História Open Your Eyes - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 196
Palavras 3.077
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


LEEEIAAAM PLS~

Olá meus pimpolhos
Bem, apenas vou confirmar que... Sim. Esse é o ÚLTIMO capitulo da história. E acreditem, meu coração dói ao dizer isso.
Mas... Vamos ao ponto:
Eu ainda NÃO vou colocar o status "Terminada" pois ainda vamos ter os capítulos extra!

Ok, é isso :'')
Dei o melhor de mim nesse capítulo, mas não sei se ficou bom...
Espero que gostem e boa leitura!!!

Capítulo 28 - Abra Seus Olhos


Fanfic / Fanfiction Open Your Eyes - Capítulo 28 - Abra Seus Olhos

Os meses se passam em um piscar de olhos. O tempo é rápido e ligeiro. Se não se atentar, será surpreendido e deixado para trás... Agora já era dezembro.
As ruas repletas de enfeites e luzes coloridas, que se contrastavam entre a neve puramente branca que cobria as ruas, árvores e moradias. Aquele clima friozinho que carregava um ar fresco de aroma umidecido. As lojas decoradas e repletas de clientes que buscavam pelos utensilios certos para presentear aqueles que eram significantes em suas vidas. Os bairros todos movimentados.

O ultimo dia de aula ja se passara. Jimin e Jungkook comemoravam por terem passado de ano. Suas notas estavam incrivelmente boas, o que era de se esperar do mais novo... Mas, para o mais velho, fora uma conquista e tanto. E foi algo que não teria sido possível sem a ajuda de seu namorado.
Ah... O que seria de si sem aquele Jeon? Além de fiel amigo  e paixão, era seu anjo da guarda, seu porto seguro e sua luz. O castanho nem conseguia imaginar o que faria se não tivesse conhecido o moreno. Todo simples dia ele se encontrava agradecendo mentalmente pela existencia de seu dongsaeng.

Lee Daeseok nunca mais ousou provocá-los. Jae Hyoon e seu bando mantinham uma grande distancia do casal. Cômico, não?

Bem...

Mas os estudos não acabaram. Desde agora, os garotos se preparavam para uma prova em uma faculdade para concorrerem a uma bolsa de estudos. Pretendiam livrar os pais de Jungkook das despesas que causavam, assim passando a morar no proprio campus. E claro, dar-lhes orgulho.

Os Jeon foram a familia que Jimin sempre desejou. O acolheram e se encarregaram de todo o trabalho sem nunca reclamarem um unico dia! Ele os devia tanto...

Falando sobre isso, falemos sobre a familia Park....
Jimin nunca mais ouvira falar deles. Não buscaram lhe procurar um unico dia sequer.
Se surpreendeu, mas nem tanto, ao descobrir (atraves de vizinhos e conhecidos) que seus pais haviam se separarado. Sua mãe continuava na mesma casa. Já seu pai... Mudou de cidade.
Parece que ao ir embora as relações acabaram tendo uma reviravolta. Mas bem, ele não se importava. A vida daquelas pessoas já não lhe interessavam mais.

Era noite de Natal. Toda a família Jeon estava reunida. Parentes que o baixinho castanho nunca havia conhecido estavam reunidos naquela aconchegante casa. Era uma família abençoada, todos receberam o relacionamento de Jungkook e Jimin de braços abertos. Inclusive, o casal foi extremamente bajulado e parabenizado quase que a noite inteira.
Foram também convidados Jin, Namjoon, Yoongi, Hoseok e Taehyung, que chegaram um pouco mais tarde, mas afinal, também tinham suas familias, mas não deixaram de comparecer.

Conversavam, riam, se divertiam. O hyung se sentia em casa ali, como se ele sempre pertencesse a esse lugar... Só não desejava por isso porque senão seu namorado passaria a ser um parente seu, e isso não seria nada bom.

Compartilhavam uma ceia deliciosa. A senhora Jeon caprichou em cem porcento naquela refeição. Estava tudo extremamente delicioso.
No final da noite, todos presentearam-se. O grande destaque novamente foi dado ao casal. O Park comprou através de seus próprios fundos um par de alianças foliadas a ouro branco para seu amado, as suas fajutas já estavam velhas... O presente ainda foi acompanhado de uma declaração que jamais seria esquecida...

