História Opostos - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandre Nero, Giovana Antonelli
Personagens Alexandre Nero, Giovana Antonelli
Exibições 99
Palavras 789
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Me beija


 

Alexandre pega no cabelo de Giovanna e levanta sua cabeça para ele poder beija-la, ele invade sua boca, e com sua mão, enrola nos cabelos dela perto da nuca. Ela apenas segurava a camisa dele tentando se equilibrar de um banco para outro. Alexandre joga Giovanna de volta pro banco dela e em seguida ele passa também pro banco dela, com um espaço minúsculo, ele sarra seu corpo  no dela  fazendo ela soltar um gemido. Alexandre vai parando os beijos devagar e   escorrega para seu pescoço dando vários beijos que provavelmente vão deixar marcas .

Aaah, Alexandre - Giovanna delira quando Alexandre invade sua intimidade estimulando ainda por cima de sua calcinha.

- Tá molhadinha! Gostosa! - Alexandre novamente invade sua boca

Alexandre passa sua mão agora por baixo de sua calcinha, dando um toque mais íntimo.. Ele introduz de vez seu dedo na intimidade dela, ela começa a respirar com dificuldade por conta do prazer. Alexandre introduz agora dois. Ela murmura um gemido,  não estava aguentando mais.

 

- Alexandre, eu não vou aguentar

- Ah, vai sim! Não quis dar uma de fodona? Agora aguenta. - Alexandre introduz três

-  Porra, Alexandre!!! - Giovana se contorcia por baixo dele .

 

Ela mexe sua cintura pra intensificar o prazer. Alexandre não tirava os olhos dela, ele sorria a cada gesto que ele fazia com o rosto.

 

- Alexandre, por favor, acaba logo com isso -  ela suplica

- Chega! - ele fala perto de seu ouvido com uma voz rouca parando um pouco com os movimentos

- Se você parar eu vou te matar.. Por favor - ela morde o lábio

- Vai não ... - ele sorri  e beija seu pescoço 

- Eu te odeio!

- Também não gosto de você não - Ele com a outra mão aperta seu peito

- Eu vou me vingar! Ain.. -

- Pode deixar que na próxima eu vou te foder todinha, gostosa.. - Ele morde os lábios dela. - Quem é o infantil agora?

 

Alexandre tira sua mão de sua intimidade e volta pra seu banco, dando partida no carro

 

- Eu não acredito nisso, meu deus! - Ela tampa seu rosto com suas mãos tentando entender o que havia acontecido.

- Você é muito gostosa, pena que é chata. - Alexandre sorri

- Isso não vai ficar assim, eu tô falando sério. Seu babaca! 

- Você vai fazer o quê?

- Me aguarde!

 

Passaram alguns minutos, Alexandre já estava quase chegando na casa de Giovanna. Alexandre apenas prendia o riso olhando pra Giovanna.

 

- Tá tudo bem ai?

- Não! Não to bem mesmo! - Giovanna não parava de imaginar o que havia acontecido com eles. O prazer não passava. Então ela pensou em começar a vingança. - Já que o babaca ficou cheio de graça, acho que eu vou ter que  me dar prazer .

- O quê? Você .... Não, não.. Você não vai fazer isso - ele diz chocado

- Ah, eu vou fazer sim - Giovanna coloca sua mão em sua intimidade e começa a estimular, ela solta alguns gemidos baixos e morde seus lábios com força imaginado Alexandre.

- Caralho! Para com isso! - Alexandre estava ficando desesperado. O membro  do moreno já latejava, ele não conseguia se controlar com essa cena.

- Ah, nero - Giovanna se contorcia

- Meu deus, Giovanna, para!

- Gostoso..

- Chegamos, para com isso, já chegamos. - coloca a mão no rosto tentando não fazer nada.

- Aaa, já? Agora que as coisas estavam ficando boa. - Giovanna se ajeita para sair do carro

- Cara você é louca, meu jesus.

- Bem louca, sou bem louca!

- Gosto disso! - ele morde o lábio

- Frouxo

- Porra, cara, sou babaca, palhaço, infantil, frouxo... Caralho! Que chata!

- Eu já falei pra não me chamar de chata! - ela aponta o dedo na cara dele

- Eu te chamo do que eu quiser! - tenta morde o dedo dela - Me beija?

- Quê? - ela diz sem entender

- Me beija!

- Você tá ficando louco

- Vai me beijar não?

- Não. - Abre a porta do carro e sai

- Ah vai me beijar sim. - Ele sai do carro e corre atrás dela

 

Ele pega ela por trás pelos cabelos e a vira, ele invade a boca dela forte. Ela tenta rejeitar ele dando leves batidas no ombro dele tentando afasta-lo, mas acaba cedendo.

 

- Viu?! Me beijou! - ele acaba com o beijo e vai pro carro

- Seu louco!! - ela grita

- Gostosa. - ele entra no carro e dar partida 

 

Giovanna entra no apartamento e vai direto tomar um banho

 

~ Caralho, eu nem conheço esse cara! ~


Notas Finais


sem revisão.
Amo vocês! sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...