História Opostos Apaixonados - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Alunos, Amor, Amor Doce, Castiel, Colegial, Escola, Hentai, Homossexualidade, Jogos, Nathaniel, Sexo, Yaoi
Exibições 29
Palavras 1.116
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Mistério, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Nath e Cassy como não shippar? Estou escrevendo essa fic pra passar o tempo, provavelmente não vai ser grande coisa, pq criatividade é oq me falta, mas espero que gostem ;v bxos na bunda

Capítulo 1 - Os opostos se atraem.


Fanfic / Fanfiction Opostos Apaixonados - Capítulo 1 - Os opostos se atraem.

Segunda-feira, 7:40 da manhã na escola Sweet Amoris

Castiel on

Nath: Não adianta, eu NÃO vou fazer isso!

Castiel: Vamos Nathaniel, vc é a minha única salvação

Nath: Única? Não esqueceu de ninguém?

Castiel: É sério, Lysandre faltou hoje. ME AJUDA

Nath: Isso está completamente errado, e vc sabe! Não vou te dar cola na prova de maneira alguma.

Castiel: Na moral, vc é um grande pnc.

Nath: E vc é um grande irresponsável, o problema é seu se não estudou...

Castiel: Já disse, eu faltei no dia que o professor passou o conteúdo da prova, vc não presta atenção em nada que digo poha

Nath: ENTÃO DEVERIA PARAR DE FALTAR, NÃO ME META NOS SEUS PROBLEMAS CASTIEL

Castiel: VC NÃO SERVE PRA NADA MESMO...

Nath: E-EU O QUE?? 

(Empurro Nathaniel com ódio e vou direto para a sala)

Professor: Estão todos presentes?

Melody: Não professor, Lysandre faltou hoje...

Professor: Justo hoje... Enfim, vcs tem uma hora para terminar a prova e me entregar, (ele distribui a prova para todos da classe) está bem fácil para quem estudou, e quem eu pegar colando, é ZERO

(Na hora, Nathaniel me encara olhando fixamente para os meus olhos, sinto um arrepio, ele ainda deve estar desconfiado de mim...)

(Todos começam a responder as questões, estou suando frio, preciso me acalmar e confiar no meu chute, tudo vai dar certo...)

Castiel: Hãn... (Uma borracha cai em minha mesa, olho para o Nathaniel, ele está me encarando de novo, ele que atirou a borracha com as respostas, valeu cuzão fico te devendo essa...)

(O professor está viajando nos pensamentos, que idiota...) 

Nathaniel on

(Castiel, vc me deve essa, não acredito que estou fazendo isso, mas não posso negar, eu realmente sinto alguma coisa por ele, por mais pequeno que seja esse sentimento, não posso evitar, está crescendo dentro de mim, e aos poucos vai me consumindo... Ver ele concentrado me deixa todo estranho, aquela cara... aquela boc... não, NÃO... preciso focar na prova, foque na prova nathaniel)

(O sinal tocou e todos entregaram as provas, Castiel ficou me olhando com um sorriso meio malicioso nos lábios, fiquei vermelho de vergonha)

Nath: E-então Castiel, conseguiu terminar a tempo certo?

Castiel: Sim, graças a vc, sei que é estranho eu dizer isso mas, obrigado!

Nath: Pfff... Vc deve estar zoando com a minha cara, cade o cara durão hum?

Castiel: Eu estou falando sério poha

Nath: Eu só vou ganhar um obrigado? Nada a mais?

Castiel: Vc ta mesmo se aproveitando da situação né loirinho? (Loirinho? Da onde que ele tirou essa? Ah mas, gostei)

Nath: Digamos que, só um pouquinho, não é todo mundo que pode ver esse seu lado de anjo.

Castiel: Que convencido, enfim, o que vc quer?

Nath: E-eu não sei, mas vou pensar em algo, algo simples prometo.

Castiel on

(Eu sei bem como quero te pagar loirinho, só não sei do que vc vai achar dessa minha surpresa)

Castiel: Pode ser do meu jeito?

