História Orgasm (Namjin) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, V
Tags Crossover, Ecchi, Novela, Romance, Shoujo, Yaoi
Visualizações 420
Palavras 2.150
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Lemon, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Visual Novel, Yaoi
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Já não liguem para os erros
Desde já agradeço
Espero que 2,150 palavras sejam o suficiente pra vcs
Bjo

Capítulo 6 - O aniversário


Kim Namjoon on 

O que devo comprar para uma garota de seis anos (breve sete), que mal conheço? Deus...

Ando pelo shopping, parando em frente a uma loja de artesanato, que me deu uma ótima idéia.

...

Nj: Um quadro 1 por 1, por favor. - Peço a caixa, que em segundos me entrega.

Pago, saindo as pressas de lá. Ainda falta outra coisa.

Outro dia 


Ainda é sexta, e eu não terminei isso. Como pode ser tão difícil?

Respiro fundo, lembrando do parque, o entusiasmo com meu desenho...

Era isso que faltava.

Um vento frio bateu contra minhas costas, isso ocorreu dado ao fato que que:

1' a porta da sacada estava aberta.

2' estou sem camisa.

3' Vai chover.

Vou em direção a fonte do frio, com intenção de fechar a porta, mas, ao ver aquela paisagem, com a mente aberta, é bem melhor. Nunca havia reparado no quanto é lindo.

Passo minutos ali, e vejo que o sol já vai se pôr.

Nj: Droga. - Volto ao ponto inicial: O presente da Mi-cha.

Estava realmente ficando lindo, era meu propósito.

Seus cabelos, como os do pai, escorridos na testa. Aquele olhinhos, puxados na medida certa...

Nj: Por que você não sai da minha mente, Kim Seokjin?

Saio do encanto, quando uma criatura ruiva entra pela porta.

Jh: Cheguei, viado.

Nj: Para, Hobi - Dou risada de sua expressão. - O que faz aqui?

Jh: nossa, achei que fosse ficar feliz em me ver - coloca a mão no peito, fingindo dor - CARALHO, MAN... - Me assusto com sua expressão violenta.

Nj: O que foi?

Jh: Cara, que linda... - Fala do quadro... Sim. Eu estava pintando ela...- quem é essa princesa?

Nj: É filha do Jin...

Jh: Quem? - Arqueia as sobrancelhas.

Nj: Ela é filha do meu terapeuta, Hoseok. - Suspiro - que eu por algum acaso desconhecido encontrei no parque. Agora tenho de fazer um presente maravilhoso para ela, já que seu aniversário é amanhã. - Explico tudo sem um pausa sequer.

Jh: Ah... - Me olha - mas seu psiquiatra não era o Park Jimin?

Nj: Deveria ser... Mas ouve uns perrengue, e o Jin acabou se tornando. - Continuo minha pintura - mais alguma pergunta, investigador?

Jh: Não. Na verdade vim lhe chamar para um filme. - meu coração gela.

Nj: U-um filme?

Jh: sim. Por que o espanto? - Pergunta.

Nj: Hobi eu... - Pego um pano úmido, para limpar minhas mãos, e no mesmo instante sento ao lado do ruivo. - Eu não quero mais fazer filmes.

Sua expressão foi como a do Seokjin, só que sem a parte fofa.

Jh: Isso eu já percebi a tempos. Mas quero o "porque".

Nj: Já não é fácil para mim. Ficou desgostoso, e chato.

Jh: Ah... - Se encosta no sofá, com os pés na mesa - o que pretende fazer agora?

Nj: Eu quero ser... - Olho para ele - um artista, Jung Hoseok...

Jh: Você sabe que não sou de elogiar, mas, você vai ser um bom pintor. - Fala - tanto quanto ator - ele corre para longe de mim, e eu lanço uma almofada nele.

Nj: Você me paga, bixa porra louca. - Corro em sua direção, derrubando o mesmo.

Jh: Você não ousaria - fala do pincel que estou na mão.

Nj: Ah, se ousaria... - Passo por toda extensão de seu rosto, a tinta preta que usava.

Jh: Você me paga, Kim Namjoon.

