História Ordinary - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Chanbaek, Chanhun, Kaisoo, Non-au, Ot9, Sebaek, Sekai, Xiuho
Visualizações 257
Palavras 2.191
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shounen, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ai caramba eu não sei se esse capítulo ficou bom, então me desculpem e qualquer coisa eu deleto e pulo pro próximo!!!

boa leitura anjos <3

Capítulo 4 - Capítulo Quatro


Chanyeol estava sentado no chão apoiado no sofá com o braço sobre o joelho, debaixo das pernas cruzadas de DO. Ele moveu seus dedos distraidamente, tocando um piano invisível mantendo os olhos na TV, mas os pensamentos distantes.

Não havia passado muito tempo desde que Baekhyun tinha pego o filme, então ficou se perguntando se alguém teria notado o leve olhar vermelho nos olhos dele. Se perguntou o que ele e Sehun estavam falando para fazê-lo ficar a ponto de quase chorar. Só estava brincando antes quando comentou sobre Baekhyun chorar.

Mordeu o lábio preocupado, sabia que não tinha direito de se meter. Ele e Sehun concordaram em deixar o que aconteceu entre eles no passado e continuar a amizade, mas mesmo assim tentar isso durante o ensaio tinha sido torturante. Chanyeol teve que esforçar-se para não olhar Sehun através do espelho, sabendo que o garoto estava bem ali movendo seu corpo.

Deu uma olhada só uma vez, mas os olhos de Sehun estavam em Kai, assistindo o moreno dançar para talvez melhorar sua própria técnica, então desviou o olhar rapidamente, com medo de Sehun sentir seus olhos nele.

Quando Sehun saiu para falar com Suho, Chanyeol estava preocupado. Suho sabia de alguma coisa? Ou Sehun iria dizer a ele agora? Talvez ele estivesse desconfortável em estar no mesmo ambiente que Chanyeol e queria praticar separadamente.

Inúmeras possibilidades passaram por sua cabeça até que os dois voltaram, e com o coração doente viu Sehun caminhar direto para a sua mochila e sair com os olhos abatidos sem dizer uma palavra. Suho disse que o mais novo não estava se sentindo bem e ia descansar. Todos continuaram o ensaio sem outra palavra sobre Sehun, mas Chanyeol sentiu-se inquieto. Ele queria ir ver Sehun, mas sabia que os membros poderiam pensar que algo estava acontecendo.

Baekhyun saiu de lá como um foguete para ver Sehun então Chanyeol se acalmou um pouco, esforçando-se para manter seu ritmo cardíaco normal quando retornaram ao dormitório.

Assim que chegaram encontraram Sehun desacordado e Chanyeol lamentou sua decisão de não ter saído do ensaio antes de todos. Ele era muito idiota mesmo. Ele observou a lenta respiração do garoto e sentiu como se alguém agarrasse seu coração e o torcesse enquanto ainda estava em seu peito, seu coração batia tão rápido que parecia que explodiria a qualquer momento. Sehun parecia tão vulnerável e Chanyeol sentiu a necessidade de protegê-lo, deixá-lo seguro e cuidar dele.

Chanyeol não tinha saído de perto de Sehun desde que chegou no dormitório, só quando sabia que ele ia ficar bem e já havia acordado, então encontrou forças para sair de seu lado para ir informar os outros. Se Suho não tivesse dito para deixá-lo descansar, teria ficado mais tempo, mas em vez disso Baekhyun era o único lá, cuidando dele. Isso o fez apertar os punhos.

Suho levantou-se para fazer o jantar e Chanyeol ajudou porque precisava de algo para tirar Sehun de sua mente por um tempo. Se concentrou nas cenouras que estava cortando, colocando toda sua energia ali para ter certeza de que os cortes eram exatamente retos. O líder riu chamando-o de perfeccionista. Ele franziu o cenho sorrindo de volta e negou. Fazer isso na realidade era a única coisa que o impediu de correr até o quarto de Sehun e empurrar Baekhyun para fora para que ele pudesse cuidar de Sehun.

"Você pode ir chamar Baekhyun e Sehun? O jantar está pronto." Chanyeol acenou com a cabeça da pia onde estava lavando os pratos que tinham acabado de sujar. Secou as mãos em uma toalha e foi até o quarto de Sehun. Ele hesitou, batendo levemente. Quando não recebeu nenhuma resposta silenciosamente abriu a porta e olhou para dentro. Sua garganta ficou seca e seu coração caiu até seus pés.

Baekhyun e Sehun estavam entrelaçados na cama, o laptop em frente a eles. A cabeça de Sehun estava no peito de Baekhyun enquanto os braços do rapaz mais velho estavam enrolados ao redor do maknae e a cabeça descansando sobre a de Sehun. Não havia espaço entre seus corpos, os dois estavam apertados um contra o outro. Chanyeol notou a perna de Sehun sobre a de Baekhyun.

