estivesse.

- I-Isso é uma ameaça? - Scott falou segurando o pescoço devido a pressão da arma nele.

- É SIM! - Patryck gritou irado e saiu puxando Paul.

- Agora você está na minha mira Paul. - Scott falou sussurrado.

Ao anoitecer já do outro lado da Base vermelha se encontrava o governo onde Tom estava se preparando para encontrar Tord. Eles haviam marcado de se encontrar essa hora uma vez na semana, pois não seria todo dia que eles poderiam se ver. Quando chegou lá encontrou Tord eles conversaram até a conversa chegar em Matt.

- E Matt como está? - Tord pergunta, fazia tempo que não ouvia sobre os outros amigos.

- Ele está decidido em encontrar Edd.

- Acho que seja perigoso, Agora que o Edd virou criminoso. - Tord fala.

- Nada, nem ninguém vai fazer ele mudar de idéia. - Os dois sabiam como Matt era,  a decisão que ele tomava seria sempre a certa.

Eles conversaram mais um pouco mas tiveram que voltar. Eles ainda mais tinham muito compromisso com o Governo e o seu dever como comunista.

Tom havia chegado no Governo e Matt estava saindo. Ele com certeza havia procurado tudo que podia sobre Edd. Eles se abraçaram e o Ruivo saiu em busca do amado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...