Nj: Pago não...

...

Já pronto para dormir, perdido em pensamentos, consideravelmente curiosos, sobre Seokjin. Seria ele casado?

Sinto algo vibrar ao meu lado.

Abro minhas mensagens, encontrando a do foco principal do meu dia

JinS2: " Bairro Jamsil. Condomínio principal. Prédio 2' Número: 12"

...

Ouço risadas abafadas pela porta, quando um rosto famíliar a atende.

Seu semblante se torna surpreso

Seokjin on 

Jn: Vai atender a porta, esclavo - Brinco.

Jm: Tá, né... - Ele sai do colo do Jeon, indo atender a bendita porta.

_Oi... - Para um pouco - Jimin, não é?

Aquela voz...

Solto as bexigas, que fazia para uma criança pidona, e olho em direção a porta.

Jm: Sim. Oi. É... Entre

Tem duas coisas em suas mãos. Uma coisa em formato de um... Quadro? Sim, um quadro. E a outra, se assemelha uma caixa, em formato mediano.

Jn: Namjoon.

Nj: Oi, Jin... - Ele sorri fraco - onde coloco? - Se refere aos presentes.

Jn: ah! - Penso - ali... perto do piano...

Nj: Você toca? - Pergunta, assim que se livra do peso.

Jn: Tocava-

_TIO! - Vejo minha filha correr em direção às pernas do Namjoon.

Ele carrega em seus braços, apertando meio forte.

Nj: Oi, linda... - Coloca no chão. - Como esta? Conseguiu aquilo?

_Eu tentei... Mas não ficou tão bom quanto o seu... - Fala tristonha.

Nj: eu trouxe uma coisa que vai te ajudar muito.

_O que, tio? - Pula alegre.

Nj: bom, você só vai saber, quando seu appa deixar abrir os presentes. E, me chame de Nam... Combinado?

_combinado.

Jn: Eu posso interromper vocês? É que está na hora do almoço. - Interrompo - está com fome, Nam?

Nj: na verdade não muito...

Jn: mas vai comer.

Jk: JIN! O JIMIN QUER COMER TUDO!

_Meu bolinhos não! - Mi corre em direção a mesa, de uma forma fofa.

Seguro o braço do Namjoon, levando para onde todos se encontravam.

Jn: Bom, Nam, esses são Jeon Jungkook e Park Jimin - Aponto para os dois viado que brigavam para um parar de comer - Aquela criança linda toda suja é a Jennie, filha deles. Lelly, que você já conhece, Mi-cha kyung-soon. Gente, esse é Namjoon.

_Você conhece o rapaz do parque, Jin? - Lelly pergunta curiosa

Jn: Sim, conheço... - Olho para Namjoon, que observava tudo atentamente - Vamos comer?...

...

Sento ao lado do Namjoon, ficando de frente para o Jimin, que a todo momento me lançava olhares maliciosos.

Nj: está um delicia, Jin.

Jn: Obrigado, Nam. - Olho para ele, que reparava em qualquer movimento meu. Parei, e fiz o mesmo.

Não conseguia desviar, estava meio que... Hipnotizado...

Jm: umhum - Cerro o olhar em direção a aquela criatura. - É... Jin. Me ajuda a pegar o sorvete?

Jn: chama o Jeon.

Jm: você vai comigo.

...

Jm: Que clima foi aquele?

Jn: Clima? - Pego o enorme pote de sorvete - não tinha clima algum.

Jm: A tinha. Um baita clima. Vejo um clima viado de longe.

Jn: vamos parar de falar "clima" por hoje?

Jm: não me culpe por ver o óbvio.

Jn: Cala a boca, Jimin. Apenas pegue as colheres.

...

Passaram-se horas, muito divertidas afinal, que nem percebemos.

Jn: filha, o que você quer fazer agora?

_ É... - Alisa o queixo - que tal abrir meus presentes? - Fala entusiasmada.

Jm: eu acho um ótima idéia.

...

Primeiro o do Jimin.

_OBRIGADO TIOO!! - Pula feliz. Ela ganhou um kit com miniaturas do: G-dragon; Taeyang; T.O.P; SeungRi, e seu utt, Daesung. Um belo presente para uma vip de carteirinha.