"Não estou a nem um porcento do ponto e dignidade para merecer isso tudo. Você apareceu em minha vida tão de repente, foi uma amizade tão espontanea... Jamais esperaria que alguem com quem limpei um auditório após uma confusão seria o amor da minha vida. Sempre presente, fazendo de tudo por mim... Espero um dia ser capaz de retribuir tudo que você me deu e me proporcionou. Você salvou minha vida, e o mínimo que posso fazer, Jeon Jungkook, é prometer sempre te amar de forma intensa e verdadeira até os fins dos tempos. Foi você quem eu escolhi, e agradeço imensamente por você também ter me escolhido, ainda mais depois de tudo. Conte comigo para tudo. Quero passar o resto da minha vida contigo, estou disposto a qualquer coisa se for por você... Bem, não sou bom com palavras então... Eu te amo!"

O dongsaeng ficou extremamente animado, e emocionado. Assim como toda a sua família. Provavelmente nunca se viu tantas pessoas chorarem em uma unica casa.
Conversaram e brincaram mais um pouco até que se despedissem e seguissem todas as visitas para suas respectivas casas e destinos.
Foi uma noite e tanto...

(...)

Tudo ja estava devidamenre arrumado e todos ja estavam em seus quartos. Eram cerca de 2:36 da manhã. Todos naquela casa estavam cansados, porém satisfeitos e com seus corações ternos.

Jimin e Jungkook se preparavam para poderem ir dormir. O baixinho organizava a cama enquanto o mais alto trocava de roupa.

O castanho arrumava os lençois mas teve sua atenção tomada ao ver o moreno se despir em sua frente.

- Jungkook, mas o que é isso?

- Ué Jimin. Não era você quem tanto diz "não tem por que se envergonhar"? - Provocou enquanto retirava sua camisa

O hyung riu soprado e mordeu seu lábio inferior ao se aproximar do namorado. Abraçou-lhe por trás, ficando ligeiramente na ponta dos pés apoiando seu queixo no ombro do mais novo.

- Sabe, Jungkook... Eu quero outro presente hoje... - Falou aproximando ainda mais seus corpos e mordendo o pescoço do dongsaeng fazendo-o arfar

- Ah é? ... E o que você quer? - Perguntou se virando para poder encarar o companheiro

- O que eu quero? - Sorriu de lado enlaçando a cintura do moreno e empurrando-o na cama, logo debruçando-se em cima do mesmo - Eu quero você... - Falou em um sussurro logo deixando uma mordidinha no lóbulo da orelha do garoto.

Em questão de segundos já tinham seus lábios encaixados.. Trocavam um beijo apaixonado e afoito. As mãos do baixinho se aventuravam pelo tronco ja desnudo e de pele macia do mais alto enquanto o mesmo ia tirando sua camisa.
Jimin ergueu-se para facilitar o processo e logo se livrou daquela vestimenta.
Voltou a encaixar-se entre as pernas do dongsaeng e a beijá-lo. Suas linguas se acariciavam de forma provocante, e suas ereções recem formadas se roçavam deliciosamente. O tecido de suas calças ja os irritava.

O castanho deixou os lábios macios do moreno para então distribuir beijos e chupões que desciam desde seu pescoço até seu peitoral. Deslizou sua lingua lentamente pela pele alva de seus peitos até alcançar a barriga definida, onde deixou diversas mordidas desde o inicio até o fim daquele pedaço. O mais novo arqueava sua coluna diversas vezes.

As mãos pequenas enlaçaram seus dedos na barra da calça do mais alto, movimentando-se até o botão e logo desencaixando-o para então remover aquela peça. À medida que o Park ia a retirando, massageava as coxas do Jeon e deixava diversos selares nas mesmas, fazendo com que o mesmo liberasse suspiros e gemidos baixinhos.

A esse ponto, a calça ja estava no outro lado do quarto. O baixinho sorriu travesso ao ter uma visão nítida de todo aquele corpo que tanto lhe encantava. Sempre tudo era como a primeira vez.

