História Open bar - Capítulo 64


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christopher Uckermann, Dulce María
Personagens Christopher Uckermann, Dulce Maria
Tags Vondy
Exibições 83
Palavras 1.639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 64 - Eu te amo bebê


                                    Christopher

Depois de eu conseguir segurar Luke com toda a história a respeito de Tony,eu procurei por Yan,preciso resolver um assunto bem cedo amanhã de manhã;e eu preciso que ele venha comigo!

—YAN!—Bati na porta do quarto dele.—Cara você está aí?Eu preciso falar contigo urgente!—Eu respirei fundo e encostei a testa na parede,tenho que falar com esse cara,hoje.

—Já vai cara—A porta do quarto abriu e Yan apareceu só de toalha;puta que pariu eu espero que Cela não esteja aí.

—Cara você está com minha irmã aí?—Yan sorriu negando,graças a Deus!

—Entra aí, e fala o que aconteceu.—Eu entrei e fechei a porta do quarto dele.

—Amanhã eu preciso resolve uma parada urgente,e você tem que vir comigo,preciso que ligue para aquele seu contato e arrume um carro;vamos ter que agir como ninjas dude,ninguém pode desconfiar o que vamos fazer—Yan assentiu confuso.

—Vamos sequestrar ou matar alguém?—O que?Da onde esse cara tirou isso?

—Claro que não,só vamos da um susto na avó da Isabella;aquela velha louca não quer de jeito nenhum abrir mão da Isa,eu não vou ficar de braços cruzados enquanto uma mulherzinha aparece do nada e tenta tirar minha filha de mim!—Passei às mãos pelos meus cabelos exasperado,ninguém vai tirar minha filha de mim!

—Pode contar comigo,antes que eu esqueça cara Dom Diego ligou e avisou que semana que vem estará chegando aqui—O que?Mas o que esse maldito quer tanto vindo aqui?

—Que saco,esse cara quer o que comigo?

—Com você nada,ele quer é a Dulce e fez o favor de deixar isso bem explícito,pediu para mim avisar “Dulce” que eles vão jantar na casa dele.—Casa dele,ele só pode está ficando louco.

—Nem por cima do meu cadáver, não vou deixar Dulce sozinha com aquele cara!

—Acho bom você abrir o olho,ele está rondando a Dulce, algo me diz que da parte dele tem muito mais que uma simples amizade.

—Caralho,pra que eu fui me envolver com a filha daquele maluco?Agora aquele imbecil não deixa minha mulher em paz!—Me joguei na cama de Yan e respirei fundo.

—Então é serio mesmo?Você e Dulce não é mais farsa?—Yan se sentou na poltrona em frente a cama e me encarou.

—Não,acho que nunca foi.—Me sentei na cama e olhei pra ele.—Ela está esperando um filho meu cara e eu a amo de verdade.—Yan concordou.

—Ainda bem que você percebeu,estou feliz pra caralho por vocês dois.Eu sei que você precisava disso amigo,uma mulher que te ame e ame seus filhos.—Yan bateu no meu ombro.—Agora que você já sabe que a ama,você bem que poderia se casar de verdade com ela.—Olhei pra ele confuso,Yan só pode está doidão,eu já sou casado com Dul.

—Yan já somos casados,esqueceu—Ele olhou pra mim e deu uma gargalhada baixa.

—Não foi isso que o Juiz de paz que você contratou disse,ele me ligou enquanto vocês estavam fora e contou que não deu pra oficializar os votos de vocês.Cara você achou mesmo que o cara iria conseguir fazer isso em apenas um dia?Mano,às vezes você me surpreende.—Respirei fundo e esfreguei meu rosto,como já não fosse problema o suficiente,a suspeita com Tony,o problema com a avó de Bella,Luke duvidando de mim a todo tempo,eu ainda não sou casado com minha pequena,que porra!

—Não conta isso pra Dulce,eu vou dar um jeito.—Yan assentiu e ficamos calados por um tempo,até eu quebrar o silêncio.—Como é que está indo às coisas em Vegas?—Yan fez um gesto de mais ou menos com a mão e eu não me surpreendi,sempre que não estou lá a coisa desanda.

—Ainda bem que você tocou nesse assunto,lembra do Jonny Martinez?—Yan me entregou um copo com Whisky e se sentou de frente pra mim.

—Lembro vagamente,o que tem ele?

—Ele quer compra o cassino e a casa de stripper,ele pediu pra mim marca uma reunião contigo para tratar de negócios.—Eu nem lembrava disso,se a Dul descobri que eu tenho uma casa de Stripper ela não irá gostar nada disso.Mas eu também não posso me livrar daquela droga agora,tenho planos importante pra ela.—Hum...—Yan chamou minha atenção enquanto terminava de beber o Whisky.—lembra daquele tal de Anselmo que você odeia?—Eu assenti e respirei fundo,nada tira da minha cabeça que aquele cara quer a minha mulher.—ele me ligou ainda pouco,disse que o pai de Dulce está rondado a cidade inteira atrás dela,ninguém sabe o que ele quer com ela,achei bom te avisar,Dul já sabe,Christian ligou pra ela e contou..—Como já não bastasse a porra da Melinda saber que Dul está grávida,ainda tem esse panaca atrás dela.Puta que pariu.

—Contrate mais seguranças e redobre a segurança de Dulce,amanhã de manhã vamos descobri o que esse cara quer com minha mulher,depois vamos atrás da avó de Bella.—Virei o copo de Whisky,coloquei em cima da mesinha,respirei fundo e fui vê a mulher da minha vida.

