História Organization the red bullet - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys (bts), Bromance, Mistério, Revelaçoes, Yoonkook
Exibições 31
Palavras 1.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiá quem tá aqui :3

Capítulo 8 - Uma nova descoberta


Pov's Yoongi

Seul 04:23 AM

Acordei com um barulho vindo do andar de cima na ala dos quartos, tentei fazer o mínimo de barulho possível para não acordar o Kookie, mas foi impossível porque quando eu ia levantar, senti ele me abraçando, não só com o braço, também com a perna, como se eu fosse um ursinho:

-Jungkook, deixa eu levantar -tentei sair do seu aperto mas foi uma tentativa falha.

-Hyung.. -falou manhoso -Onde você vai?

-Vou lá em cima, volto logo -falei e ele me soltou do seu aperto.

Fui em passos lentos subindo a escada devagar, adentrei ao primeiro quarto e encontrei o mesmo com a janela aberta que algumas horas atrás estava fechada, só vi um vulto passando e um grito do Kookie:

-HYUNG!!

Sai o mais rápido possível de dentro do cômodo e encontrei o Jungkook perto da escada e um cara do outro lado da sala, o cara foi pra cima do Jungkook mas ele o pegou e o jogou no chão fazendo suas costas se chocarem contra o piso gelado:

-De boas hyung, tudo sob controle -sorriu.

Sorri de volta e depois só senti braços ao redor do meu pescoço, me inclinei para frente com uma força bruta fazendo essa pessoa ir parar na parede, o cara se levantou e literalmente pulou para o andar de baixo, é lógico que eu tive que ir atrás dele, o mesmo correu para a cozinha e eu fui atrás.

Cheguei bem próximo dele e dei um soco em sua boca fazendo o mesmo cuspir um pouco de sangue, ele veio até mim e me deu um soco muito forte na minha barriga, e ainda não satisfeito, o filho da puta deu um chute em meu peito me fazendo chocar minhas costas na parede, se aproximou perto de mim e me puxou pela gola da minha camiseta, falando num tom de deboche:

-Espero que tenha aprendido a lição -deu uma risada sarcástica -Te vejo amanhã -me soltou e saiu pela janela da cozinha.

-Hyung! -Jungkook correu até mim -Tá tudo bem? ... Ah que merda Yoongi -colocou a mão na minha cabeça -Você tá sangrando.

-Jungkook, cadê o cara que estava com você?

-Ele desmaiou, coloquei ele no lugar dele -sorriu vitorioso e foi até a sala -Hã... hyung?

-O quê? -falei com a voz meio abafada por causa da dor.

-Ele sumiu!

-Como assim?! -levantei com as forças que eu tinha e fui até a sala, encontrando o lugar vazio só com um pouco de sangue ainda úmido, denunciando que ele havia saído a pouco tempo.

-Quer saber? Isso não importa agora, vou cuidar de você hyung -sorriu -Vou procurar  um remédio pra dor e algum curativo -falou subindo a escada.

-Obrigado.

-Ora Yoongi não precisa agradecer, eu sou seu dongsaeng, gosto de cuidar do meu hyung.

Abri um sorriso que até eu duvidava que ainda existia, um sorriso mostrando todos os meus dentes, um sorriso verdadeiro, Jungkook causa isso em mim.

Sentei no sofá e fiquei esperando, não demorou muito para ele voltar com uma cartela de analgésico para a dor e uma faixa branca:

-Demorei um pouco porque foi meio complicado achar o analgésico porque tava dentro da segunda gaveta da cômoda... embaixo dos pornô -brincou.

-Da cultura erótica -rimos -Toma cuidado na hora de colocar a faixa tá bom? -mordi o lábio inferior.

-Tá bom, vou cuidar muito bem do meu hyung -sorriu com aqueles dentinhos de coelho.

-É a primeira vez que isso acontece.

-O quê? -perguntou enquanto colocava o curativo na minha cabeça.

-É a primeira vez que eu fico corado -sorri de canto.

-Pronto! Toma -me entregou um copo de água e um comprimido -Vou limpar essa bagunça, descanse um pouco.

-Não -levantei do sofá -Eu te ajudo.

-Tem certeza?

-Sim, eu não poderia ficar descansando enquanto você fica igual um escravo limpando minha casa.

Sorriu e começamos com a cozinha já que a parede estava muito suja com o meu sangue...

Seul 06:07 am

-Yoongi hyung! -Kookie gritou.

-Fala! -fui até o mesmo que estava abaixado arrumando os dvd's.

-Olha oque eu achei -me mostrou um tipo de carta.

-Lê aí -falei sentando ao seu lado.

Olá Yoon, nossa faz tanto tempo que não nos falamos.