O rosto de Sehun parecia molhado, como se estivesse chorando e apesar da distância Chanyeol podia ver suas bochechas inchadas. Sua garganta se sentiu cada vez mais apertada e ele ficou parado por um momento, incapaz de se mover.

Tudo o que Chanyeol conseguia pensar era que ele deveria estar ali, não Baekhyun. Ele deveria ser o único a abraçar Sehun dessa maneira, segurando-o enquanto ele chorava e balançava-o gentilmente para dormir em seus braços, beijando sua cabeça docemente.

Deu um passo tentativo antes de parar., sacudiu a cabeça e recuou lentamente, fechando a porta com um clique suave. Se arrastou de volta até a cozinha.

"Eles estão dormindo."

Suho piscou em surpresa, olhando para ele.

"Ambos?" Chanyeol assentiu e Suho torceu a boca para o lado. "Bem, eu acho que ambos estavam cansados ​​então. Oh, bem, se acordarem mais tarde eles podem simplesmente aquecer algo, me ajude a arrumar a mesa, ok?" Chanyeol assentiu novamente e silenciosamente fez o que o líder pediu. Uma vez que tudo estava pronto ele também ajudou a trazer a comida para a mesa.

Suho chamou os outros membros para comer e eles responderam com entusiasmo. Todos se aglomeraram, enchendo os pratos rapidamente. Chanyeol esperou até que terminassem antes de colocar alguma coisa ao seu próprio prato. De repente não se sentia com muita fome, mas não queria perturbar Suho. Comeu rapidamente, lembrando-se de agradecer a Suho antes de dizer que estava cansado e iria para o quarto.

Ele trancou a porta e se sentou na cama. Olhou para a impressão que Sehun tinha deixado em sua cama na noite anterior. Lembrou-se de levá-lo no estilo de noiva para sua cama, com cuidado para não bater a cabeça ou as pernas na porta. Assim que o colocou na cama, Sehun havia suspirado e o abraçado, com as pernas enroscadas sob ele.

Na noite passada Chanyeol ficou ali sentado por um longo tempo, observando-o dormir. Pensou no beijo, no jeito que Sehun ficou embaixo e contra seu corpo. Sentiu uma sensação de calor no baixo ventre, olhando para baixo e vendo que estava excitado. Se levantou rapidamente, olhando nervosamente para trás para ter certeza de que não tinha acordado o garoto e saiu a caminho do banheiro.

Lembrou-se de como estava chocado ao ficar tão excitado com o pensamento de Sehun. Quanto mais pensava nisso, mais duro ficava até se tornar quase doloroso. Ele queria se aliviar, mas também se sentiu estranho, porque Sehun era seu melhor amigo e companheiro de grupo.

Desabotoando suas calças, alcançou seu membro duro o deixando para fora da boxer. Envolveu seu punho em torno dele, apertando lentamente no início, mas começando um ritmo mais rápido em breve. Imaginou sentir Sehun sobre ele, doce, leve e delicioso. Uma gota de pré gozo expeliu da ponta, fazendo-o acelerar os movimentos com a mão, mordendo o lábio.

A imagem de Sehun debaixo dele, o lábio macio do maknae entre seus dentes e os olhos cheios de excitação quando ele se entregou a Chanyeol, entrou em sua cabeça e era tudo o que ele precisava para acabar com aquilo. Bombeou mais duas vezes e explodiu, com o membro pulsando expelindo todo seu liquido em sua mão e sua camisa. Ele apressadamente a tirou, usando-a para limpar sua mão e o corpo antes de abotoar as calças de volta.

Rastejou silenciosamente de volta até seu quarto e abriu a porta lentamente, caminhando na ponta dos pés pelo do quarto para deixar a camisa em seu cesto antes de pegar uma limpa em sua gaveta.

Chanyeol olhou de volta para Sehun e sentiu seu nó no estômago. Ele tinha acabado de bater punheta pensando no seu melhor amigo, que estava completamente inconsciente enquanto dormia profundamente em sua cama. Isso era errado, isso era muito errado.

Voltou ao presente e apertou os olhos, tentando se livrar desses pensamentos em sua cabeça. Ele não podia pensar nessas coisas quando Sehun não queria isso.

Sehun admitiu que estava atraído por Chanyeol, mas isso não significava que queria estar com ele de alguma maneira. Ambos estavam tão isolados de relacionamentos românticos normais que era difícil saber o que era real e o que era apenas seus hormônios negligenciados.

O mais certo a fazer era só parar antes de começar, afastar todos os pensamentos de Sehun de sua mente. Achou que Sehun já estava fazendo o mesmo a respeito de seus pensamentos sobre ele. Era mais fácil de dizer do que de fazer, pensou consigo mesmo, ao cair de costas na cama, com os braços abertos.

Olhando para o teto passou a mão pelos fios de cabelo, suspirando. Droga! Por que Sehun tem que ser tão irresistível? Sabia que Sehun sempre foi o mais bonito entre os membros, e todos já tinham reconhecido suas características atraentes, mas nunca havia se sentido atraído por quaisquer dessas características. Agora, porém, nesse exato momento isso era uma outra história...

