História Open bar - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christopher Uckermann, Dulce María
Personagens Christopher Uckermann, Dulce Maria
Tags Vondy
Exibições 65
Palavras 1.091
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi,voltei :)

Capítulo 63 - Contra parede


Dulce

 —Dulce você acha que é seguro eu andar por aqui com a louca da minha mãe por aí?—Luke me perguntou preocupado,dava para vê o medo estampado no rostinho dele.

—Seu pai não tomaria essa decisão se não fosse seguro Luke,você não precisa se preocupar.—Beijei a bochecha dele e o abracei.

—Obrigado,estou me sentido bem melhor,mas acho que ainda preciso de mais um beijo desse lado aqui,para equilibrar tudo!—Ele apontou para a bochecha esquerda dele e eu o beijei.—Agora sim,está tudo certinho—Luke é muito brincalhão e eu amo isso nele,apesar dos problemas todos ele não se deixa abater,mas eu sei que ele sofre,às vezes acho que ele usa às brincadeiras como uma máscara e isso não é nada bom.

—Sempre que precisar de beijos é só me procurar.—Pisquei pra ele que corou.

—Pode deixar.—Luke sorriu envergonhado e começou a mexer na camisa que ele vestia.

—Será que meu pai vai se importa de amanhã ir compra roupas novas pra mim?Estou necessitado!—Luke fez uma careta de desaprovação,pareci a mesma que Bella fazia quando eu a obrigava a comer verduras.

—Ele não vai se importa Luke,porque você não vai falar agora com ele?Aposto que ele vai ficar animado em sair com você pra compra roupas—Luke ficou pensativo por um tempo e depois assentiu.

—Dulce não se desespere,ok? —Olhei pra ele sem entender nada,mas se tratando de Luke lá vem gracinha— Eu sei que você vai sentir muito a minha falta,mas eu tenho que ir encontra meu pai,daqui a pouco eu volto para você!—Ele piscou pra mim e saiu,Luke é uma figura.

 —Esse garoto é igualzinho o pai dele—Yan disse rindo,eu sorri ta ele e olhei par os pequenos que brincavam distraídos.

—Senhora Dulce,telefone do Open bar para a senhora!—Será que aconteceu alguma coisa?Chris e Mai geralmente ligam somente para meu celular.

—Obrigada Marisa.

—Não é nada senhora Dulce—Corri até o telefone,preocupada com seja lá o que aconteceu.

—Alô?—Escutei pessoas falando alto e um murmurinho danado.

—Dulce ainda bem que você atendeu,liguei para seu celular mais só dava na caixa de mensagens.—Chris falou com a voz ofegante.

—O que aconteceu Chris?—Perguntei preocupada.

—Seu pai veio aqui,perguntou por você e quando eu recusei dizer onde você estava ele me deu um soco,disse que não iria sossegar enquanto não te encontrasse.Resolvi te avisar porque o cara parecia realmente determinado a te encontrar; fiquei muito preocupado.—O que será que ele quer comigo?

—Ele ligou pra mim,mas eu não atendi;realmente não sei o que ele quer comigo e não estou interessada em saber!—Fechei os olhos e encostei a testa na parede me sentindo exausta.

—Eu sei,por isso recomendo que você contrate um segurança;é muito perigoso você andar sozinha por aí.—Isso não vai ser problema,aqui segurança é o que não falta!

—Obrigada Chris,eu prometo que vou tomar cuidado e muito obrigada por ter me avisado,aprecio muito sua preocupação com minha segurança.

—Não tem que me agradecer,me preocupo muito com você e com a Cela, nos conhecemos desde sempre,vocês já são como minhas irmãs,sem dizer que eu amo vocês!—Chris sempre cuidando de mim,amo tanto esse meu amigo.

—Também te amo,você sempre esteve comigo nas horas mais difíceis e se tornou um irmão pra mim;obrigado por tudo.

