História Opostos - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Joshua Kimmich
Personagens Demi Lovato, Joshua Kimmich
Tags Joshua Kimmich
Exibições 27
Palavras 1.108
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei. Pensei bem e não posso desistir das minhas fics. A bad está passando e eu a criatividade está voltando. Aproveitem.

Capítulo 16 - A conversa não terminou



  Karen POV

Era pra ficar vendo o pôr-do-sol mas acabei dormindo nas montanhas mesmo. Com certeza a minha cama era muito mais confortável do que a grama daqueles morros,mas se ir pra casa era sinônimo de encontrar minha mãe e Matt me olhando torto,eu preferia ficar pra sempre ali. Haviam mais de 50 ligações. Um número estranho havia me ligado e eu nem ouvi. Quem poderia ser? Bom,melhor eu ir para casa. Meus problemas me esperam.

   - Karen,pelo amor de Deus,como você some,fica sem dar notícia e chega de manhã em casa com essa cara? Dormiu onde?


- Sem interrogatório dona Andréa. Eu preciso dormir!

  - Vai dormir depois que me falar onde andou,com quem estava e o que tava fazendo!

  - Eu estava por aí, sozinha e não tava fazendo nada demais. Posso ir? Tchau.

  - A Anne tá louca atrás de você!

  - Deixa ela procurar. Ela merece.

  - Não é certo o que você tá fazendo com sua amiga!

  - Eu não tenho amiga. Sempre estive sozinha. E quer saber? Não tá fazendo falta!

  - Matt,liga pra Anne e avisa que essa doidinha apareceu!

  - Já mandei mensagem. Eu não quero falar com ela.

  - O que aconteceu pra você não querer falar com ela?

  - Conta logo do beijo! - digo para Matt.

  - Beijo? - pergunta minha mãe já curiosa.

  - Eu beijei,quer dizer,eu acho que a Anne me beijou no jogo.

   Será que eu tava sendo muito tranquila em relação à Anne? Ela realmente merecia que eu à tratasse assim? Eu nem sei mais o que pensar. E Julian? Será que ia lutar pelo coração dessa loira fajuta? Será que eu devo mesmo dar uma chance pro meu coração? Como seria bom ter todas as respostas em dois segundos.

  Anne POV

  Estava visivelmente preocupada com esse sumiço da Karen. Mas estava mais preocupada é, em como Joshua ia contar que o que ele sente por ela,não é ódio. Havia recebido uma mensagem de Matt,dizendo que Karen havia aparecido e que estava bem. Me senti mais aliviada,mas ainda carregava uma culpa por não ter dito nada à Karen. Será que ela nunca vai me perdoar? Joshua... Eu preciso avisá-lo. Eu prometi! Peguei o celular de cima do balcão do meu quarto e mandei uma mensagem pra ele.

  "Oi Josh,encontraram a Karen. Ela está bem!"

  
  Não demorou nada e ele logo respondeu.

  "Graças à Deus. Encontraram minha menina!"

   Karen POV

   Após tantos acontecimentos,eu nem lembrava que tinha trabalhos da faculdade. Mas espera aí... Meu pai havia traído minha confiança e eu estava me rendendo à um capricho dele?

   - Mãe, posso sair da faculdade?

  - Não.

  - Eu não quero mais ficar agradando meu pai mesmo depois de morto!

  - Tudo bem,faz o que você quiser.Mas quando você for chamada pra administrar a empresa do seu pai,você não seja mandada de volta pra faculdade por pouca especialização.

  
Olhei pra ela com cara de paisagem, esperando uma explicação

  - Você vai ser a vice presidente da JKM! Eu sei que seu pai queria isso,por esse motivo ele te mandou estudar administração.Ele queria te preparar pra isso.

  - Mas e se eu não quisesse ser a vice presidente?

  - Bom,aí os acionistas iam eleger o novo conselho.Inclusive presidente e vice.Quem tinha a maior parte das ações da empresa,seria o novo chefe. E antes que você me peça um conselho,eu te digo: termine a faculdade. Um ano passa rápido.

  - Tudo bem. Mas vai ser o último desejo do meu pai que eu vou atender.

  - Tudo bem querida!


  Estava na hora de ir pra faculdade, mas ainda não tinha passado aquele cansaço de dormir em outro lugar, que não era a minha cama.

   - Tô indo!

  - Não vai nem fazer um lanchinho?

  - Não, eu como algo na rua.

  - Quando estiver saindo da faculdade, liga que eu vou te buscar.

  - Eu venho de ônibus.

  - Tem certeza?

  - Eu ligo quando estiver saindo.

   Chegando na faculdade,vejo Anne em uma mesa separada e sozinha. Penso em me aproximar,mas algo dentro de mim diz que é melhor deixar as coisas do jeito que estão. Ela precisa de um tempo pra pensar em tudo que está acontecendo. A mãe dela fez o pior, indo embora e sei que nem deu tempo pra nós duas respirarmos direito.

   - Será que eu posso falar com você um minutinho? - diz Josh quebrando meus pensamentos

  - O que você quer? - digo para aqueles olhos verdes presos à mim.

  - Conversar.

  - Eu não converso com estranhos.

  - Eu já voltei à ser um estranho pra você? - diz e sinto decepção em sua voz

  - Se afasta, o que eu tenho que as outras garotas não tem?

  - Talvez elas não tenham atitude.

  - Talvez?

  - Tá legal,você venceu!

  - Então isso é um jogo?

  - Você tem personalidade.

  - Eu sei.

  - É convencida também.

  - Afinal,o que você quer?

  - Só queria falar com você! Isso te incomoda?

  - Não muito.

  - Não muito? Isso é bom! - diz em tom de deboche

  - Por que não vai perturbar seu amigo?

  - Ele ainda não chegou.

  - Então espera ele chegar!

  - Eu já sei de tudo. Ele me contou.

  - Já pode me zuar.

  - Não!

  - Tudo bem. Será que eu posso te ver depois?

  - Não.

  - Por favor! - ele implorava por um minuto

- Eu estou aqui. Você está me vendo.

   Senti os olhos dele invadindo minha alma. Ele me olhava diferente. Diferente de todas as outras vezes.

    - Eu... Eu...

  - Josh!!! Karen?

  - Oi Julian. - digo querendo matá-lo

  - O que tá havendo aqui? Tavam brigando?

  - Não. - gritamos

  - Tá bom.

  - Como tem passado? - pergunto

  - Bem.

  - E sua mãe?

  - Ela tá legal. Disse pra você ir visitá-la mais vezes.

  - Eu irei.

  - Já viraram amiguinhos? Julian,você não tinha me contado isso! - diz o loiro de braços cruzados esperando explicações

  - Eu descobri há dois dias, Josh

  - Tá com ciumes do amigo?

  - É claro que tô. Agora vou ter que dividi-lo

  - Dividir? Quero meu irmão inteiro e não só a metade! Vá se acostumando,loiro. Aliás, o que ia me dizer?

  - Deixa pra lá, não é importante. - diz o loiro tentando fugir do assunto

  - É claro que é,Joshua! Fala logo pra ela.

  - Não consigo.

  - Karen,meu amigo ali...

  - Não Julian!

  - Gente,fala sério!

  - Desculpa. - diz o loiro puxando o amigo dali

  - Essa conversa ainda não terminou, Joshua! - grito na direção dos meninos que somem por aquele imenso corredor.

***


Notas Finais


Só eu quero matar o Julian? O Josh ia contar algo importante! Mas veremos o que vai acontecer com cada um deles. Até o próximo capítulo. Beijo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...