História Opps baby, I Love You - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Tags 2jae, Got7, Jaebum, Markson, Youngjae, Yugbam
Visualizações 24
Palavras 2.176
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei um pouco mais do que previ, mas foi por motivos de: Falta de celular.
Esse cap já esta pronto a um bom tempo, mas eu tive que catar na conversa com uma amiga porque eu o perdi infelizmente, meu celular ficou ruim e eu acabei o perdendo, assim como os outros, mas já estão sendo escritos.
Eu não revisei direito, então qualquer erro me perdoem.

Capítulo 4 - Capitulo 4


Youngjae se mexeu na cama, incomodado com a luz em seu rosto, ele já havia virado para o outro lado mas havia o sol entrando pela janela em uma fresta justamente em sua direção, voltou a posição inicial virando para o lado em que estava antes e escondeu o rosto na curvatura do pescoço do seu ex. Ele inspirou o cheiro familiar e se aconchegou nos braços de Jaebum. Até perceber o que realmente estava acontecendo, que ele estava deitado nos braços de Im Jaebum.

Depois de acordar para a realidade, Youngjae levantou e sentou na cama com um impulso só impulso em reflexo do susto e olhou para seu ex dormindo ao seu lado, o mesmo estava sem camisa e com a coberta até sua cintura, Youngjae não sabia dizer se estava com roupa ou completamente nu, e foi então que flashes da noite anterior se passaram rapidamente pela cabeça de Youngjae o deixando com uma dor de cabeça insuportável que fez o menor levar sua mão até a mesma e esboçar uma careta de dor.

— Será que você pode parar de se mexer? Aish, você não muda mesmo .. — Youngjae olhou em direção a seu ex namorado que continuava de olhos fechados como estivesse tudo bem — Aproveita que você levantou e fecha essa cortina, a luz esta me incomodando — E logo após Jaebum virou de bruços e escondeu o rosto no travesseiro.

Mas o mais velho logo levantou de supetão ao sentir um tapa forte desferido em suas costas vindo de seu, não mais tão adorável, ex namorado — Deixa de ser folgado Jaebum!

—Você ta doido? Minhas costas estão doloridas de suas unhas — Jaebum sentou na cama e tentou alisar onde havia recebido o tapa, mas foi complicado por ter sido em uma área de difícil acesso para si — Você não acha que já judiou bastante de minhas costas ontem não?

— Shiu, fala baixo, minha cabeça está doendo, e além do mais alguém pode escutar e pensar coisas erradas — Youngjae resmungou baixo e fez um bico de forma inconsciente, o que deixou o Choi adorável aos olhos do Im.

— Com coisas erradas você quer dizer sexo? Porque foi isso que nós fizemos ontem, 3 vezes —

E lá estava ele novamente, aquele sorriso sacana no rosto que logo saiu após Youngjae desferir outro tapa, dessa vez no ombro do rapaz. Jaebum se aproximou de Youngjae segurando seus pulsos e colou o corpo dos dois, e só então o Choi percebeu que seu ex namorado estava apenas de cueca box, mas aquele detalhe passou a ser completamente insignificante não só pela presença do corpo de seu ex colado ao seu, mas tanto porque ele já havia lembrado da noite passada e de tudo que fizeram, Jaebum acordar nu ao seu lado era nada.

— Deixa de ser birrento Jae, não é como se nós já não tivéssemos feito isso outras vezes — O maior aproximou o rosto do pescoço de seu ex e começou a distribuir leves selares, que logo fizeram Youngjae se acalmar e suspirar.

— Como consegue agir tão naturalmente depois de tudo o que fizemos noite passada? — O Choi apenas fechou os olhos e se deixou ficar ali aproveitando os carinhos de seu ex.

Jaebum soltou os pulsos de Youngjae e o puxou para seu colo, sentado de frente para o Im, Choi enlaçou suas pernas em volta de cintura alheia, logo depois fazendo o mesmo com seus braços ao redor do pescoço dele e escondendo o rosto em seu pescoço. O mais velho sorriu com a manha de seu ex pela manhã, provavelmente o menor ainda estava com sono, ele sempre ficava manhoso com sono ou doente e doente definidamente não se encaixava naquele caso pois Jaebum constatou o quão saudável seu ex estava na noite anterior.

O Im levou um de suas mãos para dentro da camisa que Youngjae vestia e começou a acariciar suas costas levemente por dentro da mesma, logo depois se encostou na cabeceira da cama, sem afastar o pequeno de si, ali em seus braços, Youngjae realmente parecia pequeno, menor do que já era, tão frágil, Jaebum só queria poder cuidar dele novamente.

