História Operação Cupido - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~MilenaValdez01

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Camille Astor, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Eadlyn Schreave, Kile Woodwork, Kriss Ambers, Maxon Calix Schreave, Personagens Originais, Rainha Amberly, Rei Clarkson
Tags Ahren, Eadlyn, Maxon, Operação Cupido
Exibições 87
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii Muffies!💜
Olha, como a ~MilenaValdez01 explicou eu vou entrar em semana de provas, então vamos ter dificuldade para postar.
Mas estamos aqui com um capítulo novo pra vocês🙆
Boa leitura👋

Capítulo 7 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Operação Cupido - Capítulo 7 - Capítulo 6

America estava arrumando sua mochila, estava decidida, iria fugir para Clermont, lá ela conseguiria um trabalho e talvez alugar um pequeno quarto em alguma pensão. 

Ela desceu as escadas cuidadosamente para não acordar ninguém e deixou a carta que fez para os pais na mesinha de centro da sala e saiu de casa, assim que a porta de fechou a ruiva respirou fundo

Será que isso estava correto?

Eu deveria mesmo fugir?

America balançou a cabeça para afastar esse pensamentos e foi caminhando até uma praça perto de sua casa, era onde ela iria encontrar o táxi que havia chamado.

Depois de uns 30 minuto de espera o táxi finalmente chegou, a ruiva entrou no carro e foi logo falando:

— Aeroporto de Angeles, por favor.

O taxista logo estranhou, aliás, por que uma jovem iria para o aeroporto a essa hora da madrugada e sem nenhum responsável? Mas ele não falou nada, devia ser só mais uma universitária indo para a faculdade.

— Claro senhorita.

Depois de longos minutos America finalmente chegou no aeroporto, agradeceu e pagou o homem e foi logo entrando. Foi direto a um balcão de companhia aérea, fez o seu Check-in e foi  para a sala de embarque onde esperou um bom tempo até o vôo sair.

Depois de horas de viagem ela finalmente chegou em Clermont. Era por volta das 8 da manhã, o sol já estava forte mas o calor não era tanto comparado a Angeles.

A ruiva só com uma mochila nas costas resolveu ir à uma lanchonete, ela precisava comer algo, chegando lá a garota sentiu um aroma forte de café, de repente ficou com uma enorme vontade de vomitar, Ames correu os olhos por toda a lanchonete até achar uma placa.

WC feminino

Não pensou duas vezes e foi logo correndo até o banheiro, lá ela entrou em uma cabine e botou tudo para fora.

— Tem alguém aí? – uma voz chorosa perguntou. — Olha se for a murta que geme nós podíamos fazer uma competição de quem chora mais, porque olha, hoje meu dia foi uma tremenda merda.

America se segurou para não ir, quem é que estaria tão triste ao ponto de falar sozinha?

Ela deu descarga e saiu da cabine e se deparou com uma mulher, devia ter uns 20 anos, ela era bem bonita, seu cabelo escuro era ondulado e bastante compridos, tinha olhos castanhos quase pretos e a pele cor de oliva.

— Não, não é a murta que geme mas duvido que seu dia pode ter sido mais merda que o meu – Ames disse rindo, indo direto para a pia lavar a mão e a boca, depois de ter se enxugado olhou para a mulher e estendeu a mão. 

–Prazer, America.

— Celeste – A morena apertou sua mão e depois se olhou no espelho – Se acha que meu dia não foi uma bosta escuta só : Meu encontro me deu um bolo! Ele disse que ia no banheiro mas quem é que vai ao banheiro e não volta depois de 1 hora???

— Nossa, você ficou esperando ele por uma hora inteira??

— Sim. — Celeste disse colocando as mãos na cabeça — É o terceiro encontro que eu tenho esse mês e nenhum deu certo! Eu vou acabar virando aquelas tias gordas que tem mais de quatro mil gatos e que vive em um apartamento fedendo a areia de gato! — A morena exclamou — Meu deus! Eu acabei de te conhecer e já estou desabafando, me desculpe.

— Não, tudo bem, eu tambem preciso desabafar. – a ruiva respirou fundo — Eu sou nova aqui na cidade, fugi de casa na verdade, e estou aqui sem um lugar para ficar.

— Sem um lugar para ficar? – Celeste pensou um pouco – Bem, eu dividia aluguel com uma antiga colega de faculdade mas ela acabou se mudando..

– E?...

— E eu sei que literalmente acabamos de nos conhecer mas vejo que você é uma garota legal, então por que você não divide apartamento comigo?

— Uau! Eu adoraria – A ruiva disse mas depois pensou e disse — Mas tem um porém... Eu estou grávida...

— O que?? Espera vamos até uma mesa, essa conversa não é para se discutida em um banheiro sujo. — Disse a morena a puxando pelo braço.

Depois de terem pedido um café e torta de morango,  Celeste  falou:

— Então me explica direito, você fugiu de casa, tá praticamente uma mendiga sem teto e ainda por cima está grávida??

America respirou fundo, ainda era tudo muito novo para ela, à praticamente 24 horas atrás ela estava feliz com a vida nos eixos, depois fugiu de casa e agora está conversando com uma mulher que acabou de conhecer em um banheiro de uma lanchonete.

— Bem, eu descobri que estou grávida ontem, fui até a casa do meu namorado...

E assim Celeste e America passaram a tarde toda conversando, celeste era uma boa ouvinte e nem se incomodou quando no meio da historia a ruiva começou a chorar, ela apenas a abraçou e disse que ficaria tudo bem, America descobriu que Celeste era modelo, não profissional, mas ela se esforça para um dia ter uma carreira de sucesso, também descobriram que tinham muita coisa em comum. A morena disse que ela podia sim morar com ela, mesmo estando grávida, iria ser um problema, mas elas dariam um jeito.

— Eu lhe apresento o seu novo lar – Disse Celeste abrindo a porta de um pequeno apartamento, ele era bastante pequeno devia caber no máximo umas três pessoas, nele havia um corredor que ia direto para dois quartos e um banheiro, a sala continha um sofá pequeno e uma poltrona ja desgastada por conta do uso e uma tevê de 32". – É simples mas aconchegante, eu sei que faz menos de 10 horas que nos conhecemos mas sinto que te conheço a anos então eu confio em você para morar comigo e dividir a minha comida – Ela falou de modo brincalhão.

— Muito obrigada Celeste, eu nem sei como agradecer! Certeza que não tem problema eu morar com você? Você sabe.. Eu estou grávida..

— Eu já disse que não! E isso com você está grávida vamos da um jeito, se for uma menina vamos pintar o quarto de rosa mas se for menina de azul ou ao contrário, ou de arco íris que tal? – A ruiva apenas ficou rindo enquanto Celeste tagarelava sobre o quarto do bebê. É....Esse seria o começo de uma longa Amizade.


Notas Finais


Capítulo pequeno, mas ta ai!
E então? Gostaram? Continuamos??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...