História Ordem rima com caos - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias League Of Legends
Personagens Riven, Yasuo
Tags Luta, Riven Dawnbringer, Romance, Yasuo Nightbringer
Visualizações 100
Palavras 1.060
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - A velha louca e a triste revelação


Fanfic / Fanfiction Ordem rima com caos - Capítulo 3 - A velha louca e a triste revelação

Já era quase horário de almoço quando os jovens receberam uma missão de ultima hora, afastar algumas raposas selvagens que estavam atormentando a vida de algumas pessoas que viviam ali nas florestas de Ionia, raramente isso acontecia e quando acontecia tinham que resolver rápido.

Três pessoas corriam na direção das raposas. E uma delas, era Yasuo.

-Ei Ako, se livre daquelas duas ali- ele apontava para a esquerda com o olhar e depois para a direita- E você daquelas ali Ryan- os dois entenderam e foram para onde Yasuo ordenou, Ako era uma garota muito ágil com suas duas adagas, seus movimentos eram difíceis de acompanhar, ela usou as árvores como impulso para escapar das mordidas das raposas e bater com o cabo de suas adagas nelas, para desmaia-las.

Já Ryan não era tão rápido, más ele era o mais forte em força física dos três, seus movimentos eram pesados e cheios de força, tanto que já pegava sua espada que era bem longa e cortava uma árvore no meio impedindo a passagem das raposas que corriam em sua direção, logo ele pulou por cima do tronco e as nocauteou também. Após fazer isso olhou para Yasuo.

-eae grande herói? essas raposas são desafio demais para você?

Yasuo sorriu para ele e fez um risco com sua lâmina no chão levantando uma barreira de vento para impedir as raposas de avançarem nele.- Só estou vendo se consigo deixar isso com a cara do desafio que falaram que seria.

-sabe que as ordens não são para mata-las e sim realoca-las no seu devido lugar na floresta, e se você demorar mais vamos acabar levando bronca dos velhos.

Yasuo suspirou, sabia que aquilo era verdade e então embainhou sua espada e nocauteou as raposas com o cabo da mesma.- Vamos realoca-las então- os três levaram as raposas de volta para a floresta e depois foram avisar para as pessoas que viviam nas redondezas que já estava tudo bem com as raposas.

Depois de avisar uma velha senhora, Yasuo acabou sendo puxado pela mesma para dentro da casa, ela o ofereceu um pouco de dinheiro de recompensa, Yasuo tentou convence-la de que não precisava más ela era insistente e então ele aceitou.

-Que legal ser jovem, fiz muitas missões por Ionia também... e você parece com o garoto da profecia- Yasuo fez uma cara de desinteresse ao ouvir isso- o que será que acontecerá? irá escolher ordem ou caos?- Yasuo ainda com cara de desinteresse apenas pensou "eu escolho comer bolo", foi obrigado a ouvir a velha mais um pouco e se aproximando de pouco em pouco da porta até finalmente conseguir ir embora.

-Ufa- arfou Yasuo e seguiu seu rumo para Ionia. Já na cidade com o dinheiro que havia ganhado da senhora, pensou em chamar Yone para beber algo e assim o fez, marcaram de se encontrar em uma taverna.

Yasuo abria a porta da taverna e sem dificuldades acha seu irmão e vai até a mesa dele.

-Hey Yone, hoje é por minha conta já que ganhei uma recompensa inesperada na minha missão

-Se é que eles podem chamar isso de missão, não deve ter sido desafio para você- Yasuo concordou com a cabeça- eu também estava voltando de uma missão, a minha foi meio complicada.- Yasuo começou a prestar atenção e ele continuou- tem um cara ai, ele mesmo se chama de demônio dourado, nem Zed e Shen conseguiram pega-lo.

-Isso é um problema- Yasuo disse pegando o saque que o garçom servia para os dois e bebendo um gole.

-já cogitaram te chamar, mas o ancião disse que era melhor não deixarem você participar disso, por ser "não estar pronto"- Yasuo logo fez uma expressão de raiva.

-Eu nunca to pronto pra ele- suspirou- bom, contra a vontade do ancião eu não posso ir também, então eu desejo boa sorte para vocês.

Ficaram conversando por um bom tempo até que Yone teve que sair, Yasuo fez o mesmo, quando saiu da taverna olhou o céu e percebeu que o sol ainda estava forte.

-Hoje vai ser um dia longo.

 

 

O homem caminhava a passos curtos, alguns pequenos barulhos ecoavam pela sala quando ele pisava e batia a bengala no chão. O ser se senta em seu trono e um corvo vai de encontro com seu ombro, fez um gesto com a mão e as pessoas que estavam agachadas ali se levantam. Uma dessas pessoas era Riven.

-Hoje convoquei vocês aqui para dar-lhes uma notícia muito agradável, para mim pelo menos é.- Fez uma pausa- iremos invadir Ionia daqui a 3 meses.

Riven arregalou os olhos olhando um pouco para baixo- Ionia...- ela falou baixinho.

-Algum problema senhorita Riven?- ela olhou para ele assustada e balançou a cabeça em negação.- Bom, é melhor que eu já diga a vocês que Zaun estará nos ajudando, isso é tudo, se quiserem mais detalhes falem comigo depois porque agora estou ocupado... SAIAM!

Riven foi a ultima a sair, estavam passando mil coisas em sua cabeça, como ela iria reagir se encontrasse seu amado la? os dois teriam que batalhar? ela não queria ter que matar Yasuo e muito menos morrer nas mãos dele.

-terra pra Riven?- Katarina a chamava, as duas ficaram inseparáveis com o tempo- o que o figurão falou la?

-Vamos invadir Ionia...- ela não devia estar falando isso para ninguém mas Katarina era a pessoa que ela mais confiava em Noxus, alem das duas terem algo em comum depois dessa revelação.

-Ionia? não é la que fica o seu...- Riven tampou a boca da amiga.

-Não fale alto e nós não estamos namorando... ainda- ela disse "ainda" baixo mas Kat pode ouvir.

-Olha eu sei o que você está passando, porque eu estou na mesma merda.- Riven fez cara de desentendida- na minha ultima missão eu fiquei encarregada de matar um soldado de Demacia que é uma ameaça para nós, mas... as coisas saíram do meu controle né fazer o que? haha- ela ria tentando disfarçar para não chamar atenção de quem acabasse ouvindo.

-Nossa... logo de Demacia...- Riven olhou para o céu e o sol bateu em seu rosto. "Só preciso torcer para que não o encontre no meio da luta" 

Por algum momento Yasuo e Riven sentiram que estavam face a face um com o outro, seus olhares desceram ao mesmo tempo e continuaram ambos seus rumos.


Notas Finais


provinhas vão começar em breve mas não vai afetar muitas coisas nas postagens, prometo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...