- Ah... Você é tão lindo Kookie... - Murmurou com suas iris contraídas, dominadas por prazer

O moreno se levantou e agarrou o torso do namorado, virando-o e agora deixando-o por baixo de si. Sorriu ao ver o olhar surpreso do mesmo e começou a chupar cada centimetro de pele daquele corpo. Poder ouvir os gemidos de seu hyung com certeza estava entre as melhores sensações. Seus lábios e lingua molhados eram ligeiros e pareciam saber perfeitamente o que fazer. O mais velho já estava enlouquecendo.

Jungkook sem demora removeu a calça de Park. Subiu suas mãos desde as canelas até as coxas e virilhas do namorado, com um toque firme que apertava cada pedacinho que alcançava, deixando uma massagem gostosa perto da intimidade do hyung, o que só serviu para excitar-lhe ainda mais

- O-Ohhh Jungkook... - Falava manhoso se deliciando com cada toque

O mais novo mordeu seu lábio e voltou a subir sob o parceiro. Colocou suas pernas uma de cada lado do corpo do mesmo e sentou sobre seus quadris. Podia sentir perfeitamente a ereção do baixinho em suas nadegas. Sorriu e iniciou um rebolado deliciosamente provocante naquela região. Era torturante para ambos, mas ele estava determinado a proporcionar todo o prazer possivel naquela noite. Madrugada, para ser mais especifico.

Jimin gemia como um louco. Aquilo ja estava sendo demais para sua sanidade suportar. Ergueu seus braços na intensão de segurar na cintura de Jeon mas foi impedido pelas mãos do mesmo, que prenderam-nos, impedindo o garoto de tocar o namorado.
Franziu o cenho em reprovação e recebeu um olhar malicioso do moreno como resposta. Não podia negar, estava adorando aquele lado do garoto mais do que devia. Apesar da imensa vontade de ter a pele dele em seus dedos, de poder senti-lo mais, se entregou completamente.
A cada rebolada eles ficavam mais duros.

Ao cansar-se daquele movimento repetitivo, o dongsaeng levantou-se e começou a remover a box do castanho. Seu membro ja estava completamente demarcado no tecido.

Descia a peça lentamente pelas coxas fartas e definidas até chegar ao fim e poder jogá-la longe, e então, retirou a sua própria box.

- Fique quietinho - Falou em um tom de voz rouco e sexy quando Jimin tentou se mover. O castanho apenas sorriu sacana e obedeceu. Era extremamente gostoso vê-lo a sua mercê.

Subiu de volta em seu colo e começou a esfregar seus membros. O pré-gozo de Park ja era expelido em abundância.

Jeon começou uma masturbação lenta com sua mão no pênis do namorado, espalhando o líquido pegajoso por toda a extensão de seu falo. O baixinho ja gemia sofrego.

Ao ter todo aquele sexo lubrificado naturalmente, o moreno posicionou-se corretamente e começou a sentar-se no mesmo.
A medida que era penetrado, ambos os garotos gemiam cada vez mais. Agora Jimin ja estava completamente dentro do mais alto. Não havia um centimetro sequer de fora.

Jeon se apoiava com suas mãos no peitoral de Park ofegante. Esperou até que seu interior se acostumasse com aquela invasão e então começou a se movimentar. Subia lentamente e descia mais lentamente ainda.
E não era por dor nem nada, mas sim, para pura provocação.

- Jungkook... Jung- Hmmm.. Jungkook - O hyung chamava em meio a gemidos. O moreno ainda era tão fodidamente apertado. Estava ficando louco e os movimentos devagares estavam extremamente torturosos

- Ah....O que foi.... Jiminnie... ? - Fazia questão de alfineta-lo continuando no mesmo ritmo

- Argh... P-Pare com isso...

- Hm? O que v-você quer?

- Anda mais rapido antes que eu mesmo faça isso! Não estou aguentando mais! - Finalmente falou firme e liberou um gemido que mais se assemelhava a um rosnado arrastado ao fim de sua fala.

O dongsaeng riu soprado e começou a acelerar seus movimentos. Quicava cada vez mais rapido e mais forte.
A cada descida obtia um ponto sensivel atingido e começara a gemer mais alto.
O mais velho finalmente fixou uma suas mãos na cintura do moreno. Seus dedos firmes chegavam a permitir que suas unhas o arranhassem. Seu quadril se movimentava ajudando na penetração. Levou sua outra mão ao pênis do mais novo e iniciou uma masturbação rapida. O quarto era preenchido pelo ruído de suas peles se chocando e seus gemidos altos.

