História Opostos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandre Nero, Giovana Antonelli
Personagens Alexandre Nero, Giovana Antonelli
Exibições 134
Palavras 368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Ninguém se importa


Sou Alexandre Nero, tenho 46 anos, sou solteiro e trabalho com taxista nas ruas do rio de janeiro, às vezes canto em alguns bares, mas só às vezes mesmo.  Sei que esse me trabalho não é tão bom, mas eu estou há 4 anos nele, é com ele que consigo meu ''pão''. Quando eu quero tirar mais um dinheirinho pro final de semana eu canto. Onde eu moro, todos me conhecem como nero. Tenho uma irmã chamada helô, que trabalha como delegada. Nós moramos juntos, e ela sempre vive reclamando de como eu sou com a vida. Sou jogado mesmo, não quer saber de nada. A vida me leva. Ela odeia isso, odeia mesma, ela é braba demais, meu deus. Mas, eu a amo mesmo assim.. kakakasj. Eu só tenho ela aqui, o resto da minha família e meus amigos estão todos em Curitiba, onde eu nasci.

 

Sou Giovanna Antonelli, tenho 40 anos, sou delegada no Rio de Janeiro. Sou solteira. Tenho um irmão chamado Stenio e outro chamado Romero. Romero mora comigo, Stenio ainda mora com minha mãe. Tenho uma vida boa, posso dizer que sou feliz. Moro com meu irmão faz  3 anos já. Minha vida é só trabalho, mas às vezes saio com meus amigos pra se diverti. Romero vive me atentando dizendo pra mim  namorar, mas eu não acho o cara certo. Ele namora, uma tal de Atena, ela é gente boa, mas é completamente maluca. 

 

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

 

Saindo do meu trabalho, dei de cara com uma chuva do caramba, dei sorte que havia um taxi ali parado. Sem pensar fui entrando. Abri aporta e entrei. Eu não devia ter feito isso, confesso.

 

- Que porra é essa?

- Ai meu deus, me desculpa!

- Você tá maluca em sair entrando desse jeito? Porra, que susto!

- Eu já lhe pedi desculpa, ok?! Com essa chuva não deu tempo nem tempo de avisar.

- Ninguém merece, meu carro tá todo ensopado agora.

-Olha aqui, eu já pedi desculpa. Você tem algum problema comigo? Tudo bem, vou sair dessa porra. Seu Ogro. - abro a porta do carro

- Ninguém se importa.

- Você é ridículo.. infantil  - saio do carro 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...