História Opps! Xonei - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 16
Palavras 493
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Perdoe o erros de caligrafia e a demora.

Capítulo 4 - Capítulo 4


Naruto on

Eu poderia ter deixado a cobra pircar Hinata se arrempendimento matasse, poderia ter deixado a cobra pica-la e a deixado morre por ser tão ruim. Mas tenho consciência - sim tenho não parece mais tenho - ela ficaria pesada e eu me sentiria culpado pela morte da Hyūga. Mas eu como um bom moço que minha mãe botou no mundo - e se ela quiser pode tirar - dei um tiro certeiro na cobra. Minha maldita conciência ficou me perturbando virei-me pra trás e vi Hinata se arrastando até o casaram suspirei fundo. 

- Naruto tu vai se arrepende disso. Falei pra mim mesmo sei q ela não vai querer minha ajuda mas ela mal pode andar, então não pode discutir comigo. Andei até ela passei minhas mãos envolta de sua cintura - CARALHO QUE CINTURA FINA - a susoendi no ar e a botei no ombro que nem fazem com porcos e sacos de batatas. 

- EI SEU ARROMBADO DO CARALHO ME BOTA NO CHÃO. Rosno ordenando batendo em minhas costas. 

- Não. Falei calmo 

- SIM. NAO TO PEDINDO SUA AJUDA.  E NEM PEDIR. 

- E daí?  A olhei por cima dos ombros. - Tu ta machados e não pode discutir comigo. Xiu sai. Falei e continuei andando. 

... 

Meia hora. 

MEIA HORAA. COM HINATA espeniando  e reclamando. Céus eu mereço? 

Merece. 

Oi? Como? Que? 

- Dar ranking por no chão? Questionou 

- Não. Responde  a Hinata se tu soubesse a vontade que eu To de te tacar no chão tu ficava calada. 

- AAHH!  SEU CHATO. 

- CHATO O CARALHO. FICA QUIETA PORRA.  

Paciência tem limites. É a minha ta quase se esgotando. 

Não sei mais parece que ela arregalou os olhos pois meu tom de voz ficou um pouco alterado e  resmungou algo baixinho e ficou que ta o resto do percurso. Chegamos na casa e não avia ninguém. Botei Hinata sentada no sofá e e peguei um bilhetinho em cima da mesa de centro escrito. 

"Hinatinha

Fomos a Fazenda dos Uzumaki's,  porque sim. 

Voltaremos mais anoitinha. 

Bjs sua Tia e resto da negada."

Eu li e sergurei pra não ri e entreguei o bilhões a Hinata que esbravejou vários palavrões e eu não me contive e ri na maior cara de pau da cara dela e do bilhete. 

Não sou obrigado a nada. 

- Então Hyūga está entregue e eu vou-me embora. Falei e abri a porta e deu-me de cara com uma forte chuva que caia. 

- Ah não. Reclamou Hinata se afundando nas almofadas do sofá 

- Por que comigo? Questionou aos céus - Vou ter que fuçar e espera a chuva passar. 

- Infelizmente sim. 

Segurei-me mais foi, mais forte que eu virei para Hinata e simplesmente mostrei o meu lindo dedo do meio pra ela é sair dali e fui para a cozinha fazer um lanchinho. 

- Onde pensa que vai? 

A ignorei e seguir meu curso. To nem ai sou obrigado a porra nenhuma.



Notas Finais


Esse cap foi pequeno pq eu fiz as presas tenho vários trabalhos para fazer e eu deles especialmente é pra amanhã é eu estudo de manhã imagina minha correria. Promento que o próximo será maior beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...