História Opostos - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandre Nero, Giovana Antonelli
Personagens Alexandre Nero, Giovana Antonelli
Exibições 115
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Não me provoca


- O QUE É ISSO? - helô diz assuntada quando se deparou com Alexandre no chão e Giovanna no sofá com a respiração ainda pesada

- Ele me chamou de chata! - Giovanna se levanta rapidamente do sofá

- E você, sua louca, grudou na minhas costas que nem carrapato me enforcando

- Gio, você fez o quê?- helô diz já rindo

- Ah, ele fico me atentado. Fiz mermo! Fiz mermo!

- KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK - helô morre de rir

- Não tem graça! Ela chutou meu saco, tá doendo!

- Bem feito - Giovanna diz rindo

- Meu deus, vocês são piores que crianças! Isso é amor em..

 

 Os dois se olharam rapidamente e lembraram do que havia acontecido minutos antes.

 

- Você tá louca/ Você tá louca - falaram juntos

- Eu sou a mais normal daqui, isso sim! Alexandre, pode levando a Giovanna em casa porque Stenio me ligou dizendo que é pra mim se arrumar. Vamos em um restaurante.

- É o quê? -   O moreno diz indignado

- Não! Eu vou sozinha mesmo.. Melhor do que ir com esse palhaço. E perai ai, você tá namorando meu irmão? Que safado, ele não me contou.    

 - Parem de graça.. Bora, bora Alexandre. Sim, estou. Alexandre não me contou também que estava namorando.

- Quê? Ele namora? - gio diz confusa

- Você, Giovanna! - helô diz se divertindo com a situação

- Nem a pau - Alexandre pega as chaves do carro 

- Bora casal, bora.

- Já estamos indo. - Alexandre revira os olhos e abre a porta pra Giovanna passar

- Então vocês são um casal? - helô faz coração com a mão pros dois

- Cala a boca, helô. - Alexandre diz por fim fechando a porta

 

 

Giovanna não disse nada, apenas passou na porta e foi em direção ao carro.

 

- Cara, calma ai. - Alexandre disse correndo atrás dela

- Não fala comigo, por favor - Giovanna diz frustrada entrando no carro

- Tá, estressadinha. - entra no carro também

- Você tá toda molhada! - Alexandre não pode evitar olhar os seio dela marcado

- Porra, esqueci de trocar a blusa! E vira esse olho pra lá, eu hein. - A loira tampa os seios. Alexandre morde o lábio tentando se controlar com a situação.

- Eu vou pegar pra você, calma ai - Alexandre sai do carro 

- Quer se fazer de cavaleiro agora, de bonzinho.. Aff - Alexandre apenas sorri, ele já estava fora do carro mas deu pra escutar pois o vidro estava aberto.

 

Alexandre volta ao apartamento e pega a blusa com a irmã. Ao chegar de novo no carro ele entrega a Giovanna a blusa. Ela decide se trocar no banco de trás.

 

 - Não olha!

 - Pode deixar, madame. - Alexandre rir, olhando algumas vezes no espelho que dava pra ver Giovanna lá trás

 - Safado! Para de olhar! - Giovanna pega ele olhando no retrovisor.

- É meio difícil - murmura

- Quê? - finge que não escutou

-  Nada! - Giovanna sorri

 

Giovanna se troca e vai pro banco da frente ao lado dele. Alexandre parte com o carro

 

- Você toca, né?

- Pensei que não queria falar comigo

- Aff .. Babaca - Giovanna vira pro vidro do carro

- Toco sim, canto também. - ele sorri

- Legal. - diz seca

- E você faz o quê?

- Sou delegada!

- Humm.. Bacana.. Namora?

- Não interessa!

- Nossa.. Grossa..

- Infantil!

- Por que sou infantil?

 - Porque é!

- Você tá enganada, sou bem grandinho. - ele morde o lábio

- Do quê você tá falando? - ela percebe a malícia dele e entra no jogo

- Você sabe muito bem.. - sorri de lado

- Não sei não, me diz? - ela devagar coloca a mão na coxa dele

- Não me provoca! - ele diz num tom ameaçador

- Não vai me dizer? - ela sobe mais mão

- Eu tô dirigindo, sua louca

- Ninguém se importa. - ela devagar passa a mão no membro dele por cima  de sua bermuda

 - Aaaah, pqp - ele joga o carro pro canto da pista e para , fazendo ela cair no colo dele.- Agora você vai ver quem é o infantil 


Notas Finais


me desculpem pelos os erros
sem revisão
obg pelos comentários e os favs
amei demais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...