—Eu já disse que não precisa agradecer gatinha,agora tenho que ir,Mai disse que vai cuidar de mim;tenho que aproveitar a chance,beijo e até amanhã!—O telefone ficou mudo e eu fechei os olhos morrendo de preocupação,o que será que aquele homem quer comigo?

—Mamãe o Tony tá com soninho,conta uma histolinha pla nós?

—Claro que a mamãe conta princesa,vem pequenos vamos para meu quarto.—Peguei a mãozinhas dos dois e fomos em direção ao nosso quarto,acho que isso irá fazer eu tirar essa história louca do meu pai,da cabeça!

     

                                                  |...|

 

                                            Christopher

—Eu não sei Paola....Claro que eu vou fazer....Lógico Paola se aquele garoto tiver o mesmo sangue que o meu, eu vou querer ele junto comigo e com minha família....Mais é claro,por isso que eu te liguei para você providência tudo....Obrigado,sabia que podia contar contigo....tudo bem,vou providenciar isso fique tranquila....claro que eu não vou fazer nada contra lei....não....pode deixar que a avó de Isabella está totalmente fora de perigo....jamais iria ameaçar uma senhorinha...pode deixar....aguardo sua resposta ansioso....tchau!—Me joguei na minha cadeira e fechei os olhos,toda essa confusão me deixou com uma dor de cabeça infernal.Droga!     Tudo que eu só queria agora,era curtir minha família,mas pelo que parece isso vai ter que esperar.

—Vai contando logo porque você está escondendo da Dulce que aquele garoto é o seu filho!—Olhei para a porta e vi Luke,ele tinha uma cara de poucos amigos,caralho ele escutou tudo!

—O que?Do que você está falando filho?—Me sentei direito na minha cadeira e esperei ele se acomodar na minha frente.

—Porque você não conta pra Dulce que Tony é o seu filho?Pra quem é problemático você sabe se distrair bem em?Primeiro eu era o filho que você escondia,depois descobriu a Bella agora o Tony?Quantos filhos você tem escondido por aí?—O que?Como ele pode achar que é o Tony?Eu nem citei nomes.

—Do que você está falando Luke?Não estou entendendo.

—Não se faça de imbecil,você sabe muito bem do que eu estou falando,não tente me passar pra trás,eu te conheço cara.Além disso eu escutei você conversando com uma tal de Paola,aposto que Dulce vai detestar se eu contar pra ela que escutei você ter uma conversa bem intima com uma mulher!—Ele não seria capaz?Seria?

—Para de falar bobagens,eu  realmente não sei do que você está falando.—Encarei Luke por alguns instantes,o garoto tinha um olhar firme e não desviava do meu de jeito algum;eu espero mesmo que minhas suspeitas estejam erradas se não Luke vai me infernizar.

—Já que você não sabe,com licença vou perguntar a Dulce o que ela acha dessa situação!—Puta merda,esse moleque sabe jogar!

—Você joga sujo Luke,não o Tony não é o meu filho;Está satisfeito?

—Não,só vou ficar satisfeito depois  de ter algo nas mão que me prove isso,quero um teste de DNA,é isso aí,quero um teste de DNA!—Droga,se eu não abri o jogo com Luke agora ele não vai me deixar em paz!

—Tudo bem,vou te contar tudo mais só se você me prometer que não vai contar nada para a Dulce!—Luke ficou me olhando por um tempo meio relutante.

—Tudo bem eu prometo,mais só se você não demorar a contar pra ela seja lá o que você vai me contar!—Esse garoto é duro na queda.

—Eu prometo!


Notas Finais


Christopher está ferrado com o Luke kkkkkk
Gente quero pedir desculpa pela demora,mais acontece que estou com um bloqueio criativo horrível eu realmente não sei mais o que fazer em relação a isso,já tem tudo pra relaxar e deixa a mente bem arejada mais não tá rolando.
Espero que tenham gostado do capitulo,tei dar o meu melhor aqui.
Boa leitura neñas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...