História Only You In my Mind - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Drama, Got7, Romance, Suspense
Exibições 5
Palavras 1.818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá peoples,
Desculpe pela demora, realmente não estou tendo tempo de postar, mas o já estamos no fim do ano e eu terei mais tempo, ainda não terminou as provas na minha escola, então sempre que eu tenho um tempo livre eu escrevo, mas para postar eu tenho que estar em casa por que a internet do celular é uma MERDA.
Espero que gostem e boa leitura 💕

Capítulo 11 - Mi Hwa Stalker


          Escutei ela saindo e batendo a porta do banheiro, troquei de roupa, botei uma calça jeans e uma camiseta laranja, eu não sabia para onde iríamos então escolhi uma roupa simples, estava saindo do banheiro quando eu dou de cara com a Mi Hwa.

          -Vai sair?- Mi Hwa perguntou.

          -Vou sim- Disse saindo, não queria conversar com ela, esses últimos dias ela está muito grudenta, não só comigo, mas também com a Sun e o Kwan.

          -Posso ir junto?- Ela perguntou.

          -Não, é uma coisa que eu tenho que fazer sozinha- Expliquei a ela.

         -Ah, então fica para a próxima- Ela falou meio triste entrando no banheiro.

         Fui rápido para a saída da escola para encontrar o Dong Yul , ele estava sentado no banco do lado do potão da escola me esperando.

       -Essa roupa ficou bonita em você- Dong Yul disse quando eu cheguei perto dele.

       -Obrigado, coloquei uma roupa simples por que eu não onde vamos- Disse.

        -Está ideal para o lugar que vamos, diria que está arumada perfeitamente- Dong Yul falou e eu fiquei um pouco sem graça.

       -Então vamos- Disse.

        Pegamos o metrô, Dong Yul disse que era só umas 5 estações até lá, fiquei mais traquila de saber disso, qualquer coisa eu poderia voltar para casa sozinha.
       Saimos da estação e andamos um pouco até chegar em uma exposição de arte de rua, tinha muitas pessoas, a rua inteira estava cheia de coisas para fazer envolvendo grafites, música, dança e artes plásticas. Fiquei encantada com aquilo tudo, os meus olhos brilhavam com a mistura de cores nas telas e nos muros.

      -Gostou?- Dong Yul perguntou.

      -Adorei, nunca imaginei que você iria vir em um lugar como este, você tem cara de que gosta de ouvir música clássica e compra coisas chiques- Falei.

      -Muita gente pensa isso antes de me conhecer, acho que é por que eu sou muito na minha e gosto de estudar, ai me julgam como o nerd filhinho de papai- Ele falou.

     - Eu te entendo, antes muitas pessoas falavam que eu era nojenta e se achava só por que eu era estrangeira, foi um pouco difícil fazer amigos quando eu cheguei, até que um dia o Kwan e a Sun apareceram e me ajudaram a passar essa fase complicada da minha vida- Expliquei.

        -Ah, então é por isso que vocês são tão amigos, eu não sabia dessa história- Dong Yul falou.

        -Sim, eu amo muito eles, são como irmãos para mim, boto minha mão no fogo por eles- Disse. 

       -Wow! gostaria de ter uma amizade assim, os meus amigos são muito bobos- Ele falou.

       -Vamos comer alguma coisa, tem umas barraquinhas por alí- Falei  pegando na mão dele para irmos na direção das barracas.

        Paramos para comer em uma barraca de bolinho de peixe com batata frita, estava muito bom, á tempos que ue não comia bolinho de peixe.

        -Pela cara que você está fazendo deve está ótimo- Dong Yul falou.

        -É que eu não como isso a muito tempo- Expliquei.

       -Então eu vou querer uma porção também- Ele falou.

         Comemos e fomos andar pela exposição, a rua era enorme, tiramos muitas fotos e compramos alguns livros. Estava quase anoitecendo quando começou a chover e as pessoas começaram a correr para se abrigar em algum lugar, corremos para uma loja de conveniência que tinha alí perto, entramos e ficámos lá sentados esperando a chuva passar.