                                             Dulce

—Amor—Christopher sussurrou meu nome,e me deu um selinho,seu aroma era de puro Whisky e Acqua di Gio Giorgio Armani,uma das fragancias favoritas dele.—Tudo bem,vou deixar você dormi.—Continuei de olhos fechados,porque eu realmente estava muito cansada pra conversa com ele agora.Christopher ficou em silêncio e eu senti minha camisola ser erguida até a altura da minha barriga.—A mamãe está muito cansada pra conversa comigo,então vou conversa com você pequeno,como vai aí dentro campeão?—Eu estava com tanto sono,que achei que eu estava tendo um sonho,imaginando Christopher conversando com nosso bebê.—Aposto que está bem quentinho e você deve está se divertindo com todo esse espaço,mais não se iluda,logo esse espaço vai ficar pequeno,aí dentro é quase como um labirinto que às paredes vão se fechando a medida que você cresce e aí,quando não tiver para onde correr e você ficar totalmente encurralado,você sai daí pra dar a maior alegria do mundo,pra mim e sua mãe.—Senti um beijo no meu umbigo e tive a certeza que aquilo não era um sonho,mesmo com às pálpebras muito pesadas de sono,eu abri os olhos e o vi ajoelhado ao lado da cama acariciando meu abdômen.—Fico imaginando com quem você vai parecer quando nascer,espero que pareça a sua mãe,já mencionei que ela é linda?É isso aí pequeno,sua mãe é linda e o papai aqui só tem olhos pra ela,desde do dia que eu soube que você estava aqui...—Christopher acariciou minha barriga e deu um sorriso orgulhoso.—eu me pego imaginando com quem você vai parecer,espero que puxe a personalidade da sua mãe,ela é muito pura e generosa,sempre podemos contar com ela...—Ele colocou a mão na boca como fosse contar um segredo para nosso bebê.—não conta pra ela,mais ela é bem brava também,depois eu conto como ela era briguenta na escola e como ela me defendia.—Meus olhos já estavam marejados,mas tentei me conter,não queria perder nenhum momento de Christopher conversando com nosso filho.—Acho que chega de conversa né?Você tem que dormi e descansar bem para vim forte e saudável,eu mau vejo a hora de pegar você no colo e sentir o calor do seu minúsculo corpo sobre o meu,eu te amo bebê,boa noite e sonhe com os anjinhos.—Christopher beijou minha barriga novamente e eu não consegui segurar o soluço,os olhos dele encontram os meus e eu pude vê o brilho de felicidade que eles transmitiam,ele abriu um sorriso contagiante pra mim e se aproximou do meu rosto.

—Isso foi tão lindo...—Coloquei a mão na boca,para tentar conter os soluços para não acorda ás crianças que dormiam do meu lado.

—Mais minha mulher está muito chorona.—Sorri entre às lágrimas,e o senti beijar cada uma delas e depois depositar um beijo nos meus lábios.—Eu te amo sabia?—Me sentei na cama e o fiz sentar na minha frente,ele secou minhas lágrimas e eu consegui conter meu choro.

—Eu sei,é muito difícil não me amar!—Brinquei com ele que jogou a cabeça pra trás com um risada gostosa.

—Tão linda e modesta.—Ele sorriu pra mim e olhou para às crianças.—Eles estão dormindo a muito tempo?—Neguei,mais Christopher não viu,se debruçou sobre Bella e pegou o livro que estava entre ela e Tony e sorriu,parecia perdido em lembranças.—Os três porquinhos, parece até que foi ontem que Luke me pedia para contar essa história a ele,era sua história favorita,eu adorava me sentar na cadeira de balanço do quarto dele o colocar no meu colo e contar a história até ele pegar no sono.Às vezes me pergunto se um dia ele vai voltar a gostar de mim como antes—Arrumei minha camisola e me sentei no colo dele,Christopher parecia tão venerável.

—Não fala besteira amor,Luke te ama,da pra vê o olhar de adoração que ele dar pra você quando ninguém está olhando.—Beijei a bochecha dele e deitei em seu peito.—Ele conversou com você?—Christopher me afastou um pouco e me olhou meio receoso,não gostei nada desse olhar dele.

—Comigo?Sobre o que?

—Ele quer roupas novas,falei pra ele ir conversa com você,mais ele parecia meio hesitante,mais foi atrás de você pra conversa sobre isso.—Christopher assentiu meio pensativo e suspirou.—ele não falou com você?

—Sim,mais acabamos meio que nos desentendendo,mas amanhã quando ele tiver mais calmo,conversamos direito.—Eu concordei e voltei a me encosta no peito dele.

—Amor?—Eu me afastei dele novamente e olhei pra ele,ficamos em silêncio só sentindo os batimentos cardíacos um do outro,até uma pergunta surgi na minha cabeça.

—O que foi?—Ele perguntou,enquanto acariciava minha barriga.

—Sei que já conversamos sobre o seu desaparecimento e tudo,mais tem uma coisa que não sai da minha cabeça...—Os olhos dele encontraram o meu meio confusos.—Se eu não tivesse encontrado a foto de Luke e descoberto tudo,você iria voltar pra casa e me contar tudo?Ou eu nunca iria saber da existência de Luke?


Notas Finais


Só tenho uma coisa a dizer do Christopher,OWTH que coisa mais meiga.
O que vcs acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...