— Porque é uma coisa normal — Jaebum virou um pouco seu rosto para observar Youngjae e viu uma mancha em seu pescoço que ele havia feito noite passada, logo depois seguiu seus olhos para as coxas que ficaram amostra graças ao menor estar apenas de cueca, onde também era possível ver algumas marcas dos dedos de Jaebum marcando a pele branquinha de seu ex. O Im sorriu vitorioso após observar o bom trabalho que havia feito para marcar Youngjae como se ele fosse seu novamente

— Você esta com sono, deveria dormir um pouco mais — e o mais alto deu um beijo no topo da cabeça do menor. Youngjae negou com a cabeça e afastou o rosto do pescoço do maior e o olhou — Eu preciso ir para casa, minha mãe deve estar preocupada, eu não falei que passaria a noite fora, até porque eu pretendia voltar ainda ontem. — O Choi se recordou que estava na casa de sua mãe durante o final de semana para poder aproveitar um pouco com ela, pois com a faculdade e provas ele mal tinha tempo de ficar com a mãe, mesmo aos fins de semana estava sempre estudando demais trancado em seu dormitório.

— Esta tudo bem, ligue para ela, eu falo com sua mãe. O Choi nem se deu o trabalho de sair de cima de cima do colo de seu ex, ele apenas se esticou até a mesinha e pegou seu celular em cima dela olhando as notificações, 9 chamadas não atendidas de sua mãe e ele também viu que já se passavam das 14 horas. Ele desbloqueou o celular e retornou a ligação de sua mãe, antes que ela atendesse ele suspirou e deu o celular para Jaebum.

— A fera é toda sua. — Jaebum riu e segurou o celular esperando a senhora Choi atender. Ao atender, a mãe de Youngjae gritava, tão escandalosa quanto o filho, acho que é genético, pensou Jaebum. — Ola senhora Choi, sou eu .. Seu filho esta em boas mãos, não se preocupe — Após ouvir as palavras de Jaebum, Youngjae cruzou os braços e bufou, por que todos o tratavam que nem criança? — Irei levá-lo pessoalmente, fica tranquila — O mais velho mordeu o bico que havia se formado na boca do mais novo escutando a progenitora do citado falar — Iremos daqui a pouco, e eu adoraria comer um pedaço de seu maravilhoso bolo.. agora deixa eu ir, tenho que fazer seu filho tomar um banho e se arrumar para poder entrega-lo em segurança, até depois. Jaebum desligou o telefone sorrindo e olhando para Youngjae que insistia em manter uma pose de raiva com a cara amarrada

— Não faz assim que eu te não me aguento e te agarro de novo e ai não saímos daqui nem tão cedo — o maior enlaçou seus braços em volta da cintura do ex e cheirando o pescoço do menor. Youngjae sentiu uma cócegas gostosa em seu pescoço e sorriu

— Ei, quem você pensa que é para se convidar para comer bolo em minha casa? Jaebum deu de ombros sem se importar realmente com a “bronca” do menor.

— Sua mãe disse que queria que eu ficasse para o lanche e que iria fazer meu bolo favorito .. ela também disse algo sobre estar com falta do genro favorito.

Youngjae revirou os olhos e levantou do colo de seu ex levantando da cama finalmente para poder encarar a realidade e ser levado para casa por Jaebum

— Ex genro Jaebum.

O Choi entrou no banheiro que havia disponível no quarto e bateu a porta para demonstrar frustração para o maior que apenas riu da atitude mimada do seu ex. Jaebum decidiu levantar e também se arrumar para por levar Youngjae para casa e comer o tão saudoso bolo da senhora Choi.

.........................................................................................

Após estarem se banho tomado e devidamente vestidos, inclusive Youngjae que trajava uma calça de moletom de Jaebum, que o maior havia levado para passar a noite, os dois finalmente saíram do quarto mas pararam apenas para observar a cena que acontecia a duas portas depois no corredor. Jackson estava apenas de box encostado na porta de seu quarto, enquanto um Mark descabelado e com as roupas amassadas esbanjava um sorriso que mal cabia em sua boca após dar um selo de despedida no Wang.

Jaebum pigarreou para chamar a atenção do casal no corredor e Mark olhou para Youngjae e seus olhos se arregalaram, assim como os do Choi. Os dois ficaram se encarando durante algum tempo, sabendo que haviam sido pegos e não teriam como negar nem fugir da zoação futura.

— Y-Youngie .. não é nada disso que você esta pensando — começou Mark de maneira tímida e baixa tentando disfarçar, como se fosse possível, a noite anterior que teve com o chinês. Youngjae não conseguiu se conter e começou a rir escandalosamente no meio do corredor, ele estava certo no final das contas.

