História Origem ABO - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Abo, Alfa, Beta, Gravidez Masculina, Lupus, Mpreg, Naruto, Ômega, Sasuke, Sasunaru
Visualizações 229
Palavras 1.435
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii, gente, sabe a vcs que comentam no aviso anteriormente em que postei, queria agradecer. Mesmo do jeito que estava, não podia deixar de escrever... Então não sei se está bom o suficiente, se não estiver, por Kami, me avise, nos comentários, que refaço ele.

Beijos... Até lá embaixo.

Capítulo 10 - Capítulo 8


Origem ABO-Capítulo 8

Depois do episódio com Itachi, Sasuke decidiu que iria sair, com Naruto, apenas para compensar pelo medo, e envergonhamento que passara perto de Itachi.

Isso seria no outro dia, claro, Sasuke tinha que comer bastante e descansar. Para recuperar as força que havia perdido três dias antes. Ele ainda podia sentir seu interior se remexendo.

Estava preocupando o loiro, que ficara a noite inteira zelando o sono do alfa. Era exatamente três horas da madrugada, quando Sasuke dormiu finalmente. E Naruto pode deitar junto dele da cama. E quando ele chegou perto do moreno, hesitante, Sasuke o abraçou. O que fez o loiro soltar um breve sorriso.

Amanheceu, era oito horas, Naruto já estava de pé, já havia feito o café. Quando se lembrou de ir ao jardim, rumou ao mesmo. Chegando lá depois de aparar a grama e limpa-lo, aguou as flores. Depois de tudo feito, viu que Sasuke ainda não havia acordado.

Tratou de deitar na grama aparada, e recentemente molhada. Soltou um suspiro. Temia seu cio chegar e Sasuke peder o controle, o que seria mais provável.

Mas tentou acreditar que o moreno não faria isso, frustrado, sabia que isso estava bem em cima da linha do possível. O medo o dominou.

- Do que tem medo? Naruto! - Ouviu a voz grave, pelo sono, de Sasuke, olhou em direção ao som, viu o Uchiha pular a janela, andando em sua direção. - Senti cheiro de seu medo, não sei como, mas algo me dizia que era medo.

- Não... É nada... - A voz Naruto de vacilou e o mesmo desviou o olhar.

- Vai mesmo mentir para mim?- Sasuke encarou-o com aquelas xerox de ônix.

- E que eu nunca passei o meu cio com um alfa... Tenho medo de que eu faça algo errado. - Subitamente uma lembrança de sua primeira vez, que foi com um humano, começou a chorar. Se achava tão inconveniente, mas o medo o dominava, tentava lutar contra mais percebeu que era fraco para isso.

- Apenas tente enfrentar esse seu medo... Não quero ser um alfa ruim, não quero que se sinta inferior, está bem.

O loiro assentiu, assistindo ele sentar ao seu lado, e pega-lo em seu colo. Depois de acomodar em seus braços, fez carinhos em seus fios dorados. O que fez Sasuke lembrar de quando era criança e sua mãe lhe fazia.

- Quer ir ao shopping, ainda? - Sussurrou em seu ouvido,fazendo ele dar um pulinho, e seus pelos eriçarem. - Desculpe-me.

Sasuke deu uma risadinha, beijando o pescoço do menor.

- S-se quiser vamos. - Disse após sair do choquinho do susto, virou seu corpo, prendendo suas pernas em sua cintura e os braços em pescoço, aproximou seus lábios dos dele, os selandos. - Depois do almoço, sim?

(...)

As pequenas pernas de Naruto ja estava doendo de andar pelo shopping. Sasuke percebendo o cansaço do menor, afinal ele não dormiu as oito horas obrigatórias, por cupa de si, o chamou para ir na praça de alimentação.

- Sasuke, preciso ir ao banheiro. - Disse encarando o maior.

- Claro, eu vou comprar lanches para nós, depois me procure mas mesas. Tudo bem? - O loiro assentiu e sorriu, e deu as costas andando em direção ao lugar necessário.

Andava apressadamente e nem viu quando esbarrou em outra pessoa, olhava para seus pés quando isso aconteceu.

- M-me des... G-Gaara?! - Os olhos do loiro arregalou os ao ver o ruivo.

- Naruto?! - Fingiu supresa, e ficou surpreso, mesmo que fora avisado que o loiro estava ai, ele não acreditou.

...

Sasuke observava Naruto comer aquele hambúrguer, achava engraçado aquela pequena boca mastigar tão delicadamente

Levou sua mão até a bochecha, do lado esquerdo, limpando o que tinha lá, mesmo com o rosto sereno, Sasuke podia ver preocupação nos olhos azuis.

- Algum problema?! - Sasuke disse baixo, acariciando a bochecha do loiro.

- Nada preocupante, eu acho. - Disse aparentemente calmo, apenas apreciando o carinho lhe dado.

Quando voltaram para casa, Naruto já dormia, afinal voltaram tarde. Depois de sairem do shopping,  foram ao parque, e isso cansou mais o menor. Mas havia divertido, apesar de que Sasuke não quis ir no brinquedos com ele.

(...)

Um banho matinal, era ótimo. Naruto sentia seu interior reagindo aos toques da água quente em seu corpo. Ele saiba estava próximo, e a única coisa que pode sentir, medo. Igual a todos os outros. Terminou rapidamente o banho indo ao quarto.