- J-Jimin-ah... Eu vou... Eu vou... AAAAH - Mal pode terminar sua fala pois foi interrompido pelo próprio gemido ao chegar ao seu apice e melar seu proprio abdomem e o de seu namorado com seu gozo.

Foi questão de segundos até o castanho também chegar ao seu limite. Preencheu todo o interior do mais novo com seu esperma liberando um gemido alto e prolongado de suas cordas vocais.

Ficaram um bom tempo imoveis e ofegantes. Suas peles brilhando devido à fina camada de suor. Seus peitorais subindo e descendo freneticamente devido à respiração desregulada.

O hyung puxou o parceiro para outro beijo e foi virando-o aos poucos até estar por cima novamente. Colou seus corpos e começou a ondular suas costas esfregando sua intimidade na de Jeon. O moreno logo entrelaçou suas pernas em volta da cintura do baixinho. Suas ereções voltavam a se reconstituir.

- Eu não me canso de você... - Murmurava o Park em meio aos beijos estalados que compartilhavam

- Pois então vá até se cansar... - Respondeu mordendo o lábio inferior do castanho e puxando-o entre seus dentes

Aquilo já fora mais que suficiente para voltar a deixar o garoto completamente duro.

Suas mãos exploravam cada milimetro dos corpos um do outro com maestria. Tocando todos os pontos sensiveis conhecidos e descobrindo novos pontos. Eles eram uma perdição um ao outro.

O mais velho firmou suas mãos no quadril do mais novo e ergueu-o suavemente para poder facilitar o acesso. Afastou as nadegas macias de Jeon e começou a roçar sua glande na entrada melada do mesmo.

- Ah ChimChim... Anda logo

- Parece que o jogo virou, hm? - Lambericou os lábios enquanto o outro resmungava - Sinta-se agradecido pelo fato de que não consigo resistir a você - Falou e então adentrou-o por completo sem aviso prévio, levando o garoto alto a urrar contorcendo-se - Acho que você merece um castigo...

- Ah... é.... É? - Falava pausadamente em meio a lufadas de ar

- É - Respondeu simples e começou a estocá-lo fortemente, rapidamente e precisamente, novamente masturbando o moreno na mesma velocidade que suas estocadas.

Seus corpos produziam estalos altos a cada choque, a cama rangia a cada movimento e suas cordas vocais liberavam grunhidos cada vez mais escandalosos.
Já nao existia mais sanidade. Não naquele lugar.

As mãos do moreno arranhavam toda a extensão das costas do castanho enquanto mordia a pele de seu pescoço. Descansou seus dedos no traseiro farto do mais velho mas logo apertou-o fortemente.

Nem mesmo seus beijos eram capazes de abafar os gemidos mais.

E assim chegaram ao apice novamente. Jimin se jogou ao lado de Jungkook. Ambos estavam exaustos, mas preenchidos por prazer. Não trocaram uma unica palavra até que recuperassem o folego. Estavam ainda mais suados e ainda mais ofegantes, o liquido perolado escorrendo entre suas pernas.

- Feliz Natal, Kookie... - O castanho falou arrancando risadas de ambos e então fitou o namorado logo acariciando suas maçãs que estavam quentes e coradas - Eu te amo muito

- Eu também te amo muito, muito mesmo, meu ChimChim - Respondeu forçando um tom de voz fofo e divertido ao pronunciar o apelido.

O baixinho entrelaçou suas mãos e ergeu-as, assim deixando um selar demorado na aliança reluzente que brilhava no dedo do moreno.

Trocaram olhares e expressões sorridentes e se abraçaram, aconchegando-se, então finalmente adormecendo.

Aquele com certeza fora o melhor Natal.
Pelo menos, até então...

(...)

A vida parecia ficar cada dia melhor para aqueles garotos. Como o tempo é ligeiro, se afundaram nos estudos até a chegada do dia da prova para a faculdade. E olhe só, era a mesma faculdade onde Jin, Namjoon e Yoongi cursavam.

