História Only You - 2 Temp. - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Changes, Drama, Etc, Família, Hot, Hunter, Lizzie, Love, Novela, Original, Paixão, Personagens Originais, Romance, Sexo, Você
Exibições 114
Palavras 927
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Ooi,meninas!!
Espero que estejam preparadas, porque eu realmente não estou :')
Link da música nas Notas Finais

Capítulo 46 - Epílogo


PLAY

25 de Dezembro de 2021

Estávamos todos reunidos na casa do Peter. Eu e o Jake não nos desgrudávamos desde que eu voltei da Itália, eu ia passar só um mês, mas acabei ficando três meses, mas todos os dias nos falamos e isso só reforçou o amor que eu sentia por ele.

O Henry estava no sofá com a Edite, ele estava dando a sobremesa de chocolate na boca dela. Ela já estava com oito meses de gestação, mas ainda não fazia ideia do nome do filho.

O papai e a Scar ainda não haviam chegado, eles deviam ter saído para levar a Libby na casa da Chelsie, colega de turma da Libby. A Libby agora era bem ocupada, ela fazia parte do time de vôlei, e da natação, sem falar do grupo de estudo que ela e mais alguns alunos faziam parte. O Daniel viria no Ano Novo para ver a Libby. Ela estava ansiosa para conhecer o irmãozinho.

A Amy e a Emily estavam aproveitando o natal na casa do Samuel em Santa Monica, agora com todos próximos era mais fácil se verem.

A Rebecca e o Zeke tinham ido para Chicago, e o Jasper foi para a casa dos pais.

O Brandon era o babá titular do Filipe, eles pareciam se divertir bastante, mesmo o Filipe só tendo seis anos, ele e o Brando se entendiam bem.

- Que tal Jason? – Melissa sugeriu a Edite.

- Jason Hunter? – Henry falou. – Não combina.

- Thomas é legal. – Jake disse sentado atrás de mim no chão.

- Não, Jake! – Edite disse com comida na boca.

- Mãe! – Jake gritou. – Thomas né um nome lindo?

- É lindo, amor. – Kelly gritou da cozinha.

Ela e o Peter estavam se dando bem.

- Viu só? – Jake sorriu.

- E Matthew? – Melissa disse revirando os olhos.

- Vamos para o quarto. – Jake sussurrou em meu ouvido. – Quero te mostrar algo.

Ele disse se levantando e me ajudando.

Fomos até o quarto dele, eu estava curiosa para saber o que ele queria.

Ele se sentou na cama e eu me sentei ao lado dele, ele se aproximou de mim e começou a beijar meus lábios. Um beijo calmo, mas que me deixava arrepiada da forma que só ele sabia.

- Tenho algo para você. – Ele disse se abaixando e pegando algo em baixo da cama.

Era uma caixinha embrulhada em papel branco com detalhes azuis.

- Ainda é cedo, eu sei. – Ele sorriu. – Mas estava ansioso pra te dar isso.

Balancei a caixa para tentar escutar algo.

- Posso abrir? – perguntei curiosa.

- Pod...

Antes mesmo dele terminar a frase eu já estava rasgando o papel. Vi um livro negro com a palavra “Momentos” da cor dourada na capa, percebi que era um álbum de fotos.

- Obrigada, amor. – Abracei ele e ele cheirou meu cabelo.

- Não vai abrir? – Ele disse confuso.

Olhei o desconfiada, abri o álbum e vi algumas fotos nossas.

Tudo começou a muito tempo atrás.

Era a frase que vinha na primeira foto do álbum. Uma foto de nós dois pequenos no Dick’s tomando sorvete.

Passei algumas fotos e vi outra frase.

Nós dois crescemos

Essa frase vinha seguida de uma foto nossa na praia, eu devia ter uns 12  anos, e era bem estranha.
Passei algumas fotos e vi uma foto de nós dois com a Libby no aniversário dela, ainda em Santa Monica.

A vida nos pregou uma peça, e nos separamos...

Mas o meu amor por você não acabou.

Essa frase vinha em cima de uma foto nossa nos beijando, colada por cima de uma coração de papel.  Passei mais algumas fotos, devia ter umas trinta fotos ali.

Ele cresceu... E hoje quero te provar esse amor.

Essa frase vinha em cima de uma foto, tirada pelo Zeke quando eu voltei da Itália. Eu estava nos braços do Jake o beijando, e segurando as tulipas que ele tinha levado para mim.

Passei essa foto e cheguei em uma folha com meu nome preenchendo ela, em letras negras e desenhadas.

Elizabeth
          Ann
          Chase

Passei e cheguei na ultima folha.

Quer casar comigo?

Era o que vinha escrito em vermelho ao lado de uma das tulipas já murchas. E no centro do álbum duas alianças grudadas ali com durex.

Tapei minha boca, para não chorar. Ele retirou o durex de uma delas, vi que vinha cravado nela as nossas iniciais. E & J. Ele se ajoelhou em minha frente com a aliança em sua mão.

- Elizabeth Chase, não posso te prometer que os momentos ruins acabaram, nem que você nunca mais ira chorar. – Ele disse com as bochechas coradas. – Mas prometo estar ao seu lado em cada momento bom ou ruim, prometo enxugar cada lágrima que você derramar, prometo fazer você se sentir importante todos os dias, e prometo nunca, nunca sair do seu lado.

Ele disse segurando minha mão. Minhas lágrimas desciam sem parar, mas eu não conseguia parar de sorrir.

- Quer casar comigo? – Ele disse por fim, fazendo minhas lágrimas descerem mais.

- Quero. - Falei quase soluçando. - Claro que quero.

Ele pós a aliança em meu dedo e beijou minha mão, fazendo um carinho nela. Ele se aproximou mais e beijou minha testa, e limpou minhas lágrimas.

Ele sorriu para mim e vi uma lágrima botar em seus olhos. O abracei com força. Eu nunca mais iria perdê-lo agora, nunca mais iria me afastar dele, e cuidaria dele todos os dias pelo resto de minha vida.

Eu o farei o homem mais feliz do mundo.

 

FIM...


Notas Finais


LINK: https://www.youtube.com/watch?v=TdN5GyTl8K0

Guardem as despedidas para a parte dos agradecimentos ;)

<3 <3 <3 <3 <3 <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...