História Only you ! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Akashi Seijuro, Aomine Daiki, Chihiro Mayuzumi, Furihata Koki, Himuro Tatsuya, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kuroko Tetsuya, Makoto Hanamiya, Midorima Shintarou, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Personagens Originais, Reo Mibuchi, Takao Kazunari
Tags Akakuro, Aokise, Kagamomo, Midotaka, Murahimu
Exibições 172
Palavras 1.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola meus amores tudo bem com vocês..

eu? Eu estou OTIMAAAA hihihi

estou aqui com mais um cap. pra vcs. e já avisando que talvez..Só TALVEZ próxima semana os cap, sairão com mais frequência, não irei demorar a postar os cap nas minha fic´s hihihihi...

Aproveitem... boa leitura !!

Capítulo 2 - I Kissed a vampire


Fanfic / Fanfiction Only you ! - Capítulo 2 - I Kissed a vampire

 

 

kuroko andava pela biblioteca distraído, a procura de um livro qualquer como sempre, estava entediado, a uma semana ele evitava esbarrar ou ate mesmo olhar pro ruivo chamado “akashi seijuro”, o que estava sendo difícil já que seus “irmãos” parecem ter simpatizado com o grupo do vampiro. Kise e aomine se pegavam e logo depois saiam na porrada, Himuro parecia uma “mãe” coruja preocupada com o filho *Murasakibara”, Takao estava se divertindo tirando um certo tsudere do serio, a tensão sexual vinda dos dois era sufocante, mas todos sabiam que eles não se  renderiam tão fácil assim a essa atração. O menor continuava apensar em como a sua vida estava estranha, seus sonhos aviam mudado desde que conheceu Akashi, o que lhe assustava era o fato de ter dito “sei-kun” em um de seus sonhos.

Ele continuava perdido em pensamentos ate percebe que tinha andado pra longe, e estava na cessão de terror, então decidiu pegar um livro pra ler,  ele aproximou-se da estante de livros subindo em um banquinho,mas como era baixo (milly: Kawaiiii) teve que  ficar na ponta dos pés para pegar o livro porem se assustou quando sentiu outra mão pegar o mesmo do outro lado da estante, por estar nas pontas dos pés  ele perdeu o  equilíbrio, por reflexo ele fecha os olhos esperando o impacto, mas esse não veio, antes de chegar ao chão ele sente dois braços o segurando *estilo noiva*, instintivamente colocou as mãos sobre o peitoral de quem o segurava, porem continuava com os olhos fechados. Recuperando-se do susto, ele abriu os olhos, e imediatamente sentiu seu coração falhar, o menor corou ao perceber que estava a poucos milímetros do rosto do ruivo a sua frente que o encarava, o ruivo lambeu  os lábios, ato esse que kuroko seguiu com os olhos, ao perceber que encarava descaradamente os lábios do maior, ele corou furiosamente.

 

 

-A-Akashi-kun?_  sussurrou o menor tentando chamar a atenção do ruivo, mas fora ignorado, o maior lhe aperta  ainda mais em seus braços, kuroko suspirou.

 

-Akashi-kun, po-pode m-mim p-por no ch-chão.! Pediu o azulado todo envergonhado, akashi o observava, perdido em pensamentos, alguns deles nada “castro”, ele sentia o cheiro do sangue do menor e percebera que estava mais doce do que costumava ser, e isso era a sua perdição.. saindo de seus devaneios akashi pois o menor no chão, sentindo um vazio quando as mãos frias do menor saíram de seu peito.  Ambos olhavam pro chão sem saber o que falar, ate akashi quebra o silencio.

 

-Pega, isso é seu não é!_ disse o ruivo esticando o livro na direção do menor, Kuroko ficou sem reação, olhava para o ruivo e para o livro sem saber o que fazer.

 

 

-n-não, pode ficar_ falou o menor envergonhado, ele não sabia de onde vinha tanta vergonha, principalmente quando estava  perto do ruivo. Kuroko sentiu seu coração bater feito louco quando viu o pequeno sorriso se  formar no canto da boca do maior,

Akashi estendia o livro a sua frente, esperando ele pega- o, mas não o fez

 

-Eu insisto!_ ofereceu akashi cordialmente. Desistindo, Kuroko aceitou pegando o livro de suas mãos e  dizendo um baixo “obrigado”, virando-se de costa pra ir embora, mas para assim  que ouve a voz vibrante de akashi.

 

- porque foges  de mim, kuroko?_  perguntou akashi.

 

-e-eu não estou fugindo!_ respondeu o menor tentando encerrar a “conversa”, estava nervoso, e akashi ao perceber isso sorrio internamente, se aproximou calmamente do menor, a cada passo dado kuroko se afastava mais, acabou por esbarrar na estante de livros, se vendo encurralado pelo maior

 

- Esta nervoso kuroko?_ perguntou  Akashi segurou uma risada estranha que subia pela garganta vendo o desespero do menor.