Nj: acho que meu presente não supera esse.

_Todos são importantes para mim, Nam. - Ela Alisa seu rosto, fazendo-o abrir um sorriso largo, mostrando suas lindas e fundas covinhas.

Jn: vamos abrir primeiro a caixa? - Início, rasgando devagar o embrulho, que, foi muito bem elaborado. Era todo rosa, com fitas douradas e branco.

_Tio! Eu amei - ela abraça a caixa que continha: trezentas folhas de papel ofício colorido, (rosa, verde, azul, branco e amarelo), uma infinidade de canetas coloridas, e uma caixinha de giz, consideravelmente cheia.

Nj: vai ser muito útil, já que você está se tornando uma artista. - Afaga seus cabelos.

Nj: Não quer ver o outro? - Aponta para aquele suposto "quadro" encostado no piano.

_Posso abrir, appa? -

Jn: Claro que pode, meu amor.

Delicadamente, seus dedos puxaram a fita, que fez com que o papel, também se chocasse contra o chão. Os olhos de todos estavam atônitos, e, muito surpresos.

Jm: Meu deus... - Coloca a mão na boca.

Eu simplesmente não tive reação. Já havia visto uma de suas "obras", mas isso. O rosto da minha filha em um quadro. Sem faltar nem botar detalhes.

Os cabelos.

Os olhos.

Tudo.

Perfeitamente pintado, da cor certa, pelas mãos certas.

Nj: e aí? O que acharam? Não tenho muitas lembranças da Mi, apenas encontrei na praça. Não pedi fotos para manter a surpresa.

Jn: Eu simplesmente amei...

_Deus... - Seus olhinhos não saiam de lá...- Eu... Estou em um QUADRO, APPA!! - Já que eu estava perto do Nam, foi mais fácil para que seus pequenos braços, juntassem os três corpos para um abraço. _Appa? - Chama.

Jn: Sim?

_Você pode cantar para mim, Novamente? Por favor, é meu aniversário - pedia, quase desesperadamente.

Nj: Eu posso cantar com você, o que acha?

Jn: Você também canta? Deus.

Nj: Só rap. Que tal: "let's not fall in love"? É do bigbang, é bonita, ela vai gostar.

Jn: tá bom...

...

Nam

Uri saranghaji marayo

Ajigeun jal moreujanhayo

sasil jogeumeun duryeoun geoya geudae mianhaeyo

uri yaksokhaji marayo

naeireun tto moreujanhayo

hajiman i mal maneun jinsimiya

geudae johahaeyo

Jin

amugeotdo mutji marayo

daedaphal su eobseoyo

jigeum

ireoke duri haengbokhande wae

nal gajiryeo

haji marayo geujeo

idaero jogeumman isseoyo galsurok deo maeum apajige wae

Nam

jajeun mannam dwien

ibyeol

gyesok banbokdoeneun siryeon deoneun uimireul chajeul su

eobseo eoriseogeun miryeon sarangui tareul sseun mistake neukkineun gamjeongeun da biseuthae hajiman i sunganmankeumeun I want you to stay

Jin

uri saranghaji marayo ajigeun jal moreujanhayo

sasil jogeumeun duryeoun geoya geudae mianhaeyo

uri yaksokhaji marayo naeireun tto moreujanhayo

hajiman i mal maneun jinsimiya geudae johahaeyo nareul bomyeo utji marayo

jeongdeulmyeon seulpeojyeoyo

yeppeun

geu misoga nunmuri doelkka bwa

sarangiran

du geulja soge

uril gaduryeogo haji marayo

chaeuji mothal yoksiminikka

Nam

cheoeumen seollemeul ango baneun gomineul

ango kkeuten seoro uirironama jinae sihaengchago

nan haruharuga buranhae ne geu sunsuhami budamdwae hajiman oneul bammankeumeun I want you to stay

