História Origem ABO - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Abo, Alfa, Beta, Gravidez Masculina, Lupus, Mpreg, Naruto, Ômega, Sasuke, Sasunaru
Visualizações 394
Palavras 1.277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, como vão?

Bem, pessoas do meu coração... Eu iria fazer lemon neste cap, mas ia demorar mais para sair e achei melhor esperar para o outro, portanto, espero que goste desse cap, mesmo que eu mesma não tenha gostado.

Erros? Perdoem, revisei mas...

Boa leitura.

Capítulo 8 - Capítulo 7


Origem ABO-Capítulo 7

- Eu... Aceito ser o seu alfa! Com todo o prazer do mundo. - Sussurrou em seu ouvido e lhe beijando no pescoço sentindo os pelinhos do loiro eriçarem.

-S-Sasuke, você tem certeza mesmo? E que... - O moreno cobriu os seus lábios com os próprios.

- Sim, Naruto, eu tenho certeza. E sei que tudo tem consequências, sei que tenho que lidar com elas. - Naruto não conteu o sorriso. - Então vamos logo com isso.

Sasuke disse, e a feição de Naruto entristeceu e encarou as íris negras.

- É que... O processo demora três dias, e mas um para o seu corpo descansar, ou seja, você ficara desacordado por quatro dias. - O loiro juntou suas mãos nas do moreno. - Tem mesmo certeza?

Sasuke lhe deu um beijo na testa, e mexeu em seu cabelo.

- Tenho sim!

Afinal, Naruto estava com medo de que Sasuke não seja um Lúpus, que é o único que ele deve ser submisso, se Sasuke fosse um alfa comum traria transtorno entre os dois. No entanto, talvez isso acontecesse Naruto tinha em mente fazer de tudo para obedece-lo, afinal ele o amava, no caso o moreno ser um alfa comum.

Naruto também tinha o medo de não funcionar, por que afinal, quando isso aconteceu com ele, estava a beira da morte, além de que recebeu a mordida de cura. Mas desde de que lembrava, e começou a entender o que os lobos se falavam, Ashura disse como foi o processo dele, e disse antes do final de sua vida que se ele encontrasse alguém o processo seria o mesmo.

(...)

Naruto tinha dito a Sasuke que começaria depois que ele jantasse, que seria melhor para si. Já no segundo dia o loiro estava com dificuldades para cuidar de Sasuke, até por que a sua transformação estava indo mais rápido do que esperado, ele teria certeza que o moreno seria um Lúpus, o que o alegrava e o preocupava.

A mordida em que Naruto o deu, estava sangrando, com isso, o loiro preocupou poderia ser Sasuke rejeitando a ele em seu corpo. Sasuke não estava em si, mas muitas das vezes ele se mexia na cama.

E antes disso começar, o Uchiha havia avisado o irmão, no entanto, Itachi iria vê-lo apenas quando estivesse acabado, queria ver no que iria dar aquilo, não concordando com o mais novo, mas não querendo se intrometer na vida do irmão.

Naruto estava com muito dificuldade de banhar Sasuke, afinal não poderia ficar tocando-o no momento em que se fazia o processo de transformação. O que o preocupava era Sasuke não poder comer nada durante aquilo, apenas bebia água, o que era necessário para o corpo, mesmo nesse momento o seu subconsciente o mantia apagado.

Já no terceiro dia... Naruto estava na cozinha fazendo o jantar, mesmo que só para ele, estava ansioso para ver Sasuke, viu que seu corpo estava progredindo, mas a preocupação o rondava.

Depois de fazer-lo, já ia preparar em um prato para si, mas ouviu um barulho. Olhou em direção ao som vendo Sasuke ali, seus olhos arregalaram, mas sorriu um pouco.

- Sasuke, você acordou, mas era para isso acontecer amanhã. - Andou até o moreno o conduzindo a cadeira próxima a mesa.

- Você disse: três dias no processo e um para meu corpo descansar, mas eu estou com muita fome. - Disse, e automaticamente cheirou o pescoço do loiro. -Seu cheiro está doce de mais, não? - Lambeu o pescoço do mesmo.

- Esse é meu cheiro de ômega natural... E certamente no cio ele ficara mais forte... Como você está? Está sentindo dores?

- Sim, estou com dor em minhas presas... E na verdade, não pensei que isso aconteceria. - Disse vendo Naruto ir preparar os pratos com alimentos para o seu futuro alfa.