— Então quer dizer que Markson finalmente se assumiu real.. — Ele estava sorrindo e verdadeiramente feliz por seu melhor amigo, quem sabe assim ele tirava toda a confusão que estava vivendo, principalmente depois que conheceu um outro universitário, chamado Jinyoung.

— Markson não é real, para de ficar repetindo essa coisa — Mark reviroi os olhos, não irritado de verdade.

— O que é Markson? – Jaebum olhou para seu melhor amigo pensando que ele pudesse ter alguma resposta sobre o que os dois estavam falando, mas Jackson apenas deu de ombros e demonstrou estar tão confuso quanto ele. O Im dirigiu seus olhos para Youngjae atrás de respostas.

— Mark e Jackson, o shipp, sabe quando um casal .. — Youngjae desistiu quando viu a cara dos dois a sua frente e deu de ombros — Ah gente, é coisa de Bambam.

— Bom, Markson é real – Jackson olhou sorrindo orgulhoso para o Mark, esse apenas travou a respiração e ficou sério sem reação.

— Finalmente! Já não era sem tempo Tuan! —Youngjae quase teve que limpar o veneno que ele sentiu escorrendo ao dizer as palavras com ironia direcionadas ao seu melhor amigo. Talvez estivesse passando tempo demais com Bambam, se sentia muito venenoso ultimamente.

— Mas e quanto a 2jae? – É óbvio que Mark não iria deixar isso passar despercebido ou iria ficar por baixo, iria sim perseguir o melhor amigo.

— Para com essa porra de 2jae! — O Choi reclamou e revirou os olhos.

— Olha a boca babe – Jaebum repreendeu Youngjae e deu um selinho em seguida, fazendo o Choi limpar os lábios com raiva e fazer cara de nojo apenas por pura birra.

— Fica quieto .. — Resmungou baixinho o mais novo.

— Own que fofo, já brigam que nem um casal de novo, meu TOP – Jackson disse feliz e animado pelos seus amigos estarem juntos novamente. Youngjae revira os olhos

— É OTP Jackson, e eu e Jaebum estamos longe de ser isso, enfim, vamos embora?

— E onde vocês estão indo? Já vai mano, achei que ia ficar hoje ..

— Eu tava indo levar Youngjae para casa, depois eu volto e a gente fica jogando, pode ser? — Jaebum fez um cumprimento com o Jackson que só eles entendiam

— Quer uma carona Markson? Ops, Mark. — Sim, Jaebum também decidiu irritar o Mark, afinal irrita-lo era sua especialidade.

— Não obrigado, não quero ficar de vela.

— Vai se fuder! E ficar de vela é bom, para ver se você nunca mais me deixa como uma, que nem quando Jinyoung foi lá pro dormitório, lembra? — Youngjae exibiu um sorriso vitorioso sabendo que havia tocado na ferida de Mark.

— Por falar em fuder .. cade a calça que eu comprei para você? – Mark tentou mudar de assunto, rezando mentalmente para que Jackson não entendesse de maneira errada, ou no caso correta, o que Youngjae quis dizer sobre Jinyoung.

— O que isso tem com fuder? – Jackson olhou diretamente para o Mark.— E não pense que não percebi o que ele disse sobre Jinyoung, o que aquele estudante de enfermaria fazia em seu quarto Mark?

— Porque algo me diz que tem dedos de Jaebum nessa história de Youngjae não estar com as calças da noite passada e deixa isso pra lá amor, Youngjae esta querendo causar intriga entre nós — Mark deu um selinho em Jackson esperando que o chinês esquecesse essa história. Mesmo que ainda desconfiado, o Wang deixou a história passar por enquanto.

— Aquela calça estava me atrapalhando, eu precisava tirar ela dali – Jaebum deu de ombros – Você tem noção do quanto foi difícil fazer aquilo passar por essas coxas?

— Será que podemos parar de falar das minhas calças como se eu não tivesse aqui? Mark você vem com a gente ou não? – Youngjae estava envergonhado demais para ter sua noite tão descaradamente contada como Jaebum estava fazendo..

Depois de todos se despedirem do Wang os três foram para a casa de YoungJae no carro de Jaebum, que deixou o Mark em sua própria casa que era no caminho. Mas tudo isso com bastante risadas e tiração de sarro das caras que YoungJae fazia quando Jaebum contava os detalhes para Mark.


Notas Finais


E foi isso, o próximo será bem cute e ele já esta sendo reescrito pois esse eu não enviei a minha bummie ):
Vai ter reencontro da sogrinha mais fofa da fic sim.
Mas eu prometo reescreve-lo bem rápido e voltar aqui.
beijinhos e até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...