         -Está tudo bem Dong Yul? está com uma cara triste- Perguntei.

         -É que eu planejei tudo, mas a chuva atrapalhou, ainda faltava comprar aquele livro que você queria, eu ia de dar de presente mas nem conseguimos chegar no final da rua- Ele explicou, senti que isso já tinha acontecido comigo antes.

       -Ah, não fica assim, vai ter outras exposições e também o livro eu posso achar em qualquer livraria por ai- Falei.

       -Então eu vou preocuar para te dar de presente, promete para mim que não vai comprar antes?- Ele perguntou.

       -Prometo- Disse.

       A chuva parou um pouco e aproveitámos para ir embora, senti ele um pouco estranho, acho que só estava chateado por causa da chuva. Entramos no metrô e ele disse que me levaria até em casa e de lá pegaria um táxi, saímos da estação e andamos até a minha casa, estava pegando as chaves quando ele cutucou o meu braço fazendo eu olhar pra sua direção.

       -Espero que tenha gostado do passeio, e me desculpa ter feito você correr na chuva, eu juro que da próxima vez eu vou olhar a previsão do tempo- Dong Yul falou.

      -Gostei muito de sair com você, a chuva foi só um detalhe, não fique chateado por causa disso- Falei.

      -Como você já está em casa eu vou indo, vou pegar o táxi alí na esquina, te vejo na escola amanhã- Ele falou com um pouco de pressa indo para a esquina, nem deu tempo de falar nada.

            Entrei em casa e falei com todo mundo, estava muito cansada e fui logo para o meu quarto dormir, botei uma roupa confortável e deitei na cama, verifiquei as mensagens e coloquei o despertador para tocar.
        Acordei com um pouco antes do horário de costume e fui me arrumar para a escola, estava com olheiras terríveis, dormi muito mal, desci e fui tomar café e ninguém tinha levantado ainda, acabei de comer e saí, coloquei os fones no ouvido e fui caminhando lentamente até a escola. Cheguei na sala e não tinha ninguém, sentei na minha mesa e continuei escutando musica, percebi que ainda faltava 30 minutos para as pessoas chegarem, não sei por que eu fui tão cedo, acabei dormindo em cima da minha mochila e sinto uma pessoa me chamando delicadamente.

       - Anna, Anna, acorda- Era o Kwan.

       -O professor já está na sala?- Perguntei levantando a minha cabeça da mesa.

        -Meu deus, que cara é essa? tomou todas ontem?- Kwan perguntou.

        -Dormi mal essa noite, não sei por que- Expliquei.

        -Entendi, e como foi o encontro com o Dong Yul ontem?- Ele perguntou.

       -Foi muito legal, ele me levou a uma exposição de arte de rua, nunca imaginei que ele me levaria naquele lugar- Falei.

      -Nossa, realmente ele não tem cara de que gosta disso- Kwan disse.

       -Ele só ficou meio estranho quando me deixou em casa, fora isso foi tudo normal- Falei.
   
          Continuei conversando com o Kwan, dei um jeito na minha cara, que por sinal estava horrível, ainda tinha uns 5 minutos até o professor chegar então eu fui lá fora beber água, não estava me sentindo muito bem, resolvi dar uma volta na escola para ver se melhorava. Fui beber água e senti alguém me observando, olhei para ver quem era e era a Mi Hwa, ela sempre aparece igual a um fantasma me dando susto por aí.

        -Oi Anna, como foi o seu passeio ontem, se divertiu?- Ela perguntou alegre.

        -Ah foi legal - Respondi seca.

        -Pena que a chuva atrapalhou- Ela disse e depois se deu conta do que tinha dito e tapou a boca.

        -Como você sabe que a chuva atrapalhou?- Perguntei confusa.

