História Operação Paixão - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Luan Santana, Novela, Paixão, Romance, Romance Policial
Visualizações 40
Palavras 810
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi amores
Capítulo novo para vocês espero que gostem Bjs e boa leitura!

Capítulo 41 - Aflição e Hospital


Fanfic / Fanfiction Operação Paixão - Capítulo 41 - Aflição e Hospital

- Cala a boca - falou a puxando e colocando a arma em sua cabeça
- vai embora policial ou eu mato ela
- nunca - falei com a arma em punho e ele começou a atirar contra mim me protegi atrás de uma viga e atirei contra ele
- o que você quer de nós? - perguntei aflito
- de você nada eu só quero acabar com essa sua namoradinha e o papaizinho dela aquele desgraçado acabou com a minha vida - gritou furioso
- Mas ela não tem culpa de nada
- Cala a boca e vai embora desista você não vai sair daqui com ela
- Isso é o que vamos ver - falei acertando um tiro em sua mão fazendo com que ele gritasse de dor e sua arma saltasse longe
- desgraçado - falou vindo para cima de mim, dando um forte tapa em minha mão fazendo com que minha arma caísse no chão, antes que ele pudesse pegar a minha arma eu dei um chute em sua barriga que revidou me dando um forte chute e pegando minha arma
- achou que iria ganhar policial, não há nada que você possa fazer eu vou leva- lá comigo e depois irei mata-lá assim como o desgraçado do pai dela fez com a mulher que eu amava
- Acho que não - falou uma voz feminina vindo da entrada do beco, assim que nos viramos para a entrada do beco não acreditei no que eu vi era ela, a Nathália ela era a delegada
- solta a moça agora - falou apontando sua arma para ele
- daqui ela só sai morta - falou ainda com a arma na cabeça da Bella que chorava, a minha vontade era de pular no pescoço daquele desgraçado e mata-lo com as minhas próprias mãos
- é melhor você largar ela - falou a Nathália se aproximando deles
- mais um passo e ela morre - ameaçou ainda com a arma na cabeça da Bella, assim que terminou de falar a Nathália deu um tiro acertando a perna dele que gritou de dor soltando a Bella que correu em minha direção eu já estava atirado no chão
- como você está? - Perguntou se abaixando ao meu lado
- eu tô bem ahhhh - falei gemendo de dor, os ferimentos doíam muito
- Chama uma ambulância por favor - falou a Nathália enquanto algemava aquele homem e eu não vi mais nada
P.O.V Isabella
Depois de horas de pavor nas mãos daquele homem finalmente consegui me soltar dele quando a delegada atirou em sua perna, corri até o Luan que estava atirado no chão se contorcendo de dor vê-lo naquele estado acabava comigo
- como você está? - perguntei me abaixando ao seu lado
- eu tô bem ahhhh - falou gemendo de dor
- Chama uma ambulância por favor - falou a delegada enquanto algemava aquele homem, me desesperei ao ver que o Luan estava desacordado, não ele não podia morrer meu Deus, lágrimas já escorriam pelos meus olhos
Em seguida a ambulância chegou o levando para o hospital eu estava aflita naquela sala de espera quando a delegada veio falar comigo
- Olá está tudo bem com você? - Perguntou preocupada
- Sim graças a Deus ele não teve tempo de me fazer mal
- que bom que está bem e o policial já soube notícias?
- ainda não eu estou muito preocupada com ele
- desculpa a pergunta mas você é o que dele?
- Sou a ex namorada dele - falei sem jeito e ela amaçou com força o copo de água que tomava fazendo o chão ficar molhado
- Tá tudo bem? - falei tocando nela que saiu dali sem trocar um palavra comigo, porque será que ela ficou assim quando eu disse que era ex namorada do Luan
- você que está a acompanhando o paciente Luan Santana? - Perguntou o médico me tirando dos meus pensamentos
- Sim como ele está Doutor? - perguntei preocupada
- ele está bem só vai ficar em observação porque perdeu muito sangue
- e eu posso vê -lo?
- pode sim é o segundo quarto a esquerda agora você me da licença que eu preciso atender outro paciente
- claro Obrigada Doutor
- denada - falou saindo
Antes de ir ver o Luan eu liguei para a Patty ela já devia estar preocupada
LIGAÇÃO ON
- alô
- alô Patty?
- ah finalmente amiga eu já estava preocupada tá tudo bem?
- eu tô bem mas o Luan foi baleado e eu vou ter ficar aqui no hospital você fica com o Benício para mim?
- claro que fico mas como ele está? - Perguntou preocupada
- Agora está bem mas ele perdeu muito sangue por isso vai ter que ficar em observação
- melhoras pra ele



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...