Seu nariz adorável era praticamente a definição de "nariz perfeito", aqueles lábios sedutores de um formato tão bonito, a forma como seus cílios se moviam quando ele pisca. A beleza de Sehun estava em um nível tão alto que difícil até mesmo os ídolos femininos. A forma como Sehun salta para fora do carro, como Sehun anda. Chanyeol mordeu o lábio, olhando para a saliência em suas calças. Como Sehun fez isso com ele tão facilmente?

Chanyeol estendeu a mão acariciando-se através de suas calças. Apesar de tudo o que havia dito a si mesmo, ele não parou. Continuou a se tocar mais forte, sua respiração saindo um pouco mais trêmula, desabotoou suas calças e empurrou-as para baixo até suas coxas, levando a boxer junto.

Esfregou o polegar na cabeça de seu membro e sentiu pré gozo vazando. O ar fresco entrou em choque com seu membro quente e molhado, mas ele gostou da sensação. Continuou a acariciar seu eixo enquanto imaginava Sehun fazendo isso para ele.

Sua respiração estava descompassada e ele se bombeou mais rápido, imaginando Sehun entre suas pernas, com dedos envolta da cintura do amigo. Isso provocou um gemido baixo, então mordeu o lábio com força, reprimindo outros ruídos para que os outros não ouvissem.

Continuou com seu membro em ambas as mãos, com os quadris empurrando para cima minuciosamente quando ele sentiu um aperto, empurrou mais uma vez com mais intensidade. Chanyeol estava quase ofegante, os olhos fechados com força com as imagens de Sehun nu vagando através de sua mente.

Sehun rastejando sedutoramente em cima de Chanyeol, se chocando contra seu membro duro enquanto deslizava seus dedos em seu cabelo, devorando sua boca avidamente. Ele gemendo quando Chanyeol empurrou de volta para dentro dele, a cabeça jogada para trás em êxtase. Em seguida Chanyeol lançando-o sobre a cama, o prendendo ali e Sehun arqueando as costas de prazer.

Sentiu-se quente enquanto gozava, afastando-se da própria cama e mordendo o lábio com mais força para não gritar, continuou se masturbando até que as últimas gotas caírem. Sua camisa tinha subido devido aos seus movimentos e uma pequena poça de liquido branco se acumulou em sua barriga. Chanyeol se inclinou para pegar uma toalha do chão, se limpando inteiramente quando sentiu o gosto de algo metálico.

Tocou seus lábios com os dedos e os trouxe de volta para olhar. O sangue estava em um vermelho vibrante contra seus dedos claros. Passou a língua por seu lábio, estremecendo quando tocou a pele rasgada. Examinou o machucado no espelho, puxando o lábio lentamente para observá-lo. Ele gemeu com um pouco de dor, mas notou que não era um corte grande então seria difícil ver, exceto se alguém fosse procurar. Passou a língua para remover o excesso de sangue, verificando que não era evidente e saiu do quarto.

O banheiro estava vazio, ele agarrou uma toalha antes de gritar para perguntar se alguém precisava usá-lo. Os membros ainda acordados responderam que não e só então fechou a porta, pendurando sua toalha no gancho da parede.

Se inclinou e ligou o registro de água, verificando a temperatura com a mão. Quando a sentiu quente o suficiente, ele colocou o plug na banheira. Virou-se para o espelho e olhou para seu reflexo.

As últimas 24 horas haviam sido tão longas e confusas que mal conseguia pensar direito. Ele tinha gozado pensando em Sehun, não uma vez, mas duas. Isso foi tão estranho. Suspirou e penteou os cabelo com os dedos.

Entrou na banheira deslizando para baixo até que tudo, exceto sua cabeça foi submersa.

Sempre que estava estressado, fazia isso. Cantarolou baixinho uma música que tinha ouvido no rádio no carro. Era uma melodia leve, assustadoramente bonita, que ajudava a aliviar sua mente. Batia os dedos na borda da banheira no ritmo da música, cantando suavemente.

Chanyeol estava tão perdido na música que não ouviu a batida na porta antes dela ser aberta. A cabeça dele virou-se rapidamente para o lado da porta e ele piscou de surpresa quando viu Sehun meio adormecido na entrada do banheiro.


Notas Finais


grito eu não sei escrever lemon, nunca soube e talvez nunca saberei.... é a minha maior dificuldade quando to escrevendo uma fic, eu peço perdão se ficou muito ridículo, mas por mais que eu leia muitas fanfics com lemon eu não tenho facilidade em escrever.....

por favor comentem como comentaram no último capítulo, pois só com os comentários eu notei onde estou errado e tentei corrigir. falando nisso, eu editei muita coisa no último capítulo, então caso esteja acompanhando a fic e tenha curiosidade vai lá dar uma lida ^^

obrigada por acompanharem ordinary anjinhos :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...