História Only young wolves. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Banshee, Druidas, Kanima, Lobisomem, Lobisomens, Lobos, Magia, Magos, Sobrenatural, Suspense, Teen Wolf
Exibições 47
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Eiii! Queria pedir um pequeeeeeeno favor! Você que acompanha a história, favorite e comente oque acham! Isso não te dará quase nenhum trabalho e me ajuda muitooo! Obrigado por ler e vamos a historia!

Capítulo 5 - Lua cheia


Cheguei em casa e Jean foi falar qualquer desculpa esfarrapada para a mãe dele.  A lua estava cada vez mais alta e eu estava tentando me concentrar ao máximo. Nós estávamos todos na sala e minha mãe na cozinha.

Escutei algo se aproximando e logo senti o cheiro de Jean. Ele abriu a porta e estavam com a pele escamosa, olhos amarelos e sua calda, não estava totalmente transformado, então ele falou.

-Boa noite... Cadê o Henry?

-Oi Jean, ele tá lá na sala - minha mãe disse.

-E como ele tá? - Jean perguntou.

-Não muito bem... Miguel e Lucas estão olhando ele. - Minha mãe respondeu.

Nunca tinha me controlado tanto tempo, estava extremamente difícil, mas acho que eu conseguiria me controlar.

- E ai cara! Como você tá?- Jean pergunta vindo em minha direção.

-Bem... Eu acho... - falei com a voz baixa.

-Você tá indo bem, só mais algumas horas.

-Horas?

-Sim... Henry, as garras.

Olhei para a minha mão e fiz com que as garras desaparecessem.

-Não tá fácil, eu sei...

-Cala a boca! Não tá vendo que você falando no meu ouvido não ajuda?!

-Filho... Concentre-se. - Meu pai disse

-Desculpa... -Jean falou.

-Jean, não é ele. - Meu pai falou.

-Ok... - Ele respondeu.

-Preciso beber algo... - Falei me levantando.

-Ei, deixa que eu pego... - Jean disse.

-EU quero ir pegar.

Levantei-me lentamente eu fui caminhando até a cozinha quando senti tudo girar novamente, me apoie numa mesa que tinha pelo caminho.

-Henry! - Jean gritou fazendo minha mãe meu pai e meus irmãos olharem.

-Henry olha pra mim, vamos te prender, você ainda não esta pronto. - minha mãe falou.

-ta-taboom... grrr-aaaah.

Tirei as mãos da mesa e cai ajoelhado no chão com as mãos sobre minha cabeça. Vejo tudo embaçado, escuto ruídos, são eles conversando.

 

Jean:

 

-Henry! Olha aqui! Henry! -Gritei.

Ele esta ajoelhado no chão com as mãos na cabeça, ele esta com seus dentes e garras a mostra. Ele esta lutando para não se transformar, ele começa a rosnar e todos nós tentamos o segurar.  Como a parte lobo dele é maior, nesse estado, ele é quase mais forte que todos nós. Conseguimos o segurar e o levamos ele já transformado até uma sela que tem no porão deles e o prendemos com as correntes oque conseguiu o deter, por sorte ele nõ ficou na forma de lobo.  Escutamos um rugido e saímos para ver oque era e achamos uma pessoa caída na frente da casa. Tinha marcas de mordidas profundas no pescoço e cheia de marcas de garras.  Fiquei assustado sabendo que tinha outro lobisomem na cidade, só que seu cheiro era muito forte.

-Precisamos chamar o Jonas. - Miguel falou.

-Quem? - perguntei.

-Jonas, um amigo. Ele é um emissário, ele é oque mais sabe sobre seres mitológicos. - Miguel fala novamente.

Escutamos um barulho e Miguel sai correndo junto com Jackson e eu logo vou atrás. Lucas e Nicole ficaram, acho que eles não querem deixar o Henry sem ninguém o vigiando, fomos até um certo ponto e Miguel disse:

-Era uma mulher.

