História Oops – {Jikook} - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin
Exibições 62
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!
Minha segunda fic hoje? Sim, minha segunda fic hoje, mas essa vai ser bem curtinha.
Espero que gostem, boa leitura.

Capítulo 1 - Oops, my baby, you woke up in my bed


Fanfic / Fanfiction Oops – {Jikook} - Capítulo 1 - Oops, my baby, you woke up in my bed



  A luz invadia o quarto com força total, fazendo com que Jimin ficasse incomodado com tamanha claridade em sua face. O loiro levou as mãos aos olhos, os esfregando e bocejando baixo, não queria ser retirado do sono gostoso em que se encontrava.

Piscou os olhos algumas vezes até se acostumar com os raios solares e enfim, abrir completamente os mesmo. Olha para o que havia a sua frente, notando o relógio despertador na cabeceira, marcando dez horas. Park franze o cenho estranhado tal relógio, não lembrava de possui-lo. E foi então, que tudo veio como uma pancada.

Em um movimento repentino, o garoto virou para o lado oposto, encontrando o corpo do colega de grupo repousando calmamente sobre o colchão. O que raios havia passado pela cabeça de Jimin para fazer tal coisa?

Park levantou levemente o fino lençol branco que os envolvia, ainda desacreditado de onde estava e acaba confirmado suas suspeitas ao ver que Jungkook estava nú.

Ótimo. Além de beber mais do que deveria, o loiro havia ido para a cama com seu ex-namorado. Aquele realmente seria o pior dia da sua vida.

— Jimin?

A voz de Jeon invadiu a cabeça do mais velho, que estava o fitando ainda em choque. O loiro desviou sua atenção para o moreno que agora o encarava sorridente, a espera de uma reação tão animada quanto a sua vinda do amado. Mas, não era isso que Jimin o daria.

— Jungkook, eu enchi a cara, isso não significou nada. Agora, me esquece e esquece qualquer coisa que tenhamos feito ontem.

O mais baixo se levantou da cama, irritado, buscando suas peças de roupa no chão com o olhar e assim que as achou, tratou de pegar uma por uma, tentando sair do cubículo em que se encontrava o mais rápido possível.

— Espera, Jimin!

O ego do maknae estava ferido por ter ouvido do outro que deveria esquecer a noite maravilhosa que ambos haviam tido no dia anterior, todavia não poderia deixar que ele saísse assim. Não, uma vez que o moreno havia se esforçado um mês inteiro para conseguir se reaproximar novamente do garoto.

Em um movimento rápido, o mais novo se levantou da cama, segurando o pulso do loiro e o impedindo de continuar o que fazia. Park por sua vez, se virou para o moreno, o encarando com a mesma expressão de antes.

— Jeon, eu já deixei as coisas bem claras, acabou.

Jimin disse de forma seca, não poderia se render novamente aos encantos do seu dongsae. O loiro poderia ser tudo, menos burro. Jamais voltaria a ser corno.

— ChimChim, eu sei que você quer voltar tanto quanto eu, para com isso, por favor.

O mais novo continuo a insistir, entretanto tudo o que recebeu de volta foi um leve empurrão para se afastar e um olhar mais enfurecido ainda. Jimin realmente não aparentava ser o mesmo garoto de ontem, o qual implorou por seus lábios e pediu-lhe para ir mais fundo.

— Acabou, Jeon Jungkook. Acabou.

Foi pronunciado uma última vez de forma ríspida, antes do Hyung deixar o quarto, batendo a porta com força. Jeon sentiu o coração se apertar no peito, mesmo assim, não desistiria. Havia levado tanto tempo, tantos erros para finalmente aprender que amava Jimin com todas as suas forças que não poderia entregar o jogo, antes mesmo de começar.


[...]


A cabeça do loiro latejava de dor da pior forma possível, arrancando pequenos xingamentos de seus lábios e o fazendo massagear as têmporas de uma forma impulsiva.

Ressaca era algo que ele definitivamente abominava. Para Jimin, essa sempre foi a pior parte das festas, acordar no dia seguinte, se sentindo completamente aleatório e anestesiado de dor em alguns pequenos pontos no seu corpo.

— Toma isso, vai ajudar.

Park abriu os olhos, logo dando de cara com Seokjin a sua frente, estendendo uma cartela de comprimidos em sua direção. Com um mínimo sorriso e uma expressão aliviada, o menor aceitou de bom grado o remédio, se levantando do banco em que se encontrava e se pondo a caminho da pia para enfim, tomar a droga.

— Pelo jeito, a noite ontem foi longa...

O dono das madeixas rosadas comentou, ainda acompanhando o loiro com o olhar enquanto, o mesmo tomava o copo de água.

— Nem me lembre, quero esquecer aquilo pelo resto da vida.

Jimin suspirou, deixando o copo de lado e indo para a sala, aonde provavelmente teria que esperar pelo resto do grupo. Hoje eles decidiram os detalhes do novo álbum e possivelmente os pares de cada dueto do cd.

Taehyung havia surgido com essa idéia desde o lançamento do álbum anterior e fez de tudo para que os outros membros aprovassem sua idéia. O que no final, acabou dando certo.

— Já estão todos aqui?

O líder questionou, sentado no sofá e olhando em volta para confirmar se os outros seis estavam ali. Tudo parecia bem, até o platinado notar que ainda faltava o mais novo dentre todos.

Antes que pudesse falar algo, o moreno adentrou a sala de forma corrida, se sentando no único lugar vago, que por ironia, era ao lado de Jimin.

— Me desculpem, Hyungs.

Os mais velhos apenas aceitaram o pedido, voltando novamente a atenção para Namjoon, que possivelmente começaria a explicar o que tinha em mente para o álbum.

— Então, pessoal, pensei em já montarmos as duplas para decidir qual tipo de música cada um ira querer fazer.

Rap Monster sugeriu, recebendo alguns “pode ser” como resposta e logo, prosseguiu com a idéia, pegando a pequena sacola que havia posto o nome de todos os membros para sortea-los.

Taehyung como era de se esperar, se voluntariou a retirar os pedaços de papel e lê-los em voz alta. O platinado balançou a sacola por três vezes, calmamente, fazendo os papéis se misturarem bem e assim que achou que estava suficiente, abriu a boca da sacola, deixando para o ruivo colocar a mão.

A sala estava em um completo silêncio, enquanto todos os seis ansiavam saber seus pares, com exceção de Jimin, que parecia mais importado com sua dor de cabeça do que com tudo no momento.

— Jimin e...

Logo, o primeiro nome foi revelado, fazendo o loiro enfim, se interessar pelo que acontecia a sua volta.

— Jungkook.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...