Nath: Hum? Como assim? (Ele me olha com um olhar de desconfiança)

Castiel: Relaxa, só me segue (Puxo ele pelo braço até o porão, onde não tem ninguém)

Nath: Posso saber o pq vc me trouxe até aqui?

Castiel: Pode... (Me aproximo dele segurando um de seus braços, o empurro até a parede calmamente, olho fixamente em seus olhos e toco seus lábios, tão macios e molhados, fico me perguntando qual o sabor do seu beijo...)

Nathaniel on

(Castiel me empurra até a parede segurando um de meus braços, meu coração começa a bater forte, estou nervoso e todo vermelho, mal consigo olhar pra ele, então sinto seus dedos tocarem em meus lábios, sério mesmo? Ele vai me beijar? Ou só está brincando com meus sentimentos? Mas ele nem sabe o que sinto então...)

Castiel on

(Não consigo mais me segurar, beijo Nathaniel lentamente, sem nenhuma pressa, o pressiono ainda mais na parede, sua mão desliza no meu corpo e para bem no meu pau, ele tira rapidamente e me empurra)

Nathaniel on

(...então ele me beija, calmamente, me pressionando ainda mais contra a parede, minha mão passa pelo seu corpo, isso sim é um sonho, paro no pau dele, parece duro... e-eu estou ficando excitado com isso, tenho que parar)                                                   

Castiel: Pq me empurrou? eu estava adorando (ele olha pro seu pau, e olha para mim)

Nath: Mas isso não está certo Castiel, dois homens na escola se aga... (ele me interrompe)

Castiel: E quem é vc pra decidir o certo e o errado?

Nath: Só estou falando que...

Castiel: Será que vc não pode curtir o momento, tudo é errado pra vc senhor certinho

Nath: E-eu não quis dizer isso...

Castiel: ...

Nath: ...

Castiel/Nath: E-eu gosto de vc

Castiel: A-ah... vc me deixa cada vez mais excitado... (Ele me pega pela cintura e começa a beijar o meu pescoço, calmamente abro o ziper de sua calça...)

Castiel: É mesmo isso que vc quer?

Nath: S-sim, eu quero isso

(Castiel me deixa de joelhos em sua frente, ele coloca seu pau para fora e o enfia na minha boca sem mais nem menos, é muito grande, mas Castiel insiste em me fazer chupa-lo por inteiro, ouço gemidos, ele vai com rapidez, ele usa a força e acaba gozando)

Castiel: Seja um menino bom e engula tudo

Nath: M-menino bom?

Castiel: Muito bem... (Ele abaixa minhas calças e começa a me mastubar enquanto me beija, o beijo é intenso, estou completamente excitado, fecho meus olhos e curto o momento... sinto algo me penetrando, é tão bom...)

Castiel on

Castiel: Espero que vc aguente

Nath: Não coloque todo

Castiel: Não vou, relaxa

Nath: Ahhhh, com cuidado

Castiel: Vc vai se acostumar, só fica quieto, alguem pode te ouvir esqueceu?

(Tapo a boca do Nathaniel, e sem pensar, coloco tudo de uma vez só, ele tenta gritar mas eu o impeço)

Castiel: Calma, já vai passar, só relaxa

Nath: S-sim... Ahhh (Ele geme de prazer, vou cada vez mais rápido e com mais força, é tão bom que não consigo parar, mas acabo me cansando)

Nath: Deixa que eu fico em cima

Castiel: Isso, é melhor (Nath me deixa sentado encostado na parede, ele da umas chupadas no meu pau e logo senta bem forte, ele da um grande gemido e vai super rápido, sem parar nenhum segundo, olhando Nathaniel nesse estado me faz sentir bem, parece que de santinho não tem nada, e é assim que eu gosto, estou quase gozando, vc é incrivel Nath)

Nath: V-vou gozar

Castiel: E-eu tambem, isso, com mais força...

Nath: AHHhhhh... (Ele goza primeiro, e eu logo em seguida, foi maravilhoso, com certeza vou fzr isso se repetir mais vezes, só que na minha casa)

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...