A prova fora completamente cansativa... Mas eles conseguiram. Adquiriram as melhores notas e foram capazes de alcançar uma bolsa de 100% de aproveitamento. A felicidade foi imensa, inclusive para os pais de Jeon que ficaram extremamente orgulhosos.
Claro, chatearam-se pelo fato de que os meninos passariam a viver a maior parte da vida, agora, no dormitório da instituição. Mas ainda assim os sorrisos eram constantes.

No inicio do ano, planejaram uma grande comemoração e uma festa de despedida calorosa

(...)

Bem, agora, falemos sobre os outros elementos que tiveram grande importância nessa história.

Jin e Namjoon ja quase se formavam e decidiram que trabalhariam e, assim que possivel e tivessem os fundoa necessários, se casariam. Jin pretendia se tornar cozinheiro, e Namjoon, escritor.

Hoseok decidiu finalmente investir seu lucro adquirido no trabalho em sua vida de estudos e conseguiu vaga em uma grande universidade, que incrivelmente era quase vizinha à de seus amigos. Optou por cursar Direito.

Taehyung, sendo o namorado grudento de sempre, fez de tudo para conseguir vaga em uma faculdade na mesma univeraidade de Hoseok, onde cursou engenharia.

Yoongi também estava a ponto de se formar. Seu grande sonho era se tornar um compositor famoso, conhecido mundialmente. E ele tinha todas as qualidades necessárias... Ah, e claro, ele também se manteve fiel em seu relacionamento, que na verdade, já era bastante duradouro, com quem ele realmente amava e sempre amou. Ela o compreendia, o aconchegava e o confortava e relaxava todaa as noites...
Não era nada mais e nada menos que sua cama.
O garoto ainda não pretendia se envolver amorosamente com alguém. Pelo menos, não por enquanto...

Jungkook decidiu que queria ser um arquiteto de grande sucesso. Trabalho onde poderia fazer uso de seu hobbie, criatividade e telento em desenhos.

Jimin, decidiu que investiria em sua voz e que queria ser cantor...

Pois é, quem diria que um delinquente teria um final desses, não é mesmo?

A vida a repleta de surpresas. É como um rio em constante fluxo que vai carregando tudo consigo, independente se queremos, ou não.

O destino é algo que existe para todos, e sempre fará o favor de se impor da melhor, ou da pior forma, para mostrar a cada um o que fazer, o que não fazer. O que mudar, o que não mudar. O que seguir, e o que parar.

Não se pode se deixar para tras, não se pode se deixar cegar pelos falsos padrões e prazeres. Caso se afogue em uma ilusão, a vida fará o favor de te puxar para a superficie e te estapear até acordar para a realidade. Algumas vezes de forma calma e serena, outras, de forma dura e fria.

E Jimin, apesar de sua recente felicidade, aprendeu isso da pior forma. Já pensou se acabasse por perder Jungkook? O que aconteceria?
Ou até mesmo... E se não tivesse conhecido aqueles outros cinco garotos que tanto o acolheram e ajudaram?

...

Por sorte, apesar de todas as dores, tudo e todos têm salvação. E não é uma simples válvula de escape, é mais como um anjo da guarda, ou inclusive até mais de um unico anjo.

O mundo está repleto de elementos e sensações ocultas. A verdade sempre estará escondida, muitas vezes, distante. Não se pode seguir essa longa trilha cegado por mentiras e falsas sensações...
Então,
Atente-se.
Abra seus olhos


Notas Finais


OOOOOO
E ai, deu pra dar uma iludida em relação ao "relacionamento" do Yoongi? Ksksjaka
Não o vejam como um Forever Alone. Ele só ainda não esta pronto e não encontrou a pessoa certa

E o Lemon minha gente
Ficou bom? Gostaram? Kkkjkjkjk
Ainda não sou muito experiente nisso...

BEM, VAMOS AO PRINCIPAL
Obrigada, muito obrigada, a todos que acompanham minha fic! Obrigada por todos os favoritos e todos os comentários. Eu realmente gosto de receber as opiniões e o amor de vocês ❤❤❤ Espero poder ter retribuido tudo! AMO VOCÊS

O que acharam da fic e desse final? O que esperam dos capítulos extra???

Beijinhos 💕💕💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...