       -Ah, é que choveu ontem, ai eu imaginei que a chuva tivesse atrapalhado, vamos ir pra a sala, o professor já vai chegar- Ela falou puxando o meu braço para ir pra sala.

        -Não, me solta, fala logo a verdade, você não sabe nem mentir, fala logo como você sabe que eu peguei chuva- Falei com a voz um pouco alta, estava muito irritada com essa situação.

      -Ah, é que.... eu meio que.....-Mi Hwa falou.

     -FALA LOGO MERDA!- Gritei.

     -É que eu segui vocês, eu juro que foi só isso- Mi Hwa disse.

    -Mas para que você foi seguir a gente, você é uma stalker por acaso? - Falei.

     -É que foi só curiosidade mesmo, eu achei que você iria sair com a Sun e o Kwan, eu só queria ter certeza de que vocês não estavam me excluindo, eu não fiz por mal, me perdoa?- Mi Hwa pediu desculpas mas eu não tinha engolido essa história.

       -Tá bom, só não faz isso denovo- Falei dando as costas e indo para a sala e ela ficou lá parada sem se mover.

           Entrei na sala e a Sun Hee já tinha chego, sentei e contei tudo o que aconteceu ontem e agora a pouco, e eles acharam essa história da Mi Hwa muito estranha também.

        -Eu já falei para vocês que essa menina é maluca, ninguém acredita- Sun falou.

        -Anna se afasta dela, ela é muito estranha- Kwan disse.

       -Eu me afasto, mas parece que ela não desgruda, e além disso às vezes eu não quero ser grossa com ela, mas tem horas que não dá- Falei.

        O dia passou muito devagar, falei com o Dong Yul e ele disse que hoje iria comprar o livro para me dar de presente, agradeci muito a ele, mas ao mesmo tempo e sentia que não estava fazendo a coisa certa.
         As aulas acabaram e fomos embora, Kwan disse que tinha ganhado um jogo novo do pai dele e convidou eu e a Sun para ir jogar lá na sua casa hoje. Estávamos andando pela rua e o meu celular tocou, era o JB.

 Telefone on

''Oi Anna"
''Oi JB"
"Me desculpa nã ter te ligado ontem, estava muito ocupado e cansado também, mas amanhã já estou voltando"
"Não se preocupe com isso, eu entendo que você fica cansado por causa dos shows"
"Estou sentindo sua falta, queria pegar o primeiro voo e ir aí te ver"
"Eu também sinto sua falta, amanhã vamos nos ver, não fica ansioso"
"O que? ..... ah sim já estou indo, Anna eu tenho que desligar agora, foi muito bom ouvir sua voz, vou te ligar denovo, beijos"
"Tchau"

Telefone off

         Acabou a ligação e o JB mandou uma mensagem.

       ''Vou te ligar novamente mais tarde, agora estou ocupado, não fique triste, beijos"- JB 14:23.

          Passei a tarde toda na casa do Kwan jogando, fui para casa e já estava de noite, entrei e meu pai e o Eric estavam vendo TV e minha mãe na cozinha fazendo o jantar.

        -Olá família!- Falei entrando na sala e me jogando no sofá.

        -Vai com calma baleia que você não está no oceano- Eric disse rindo de mim.

       -Que que você falou seu pirralho, repete- Falei jogando a almofada na cara dele.

       - Pode parando vocês dois, eu quero ver  televisão- Meu pai falou e eu subi para o meu quarto.

          Tomei um banho e fui fazer os trabalhos da escola, estava tão cansada que deitei sem comer nada, estava dormindo quando minha mãe entrou no quarto avisando que era para mim descer para ir jantar, levantei e fiu na cozinha pegar um pedaço de bolo e um copo de suco, não estava com vontade de jantar, acabei de comer e fui dormir, amanhã seria um dia longo, teríamos apresentação de trabalho na escola e eu iria apresentar o trabalho do meu grupo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Conversem comigo
Twitter:@Annajyp
Obrigado por ler e até o próximo capítulo 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...