-Como você sabe? - perguntei.

-Seu cheiro, é diferente.

-Não consigo distinguir.

-Você é muito novo ainda.

-Mas alguma coisa?

-Ela não tem consciência do que esta fazendo, esta matando por prazer.

-Então temos que para-la!

-Sim. Jackson! Vamos.

Voltamos para a casa deles e Henry ainda estava tentando escapar. Eu já quase não sentia a lua então decidi ir para casa. Pulei a janela vi o relógio eram 2 horas da manhã. Troquei de roupa e logo fui dormir com o máximo de cuidado para minha que minha mãe não me escutasse.

 

Henry:

Abro os olhos e estou na sela com as correntes. Sei que falhei porque a ultima coisa que lembro é de estar ajoelhado no chão e depois tudo apagou. Como toda lua cheia acontece, acho que não estou pronto.

-Mãaaaaaaaaaae! - gritei e logo vejo ela descendo as escadas.

-Não foi dessa vez filho. Vamos, você vai para escola. -disse abrindo a sela.

-Isso é sério?

-Você não pode faltar uma vez por mês na escola.

-tá bom - falei com um tom de desaponto.

-vem o café tá pronto.

Me levantei e fui até meu quarto trocar de roupa. Logo desci e tomei café da manhã. Jean chegou e então fomos para a escola.

-Oi. - Jean falou.

-Oi.

-Você tá bem?

-To, já estou acostumado a passar por isso.

-Nós estamos atrasados, corre.

Fomos pedalando o mais rápido o possível e logo chegamos.

- Oiiiiii pessoaaaaaaaas -Eliza grita como toda vez.

-Você nunca vai se cansar de ser assim? - Rick perguntou.

-Acho que sim - respondi dando uma pequena riasada.

-Pelo jeito você tá melhor. - Rick disse.

-Olha gente, meu monitor de saúde pessoal - falei fazendo todos rirem.

-Minha mãe é medica, puxei pra ela de não gostar de ver pessoas doentes. - Rick disse sério.

-Vamos animaaaaaaar genteeeee! - Eliza gritou.

-Porque estaríamos animados? Estamos na escola! - Jean falou

-Maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaas, hoje é sexta feiraaaaa! - Eliza fala extremamente alto novamente.

-Sem escândalo Eliza. - Rick fala.

O sinal bate e a aula passa muito rápido. Logo fui para casa e Jean foi comigo e vemos minha mãe e meus irmãos em volta do sofá.

-Oque tá acontecendo aqui? - perguntei com meu coração acelerdo.

Minha mãe se afasta e vejo meu mais deitado no sofá extremamente machucado, Jean fica parado olhando assustado.

-Pai! Oque aconteceu com ele?

-Ele vai ficar bem, só vai demorar um pouco. - Lucas fala.

-Jonas está vindo. - Minha mãe disse.

Logo alguém bate na porta e Jonas chega, ele é um sábio de nosso passado, descendente de uma espécie de “feiticeiro”.

-Jonas! Aqui! - falei assustado.

-Ele parece estar mal, me deem um pouco de espaço. - Jonas falou e fez uma cara preocupada.

-Oque foi?

-Oque causou isso?

-Achamos que foi um lobisomem - Jackson falou.

-Só vi isso uma vez, vocês têm que para-lo.

-Nós sabemos disso. - Jean respondeu.

-Vocês não entendem, se vocês não conseguirem o deter. Ele só vai parar quando não tiver mais nada vivo. Ele é um Hispo.


Notas Finais


Oque acharam?! Oque vocês acham de fazerem perguntas e os personagens responderem? Vou juntar algumas perguntas e depois os personagens vão responder! Coloque assim:
(Seu Nome[Ou apelido])(Nome do personagem ou dos personagens) (pergunta).

Deixe sua ideia ai nos comentários! Pode me ajudar com meu "bloqueio" criativo.

Obrigada por ter lido! Vlw e fuiii!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...