- E você achou que eu estava mentindo, por que aceitou? - Naruto colocou o prato na frente do moreno, que quase devorou a comida.

Enquanto Naruto olhou-o incrédulo, mas se lembrando que a primeira coisa comeu quando acordou foi, carne crua. Não ligando se estava crua, mas logo começou a comer como um selvagem.

(...)

Naruto já estava de pé, mesmo que Sasuke fosse um tanto carinhoso, agora é um alfa, que ainda não faz ideia de que possa ter tal comando sobre Naruto. No entanto, Naruto não quer que Sasuke eleve a voz consigo. Afinal, Sasuke se fixará como um alfa logo, ficaria com um ar imperativo, mesmo sendo possessivo e carinho, arrogante também era personalidade de um Lúpus, segundo Ashura.

Na cozinha fazia o café da manhã, e logo organizando a mesma. Não queria se sentir tão inferior a Sasuke, mesmo ele sendo o seu futuro alfa.

Inpirou o cheiro de Sasuke, como aquele cheiro estava o deixando louco. A única coisa que o preocupava era que, sua mãe, Yumi, lhe disse que em um cio com Lúpus, eles poderiam ser tanto violentos quanto carinhoso.

- Ohayo, Sasu. - Naruto disse com uma voz doce, acabando de mexer o ovo e em seguida deixando em um prato em cima da mesa.

- Ohayo, Naruto. - Sasuke foi tão rápido até Naruto, tomando seus lábios em um beijo.

As mãos foram até a cintura do loiro o levantando, fazendo-o circular quadril do moreno, com as pernas. Enquanto o beijo acontecia, Sasuke ousou em apertar a bunda de Naruto, fazendo um gemido surgir nos lábios dele.

- Esse teu cheiro está me deixando louco... - Os lábios do moreno saiu dos do loiro e foi ao pescoço, lá depositando um chupão. - Está me deixando cheios de hormônios, estou me sentindo um adolescente.

- Ah, S-sasu. - Gemeu, ao sentir sua mão em seus glúteos.

Sasuke o beijou mais um vez, mas bem no meio do beijo ouviu a campainha. Inpirou o ar, soltando Naruto no chão, expirando todo ele, pesadamente.

Sabia que era seu irmão, até por que outra pessoa era raro outro verme lhe incomodar, por isso vivia afastado da sociedade.

- Oi, Itachi. - Disse olhando-o, assim que ele abriu a porta.

- Que carranca é essa, atrapalhei alguma coisa. -Disse com um sorriso sarcástico. Mal sabia ele o que Sasuke poderia fazer agora.

Itachi entrou, foi guiado até a cozinha pelo cheiro de algo cozinhando.

- Olá, Naruto! - Itachi chegou perto dele e ia apertar-lhe as bochechas.

- Saía de perto dele, Itachi. - Sasuke rosnou alto, não queria Itachi perto do menor. Mas, o seu rosno fez Naruto encolher e afastar de Itachi, estava apavorado.

- O que foi isso, Sasuke? Assustou ele viu, qual é seu problema... Tá você fez aquilo por que quis, mas você está ficando louco, não tenho segundas intenções com ele. - Itachi disse vendo como Naruto ficou, não tinha outra intenção além de amizade, achava ele fofo.

- S-sasuke p-posso explicar o por quê de você está a-assim? - Pergunta com custo, estava com medo de que Sasuke fizesse algo para com Itachi.

- O que foi? Está me pedindo permição para falar com ele?! - Disse confuso.

- Ele está com medo de você, se você não lembrar, estava escrito naquilo que eles são submissos, então quando eles ficam com medo, igual você o deixou apavorado, eles não falam enquanto não tem permição.

Sasuke olhou para Naruto, e assentiu para o mesmo, chamando-o com a mão.

- Sabe, Itachi-San, está em desordem suas personalidade, mas acho que dentro de dois dias elas vão se estabilizar. - Naruto disse indo até Sasuke.

- Tá, quando ele estiver melhor eu  volto aqui, certo? É bom que isso não te enlouqueça. Sayonara. - Sasuke viu sair da cozinha, e segundos depois ouviu a porta ser aberta e em seguida fechada.

O moreno pegou o loiro no colo, o abraçando firmemente.

- Me desculpe, espero que isso não volte acontecer.- Deu um selou os lábios na testa do menor.

- Não se preocupe, Sasu.


Notas Finais


Desculpe o cap bosta...
Até o próximo
Beijos doce de cereja.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...