As narinas de Sasuke se dilataram, seus olhos ficaram vermelhos, sentiu o cheiro de medo, obviamente Naruto, mas também um cheiro doce o que o atraiu.

Sasuke rosnou e incontornavelmente ele saiu em direção ao forte cheiro doce, fora andando calmamente, na verdade tentando se controlar afinal não sabia o que fazer certamente.

- Sasuke! - O chamado sôfrego, fez com que ele perdesse a pouca sanidade que lhe restava, automaticamente, como se já fizera isso várias vezes, correu em direção a voz.

Entrou no quarto, Naruto se encontrava nu, em cima da cama, gemendo, seu corpo com algumas gotas de, provavelmente, suor devido ao calor corporal, quade que insuportável. Os cabelos molhados, denunciando o recente banho, mas também estava molhados de suor.

- Sasuke... Dói, Sasu. - Gemeu manhosamente o apelido, Sasuke literalmente rasgou sua camisa, em seguida retirou sua calça juntamente da cueca. - Dói...

Ouvir Naruto gemer aparentemente de dor, e dizer que está doendo. Fez com que seu lobo interior ativar automaticamente. Rapidamente estava em cima do pequeno ômega, em que suas pequena mãos alcançaram seu membro, ereto e doído, começou uma lenta masturbação soltando um gemido, logo interrompido pelos lábios do alfa nos seus, o beijando violentamente.

Seu membro fora tocado pela, grande, mão de Sasuke. Mas uma parte, de Naruto, estava em si, e ali existia o medo. Assim também como em Sasuke, estava lutando pela sua sanidade, dentro de si.

- Não... Fique com medo, Naru. - Naruto por um breve momento pode ver seus olhos voltarem a cor original. Essas palavras o confortou, mesmo naquele estado, se sentiu protegido.

Gemeu ao sentir seu orgasmo próximo, seguidamente ejaculando na mão de Sasuke.

Suas bocas se encontravam novamente, e um gemido fora solto assim que Naruto sentiu Sasuke o penetrar com o dedo, não sentindo muita dor, por causa da lubrificação natural, em que todo ômega tem. Naruto inconscientemente se inclinou um pouco, deu um selo no pescoço de Sasuke e arranhando-lhe as costas.

Um gemido rouco escapou dos lábios do alfa, que com uma de suas mãos apertou o corpo de Naruto contra o seu. Um chupão fora depositado no pescoço do loiro, o que inconscientemente fez ele gemer manhoso.

O que se Sasuke estivesse em seu "estado" normal riria desse momento.

- Sasuke! Eu preciso de você... Meu corpo necessita de você. - Sussurrou sôfrego, já não aguentava mais apenas os dedos.

Com aquelas palavras, Sasuke se intregou totalmente ao seu interior lobo, que começou a beijar Naruto, sentando com ele em cima da cama. E de uma vez fez com que Naruto sentasse em seu membro, isso fez ele gemer alto, o que foi música para os ouvidos de Sasuke.

Senti-se todo dentro daquele interior quente, era a melhor sensação até aquele momento.

Um tanto impaciente, Naruto começou a se mover, mesmo temendo que Sasuke ficaria irritado, ele já não aguentava mais, necessitava urgente de Sasuke. Do alfa, recebeu apenas um gemido em aprovação.

O loiro cavalgava em cima do alfa, em que o ajudava á  fez os movimentos irem mais forte e mais fundos, pelo seu desejo e a pedido do loiro. Mas que naquela posição não estava boa para Naruto, então manhosamente sussurrou no ouvido do Lúpus:

- Vamos trocar essa posição. - Com isso o loiro beijou os lábios do outro, Sasuke abriu um sorriso maldoso e em um gesto o colocou de quarto.

Ah, daquele jeito tanto Naruto quanto Sasuke enlouqueceria, as estocadas fundas e frenéticas. Os gemidos vindo dos dois, estavam enlouquecendo-os. Inconscientemente Sasuke puxou os fios loiros fazendo Naruto levantar, encostado as costas em seu peitoral.

Gemeu ao sentir sua próstata ser atingida seguidamente. Suas pequenas mãos agarrou seu próprio membro, já ereto novamente, o masturbou, enquanto sentia seu interior ser estocado fortemente.

Sasuke sentiu seu clímax, se aproximar, com isso as estocadas se tornaram mais violêntas. Logo chegou ao ápice, se ejaculando dentro de Naruto.

O corpo de Naruto quase caiu, se não fosse Sasuke tê-lo segurado. Sentiu o cansaço, mas sabia que aquilo não acabava ali. Ambos tinha voltado ao normal.

Sasuke deu um beijo casto nos labios do ômega.

- Desculpe... Quanto tempo temos? - Sasuke perguntou ao loiro o aconchegando na cama.

- São meia hora de intervalo, até que comesse novamente. - Disse ofegante.

- Vou preparar algo para você comer. - Sasuke da um selinho nos labios dele e sai.

Naruto suspirou com um sorriso no rosto, já passou, o medo passou.


Notas Finais


Boa noite... Espero que me conte o que achou do capítulo. Até o próximo.

Conheça Forever Love. Link abaixo.
https://spiritfanfics.com/historia/forever-love-8934468


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...