Jin

naege neomu manheun geol barajima nado geudael ilko sipjin anha

gipeojigi jeone sangcheo ipgi jeone

nal mitji marayo

Jin

neon hangsang geurae

 igijeogin saekki

Nam/Jin 

uri saranghaji marayo ajigeun jal moreujanhayo sasil jogeumeun duryeoun geoya geudae

mianhaeyo uri yaksokhaji marayo naeireun tto moreujanhayo

hajiman i mal maneun jinsimiya geudae johahaeyo

...tradução 

Nam^

Não vamos nos apaixonar

Ainda não nos conhecemos muito bem, na verdade estou um pouco assustado

Me desculpe não vamos fazer promessas você nunca sabe o que te espera amanhã

Mas eu não estou mentindo quando Digo que gosto de você

Jin

Não me pergunte nada Não posso lhe dar uma resposta

Estamos felizes do jeito que estamos agora Não tente me ter Vamos ficar deste jeito você está tornando as coisas mais dificeis

por que?

Nam

Despedidas

 depois de nossos encontros Repetição de corações partidos

 Não consigo encontrar um propósito Nestes sentimentos tolos Um erro com a máscara do amor

 Todos os sentimentos são os mesmos agora Mas agora, eu quero que você fique 

Não vamos nos apaixonar Ainda não nos conhecemos muito bem na verdade estou um pouco assustado 

Me desculpe Não vamos fazer promessas você nunca sabe o que te espera amanhã Mas eu não estou mentindo quando

Digo que gosto de você

Jin^

Não sorria para mim 

Se eu me apegar a você, ficarei triste Tenho medo que um belo sorriso se transforme em lágrimas

 Não tente nos prender 

Na palavra ''amor'' Porque é algo que é um desejo que não pode ser saciado

Nam

A princípio, tudo se divide em excitação e preocupações Mas no final, se torna uma obrigação, tentativa e erro Dia após dia, eu fico nervoso Sua inocência é muita pressão sobre mim Mas hoje a noite Eu quero que você fique

Jin

Não espere muito de mim Eu tambem não quero te perder Antes que tudo se aprofunde tanto e antes que você se machuque

Não confie em mim

Jin: " Você é sempre assim, Bastardo e egoísta"

Não vamos nos apaixonar

Nam/Jin

Ainda não nos conhecemos muito bem na verdade estou um pouco assustado Me desculpe Não vamos fazer promessas você nunca sabe o que te espera amanhã Mas eu não estou mentindo quando Digo que gosto de você.

Nam: Carregando.

...

Jm: Wow...

Jk: cara...

Lelly: é...

M'c: foi lindo...

Nj: acho que já vou... - O que? Por que?

Nj: Já está meio tarde, e, não quero sair de carro a essa hora...

Jm: Mas... - Suspira - fazer o que?...

Jn: eu te levo até a porta.

Nj: Mi? - Ela vai sem sua direçao - Feliz aniversário, minha linda... - Beija sua testa. - Tchau gente...

...

Jn: sério mesmo? Não quer ficar? Poderia dormir aqui e... - Ele estava meio nervoso...

Nj: Eu acho melhor não, Jin... - Me abraça, com pressa, e sai praticamente correndo.

Namjoon on

Entro no elevador, me encostando na parede do mesmo.

Nj; O que está acontecendo comigo?

Por que aquela voz me deixou assim?

Aqueles olhinhos fechados nas notas mais lindas.

Seus lábios mexendo um um ritmo hipnotizante.

Caralho, Kim Seokjin.

Só tem uma maneira de saber...

Volto em direção a sua porta novamente, minhas mão soam, mas batem na porta da mesma forma. 

Meu coração bate descompensado contra o peito. 

Aquele rosto simplesmente perfeito está em minha frente.

Não soube outra forma de parar. Parecia tão certo.

Puxo seu corpo com uma mao, que se encaixa perfeitamente em mim, desde meu toque em sua cintura, até nossos corpos e lábios. 

Seu beijo era doce, calmo, mas igualmente necessitado.

Nos estávamos necessitados um do outro.

E naquele momento soube que 

Eu estou apaixonado por Kim Seokjin 



Notas Finais


Bom
Bom
B o m
B
O
M
Não tenho nada a declarar.
Descula os erros, meu celular esta viado.
Bjo, xuxus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...