 

-a-a culpa é su-sua_ confessou o menor, logo se arrependendo. Akashi a briu um sorriso mostrando seus dentes brancos perfeitos e sua presas fiadas, kuroko se arrepia, mas não de medo e sim de ...excitação. corou com sua própria reação. O maior colocou seus braços em cada lado do menor o deixando sem saída, seus corpos estavam próximos, akashi podia escutar as batidas do coração do menor  e a sua respiração cada vez mais ofegante.

 

-Minha héé~_ sussurrou o maior rente ao seu ouvido, o menor arrepia-se. Kuroko sente tudo girar e em um impulso incontrolável, kuroko faz algo que nunca imaginou fazer, ele cola seus lábios no do maior, beijo esse que pegou akashi de surpresa, mas logo os papeis se inverteram.

 

Ao notar o que acontecia, kuroko tenta se afastar,mas akashi o pega pela cintura mantendo o preso a si, o menor levou as mãos te os ombro do maior  tentando afastá-lo, mas não funcionou, quando sentiu a lingua do maior pedir passagem, o menor se desesperou e o empurrou com toda a força que tinha, quando conseguiu se afastar colocou a mão sobre os lábios e corou pela vergonha e pela falta de ar.

 

-Kuro~_ antes de akashi se pronuncia o menor sai correndo, deixando-o sozinho com um sorriso bobo nos lábios...

 

--------->

 

-SEU PEVERTIDO IDIOTAA_ gritou kise, começando uma guerra de insultos

 

-VAI SE FERRA_ gritou aomine do outro lado do portão. Eles estavam brigando na rua, sendo separados apenas pelo portão . Takao assistia tudo de camarote e gravava, Midorima estava ao seu lado com uma regador na mão(?), assistia a discussão sem muito interesse.

 

-VAI VOCÊ... CANGURUU _gritou o loiro com uma veia saltando em sua testa, aomine estava do mesmo jeito.

 

-Calem a boca, o kuroko esta com dor de cabeça_ Himuro pediu, fazia alguns minutos que aviam chegado da escola, quando chegaram em casa estranharam o fato do menor  ter chegado primeiro, o perguntaram e o mesmo disse que estava com dor de cabeça e pediu ao professor deixá-lo ir pra casa mais cedo. Himuro fora  ignorados pelos dois que continuavam a se insultarem.

 

-VAI PRA MERDA SEU FILHA DA PU~_ aomine gritava, mas foram interrompido.

 

-CALEM A BOCA_ Kuroko gritou, e estava com uma veia saltando em sua testa, já bastava o transtorno de mais sedo na biblioteca e agora tinha que agüentar gritarias, ele era paciente,mas tudo tem um limite, e esse era o dele.

 

-Ku-kuro~_ kise tenta chamar a sua atenção mais o menor o interrompe.

 

-NÃO QUERO OUVIR NEM MAIS UM PIO.... ENTENDERAM!!?_ perguntou ele vociferando, todos..TODOS estavam pasmos com a atitude do menor . akashi estava chegando e presenciou essa cena com o maior orgulho, algo naquela pose de “mandão” o chamou a atenção. Kuroko assim que viu akashi lhe encarar, corou..

 

-Kise-kun e vocês.. pra dentro_ ordenou o menor , e todos *himuro, takao e kise* assentiram com a cabeça e entraram. Kuroko olhou feio pra Aomine que abaixou a cabeça.

 

-De-desculpa tetsu_ pediu o moreno, kuroko suspirou, e tentou ao Maximo ignorar a presença do vampiro a alguns metros de distancia de si ..

 

-Aomine-kun, vai pra casa depois a gente conversa_ disse  o menor calmo, o moreno foi embora.  Kuroko  estava entrando dentro de casa, mas é chamado, aquela voz fazia-o perder o controle... sempre

 

 

-Kuroko, temos que conversar sobre o ...Beijo_ disse o vampiro sussurrando as ultimas palavras. O menor o olhou nos olhos e depois a sua boca, corou e correu pra dentro de casa.

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 

 

“- Hmmm..._Kuroko gemeu mordendo os lábios para que mais nenhum som vergonhoso saísse de sua boca.

 

- Não faça isso, quero te ouvir.. _ falou mordendo os lábios do menor

 

- Hnnnh S-sei-kunn~_ gemeu o menor, eles iniciaram um beijo lento e sensual no mesmo tempo, O menor enlaçou os braços em seu pescoço e apertou as coxas ao redor de sua cintura.  

 

-Ahhhh ahh... - gemia baixinho kuroko, rebolando lentamente e inconscientemente.

 

- o que você que, tetsuya? _ perguntou o maior sussurrando em seu ouvido e passando a mão nas coxas  do menor.

 

-M-me ch-chupa .... Akashi-kun_ gemeu sôfrego o azulado totalmente submisso.

 

           *****************************************************************************************************************

 

 

 

Kuroko acorda ofegante e ... excitado. Seu corpo tremia e a vergonha o consumia aos pouco.

 

 

- o que fo-foi isso_ perguntou a si mesmo. Totalmente confuso, excitado e envergonhado 


Notas Finais


Ate o próximo cap --------------->


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...