História Oque o Destino me Espera? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Lily Collins, Misha Collins, Supernatural
Personagens Castiel, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Lily Collins, Lúcifer, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Exibições 18
Palavras 676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieee aqui vai mais um cap!! Mas antes quero dizer que.. Eu só vou postar uma historia por enquanto, eu prefiro me concentrar mais nessa!

Capítulo 2 - Um Mundo Sobrenatural


Fanfic / Fanfiction Oque o Destino me Espera? - Capítulo 2 - Um Mundo Sobrenatural

 

 

DEAN WINCHESTER POV's

Eu estava sem o que fazer, era 10:00 da noite mas eu já dormi o dia inteiro. Então eu vou até a cozinha mas no caminho encontro Sam sentado mexendo em seu notebook, como estava entediado perguntei.

- Achou algum caso? - Olhei pra ele com minha cara de tédio, e ele me olhou estranhando.

- Hã.. Na verdade sim, até mesmo depois da Escuridão as coisas ainda estão as mesmas!

Depois de Sam dizer isso escutamos um barulho alto fora do bunker. Eu e ele nos olhamos e saímos para ver o que era. Em frente ao bunker havia um carro, eu e Sam sacamos nossas armas e fomos mais perto. Quando estávamos perto o suficiente conseguimos ver uma garota com a cabeça no volante, acho que ela estava desmaiada, ela deve ter batido a cabeça no volante. Seu rosto estava todo cortado. Enfim, eu e Sam abrimos a porta do carro.

- Peraí! - Disse eu.

- O que?

- Vamos levar ela pro bunker? 

- Hã.. Sim?

- Mais e as coisas que tem lá dentro! - E quando ela acordasse? Iria ver todas as coisas que tem no bunker!

- Eu não sei.. Mas temos que levar ela a algum lugar.  

- Pra que será que serve o hospital? - Meu sarcasmo sempre irritava ele.

- Ha! Eu sei lá! Então vamos levá-la pro hospital... E o carro? 

- ... Por enquanto deixa aqui. 

Sam pegou a garota e eu liguei o meu carro, mas quando Sam colocou a garota no carro ela acordou. Ela olhou para o carro, e depois para mim e depois para Sam.

- Quem são vocês? Onde eu estou? - Ela estava desnorteada por causa da pancada com o volante.

- Eu sou Sam e este é meu irmão Dean. - Ela olhou para nós dois desconfiada.

- Você estava desmaiada naquele carro. - Disse e apontei para o carro onde ela estava. Ela se levantou do carro com muita dificuldade, e quase caiu mas eu e meu irmão a seguramos.

- Como isso foi acontecer.. - Disse ela baixinho.

- Hã.. Você está bem? Íamos te levar para o hospital. - Disse eu.

- Não. Eu estou bem, foram só algumas feridas, eu sei cuidar disso. - Disse com a mão no rosto.

- Você não me parece bem. - Disse Sam.

- E-eu vou ficar bem se eu voltar pra minha casa.

- Espera aí! Como isso aconteceu? - Disse Sam a segurando.

- Hã.. E-eu só lembro de sentir umas tonturas e muita dor.. E.. Um sonho muito estranho.. - Eu e Sam nos entreolhamos.

- Que tipo de sonho? - Perguntei.

- Não era exatamente um sonho, eram como informações.. Símbolos Homens de alguma coisa lá.. Homens de letras?

- HOMENS DE LETRAS!? - Sem querer eu me alterei. Sem querer.

- É isso! Homens de letras... O qu

e é isso?? - É obvio que essa garota tem alguma coisa errada. Errada no sentido sobrenatural.

- Oque mais tinha nesse sonho!? - Sam também se alterou um pouquinho.

- Hã.. É.. Símbolos estranhos. - Ela dizia com um olhar confuso, ela realmente não deve saber do que isso se trata.

- Espera! Você consegue desenhá-los?? - Sam já pegava um bloquinho de notas de seu casaco.

- E-eu acho que sim.. - Sam lhe entregou o bloquinho de notas e uma caneta azul. A garota nos olhou por um tempo sem entender nada.

- Querem me explicar o que está acontecendo!? - Ixi. Se alterou.

- Apenas desenhe para termos certeza de poder te contar. - Ele me olhou uma última vez e começou a desenhar, quando terminou nos mostrou.

- É um símbolo anti-anjos. - Disse Sam de boca aberta.

- Anti-anjos? Ha! Vocês são loucos! - Ela disse.

- Você realmente não sabe ou está mentindo? - Ela olhou confusa novamente para nós dois, ela não sabe.

- Eu não sei de porcaria nenhuma dessas coisas!! - Eu to falando.. Tem alguma coisa muito estranha nessa garota!

 


Notas Finais


É isso galerinha! Espero que tenham gostado!!! Até o prox cap!! <3333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...