Você deve estar se perguntando quem eu sou não é mesmo? vou avisar que nós éramos amigos, eu mandei dois capangas para sua casa para lhe entregar isso, provavelmente vocês vão acabar em uma briga, eu te conheço bem Min Yoongi.

Se quer saber quem eu sou, sugiro que você me encontre hoje meia-noite perto daquele bar que nós íamos quando estávamos estressados.

vou lhe dar um aviso, se você vier, vai ser uma viajem sem volta.

Até mais Yoon

-Como esse cara sabe meu apelido? -me perguntei.

-Você não vai se encontrar com ele, né hyung? -Kookie falou.

-Eu preciso ir Jungkook.

-Mas hyung você não ouviu?! "Uma viajem sem volta" lembra?

-Jeon é necessário eu ir, pode ter alguns riscos mas eu sei me cuidar, vai que eu consigo algumas informações sobre o 003.

-Tá bom, mas se acontecer alguma coisa me liga tá? -assenti -Caralho já é seis horas, eu preciso ir pra escola... foda-se eu vou faltar! Eu vou ficar aqui e cuidar de você.

-Jungkook não se prejudique por minha causa, eu consigo me virar sozinho, eu até posso te dar uma carona se quiser.

-Eu ia achar ótimo! Vou me trocar... hyung?

-Hum?

-Me empresta uma camiseta sua? Por favor -fez bico.

-Tá bom Kookie -sorri e subimos até o meu quarto, abri o guarda-roupa e mostrei as duas únicas camisetas que cabiam nele.

-The Walking Dead? Sério? -arqueou uma sobrancelha.

-É isso ou Fairy Tail... Você que escolhe.

-The Walking Dead -pegou a camisa e ficou me encarando como se quisesse alguma coisa.

-Que foi?

-Eu preciso trocar de roupa, será que você pode sair?

-Ah, claro, desculpe -me retirei do quarto.

Nós tínhamos terminado de arrumar tudo a poucos minutos atrás, resolvi deitar no sofá e assistir alguma coisa:

-Hyung vamos -Jungkook apareceu.

Peguei as chaves da minha BMW e saímos.

Jungkook gostava de se levantar quando o carro estava em movimento e eu ficava só sentindo o vento bater em meu rosto. Gostaria de me divertir com o meu dongsaeng mais vezes.

Pov's Jungkook

Chegamos na escola e todos que estavam na entrada, pararam oque estavam fazendo só pra olhar a BMW do Yoongi. Eu não sou muito de chamar atenção, tanto que eu só tenho um amigo. Desci do carro e o Yoongi fez questão de fazer o maior barulho quando saiu com o carro, senti vários olhares sobre mim.

Entrei nos corredores da escola e só vi um ser vindo na minha direção:

-Jungkook seu arrombado onde você tava?! Eu liguei um milhão de vezes no seu celular mas só dava caixa postal -Dong-yul falou dando um leve tapa no meu braço -E eu vi aquele carro.. Jungkook o pegador de novinhas -riu.

-Aish Dong-yul -ri -Eu tava na casa do... -fui interrompido por um grupo de líderes de torcida.

-Oi Jungkook -uma garota se pronunciou -Eu vi você com aquele carro e pensei se, a gente poderia sair qualquer dia desses, toma -me entregou um papel.

-O que é isso?

-Meu número, me liga que a gente sai qualquer dia -sorriu e saiu com as amigas dela.

-Ela já foi embora? -perguntei.

-Já!

-Ótimo -rasguei o papel -Aish, que interesseira -Dong-yul e eu rimos.

-Vamos cara -colocou a mão no meu ombro -E, onde você estava?

-Na casa do Yoongi, man você não vai acreditar, de madrugada entraram dois caras na casa dele e meio que rolou uma briga, eu consegui desacordar um cara! O Yoongi acabou machucando a cabeça mas já está um pouco melhor, depois os caras meteram o pé, eu e o Yoongi arrumamos toda aquela bagunça e encontramos um bilhete que dizia para o Yoongi ir encontrar um cara, mas se ele for, será uma viajem sem volta -Dong-yul arregalou os olhos e abriu a boca.

-Eita porra... por que todo mundo tem uma vida foda e eu não? -fez bico.

-Mimado.

-Eu não sou mimado -bateu o pé no chão infantilmente e eu ri.

-Vou entrar na sala, não quero levar uma bronca daquele professor.

-Tá, eu também vou entrar, até mais mano -foi pra sala dele e eu fui pra minha.
              ....

No meio da explicação do professor, eu não conseguia me concentrar, todos os meus pensamentos iam pro Yoongi. Será que eu devo segui-lo até esse "encontro" com aquele cara? É isso! Eu vou segui-lo!


Notas Finais


Eu escrevi esse cap pelo celular então se tiver uma merda não liguem
O que acharam! Amaram? Odiaram? Querem casar comigo? Falem pra mim
Me dêem alguns créditos please :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...