História Os 13 Porquês - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Suícidio
Exibições 8
Palavras 850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Giovanna Parker e Vick Edwards.



Quando aquela parte da gravação chegou ao fim eu senti as minhas pernas tremerem, um nó se formou na minha garganta e eu fiquei fora do ar cerca de cinco minutos, eu não conseguia me mover, a minha mente só se focava em uma coisa, Jennifer. Jennifer foi estuprada pelo primo quando criança e eu não fiz nada, ela era minha filha, eu tinha que ter reparado que algo estava diferente, mas eu estava sempre ocupada demais para isso. 

Eu ouvi ruídos vindo do gravador outra vez e então deduzi que a história da Jenny ainda não tinha chegado ao fim. 

                                  >>

Olá! Sentiram a minha falta? Eu espero que sim porque eu ficaria muito magoada se vocês dissessem que não. Hahaha!! Brincadeirinha. Eu não ficaria magoada, sabe porque? Tem dois motivos, um: eu não me importo nem um pouquinho para o que vocês pensam de mim, e dois: uma garota morta não pode mais sentir. 

Tudo bem, tudo bem. Sem mais enrolações, vamos a segunda parte da minha historinha. 

         Giovanna Carter. 

Como se sente ao ouvir seu nome vindo daqui? 
Você deve estar se perguntando porque está aqui se nós não somos amigas há um bom tempo. Calma Gio, nós vamos chegar aí. 

Você tem razão, nós não somos mais amigas há um bom tempo, acho que nunca fomos, mas nos estudamos juntas na segunda série, lembra? Não, é claro que você não se lembra. Deixa eu refrescar um pouquinho à sua memória. 

Eu devia ter uns sete a oito anos, você provavelmente era da minha idade, nós estudávamos em uma escolinha que ficava perto da minha casa. A minha mãe dava duro para poder pagar a escola todo mês, você sabia disso e você sabia que eu nunca pude ter brinquedos caros ou bonecas famosas como você, então porque, senhorita Carter? Porque você levava seus brinquedos irados e os exibia para mim? você sabia que eu desejava aquilo e não podia ter, mas você não se importava.

Me desculpe por isso, Jenny. 

Eu te achava legal, sabia? Como eu disse antes, eu era ingênua demais para perceber que você só gostava de mostrar para mim o quanto você era sortuda por sua família ter dinheiro, não me admira que você e Vick Edwards tenham virado amigas no futuro.

Eu não culpo você, Giovanna você sempre foi mimada demais, talvez  seus pais não tenham te dado palmadas o suficiente quando você era criança, eu espero que a vida lhe der essas palmadas agora e eu espero que você aprenda que não é melhor do que ninguém só porque usa roupas de uma marca mais cara


Ah! Jenny eu sinto muito por isso, filha eu realmente sinto muito, se você ao menos ainda estivesse aqui. 

Jennifer parou de falar e soltou um suspiro, é tão doloroso saber que eu só vou poder ouvir a voz dela por esse aparelho. 

Acho que já falei demais sobre a Giovanna, por hoje. Vamos para o próxima pessoa. 

               Vick Edwards! 

A voz dela tinha um terrível tom de ironia, ela falava com ar de riso, como se estivesse feliz. 

Olá Vick, como se sente? Espero que esteja melhor do que eu, mas com certeza você está. 
 Respire fundo porque essa é a sua parte da história. 

Vick Edwards, você era incrível, sabia? Eu te achava incrível, você era destemida, impulsiva, bonita, alegre, você era tudo o que eu queria ser e você era a minha melhor amiga, eu queria ter sido a sua também, mas não, eu não era boa o suficiente para ser a sua melhor amiga, eu não era bonita o suficiente, não era magra o suficiente, não era corajosa o suficiente. 
Você sempre me dizia isso, não é? Você adorava dizer que eu precisava fazer uma dieta ou acabaria como uma bola, eu tentei fazer a dieta que você mandou, eu fiz isso escondido, aí você descobriu e me chamou para tomar um sorvete, por sua conta, é claro, eu aceitei o convite e no dia seguinte você me chamou para comer uma pizza, eu aceitei porque você disse que ficaria chateada se eu não fosse, depois você me ofereceu chocolates, eram os meus favoritos e eu não resisti. Duas semanas depois quando eu fui me pesar, vi que estava com dois quilos a mais, então eu desisti da dieta, eu te contei que não estava conseguindo concluir aquele regime e você disse que eu era uma fraca. Meses depois você fez aniversário e deu uma festa na piscina, na piscina, Vick é sério? Você sabia que eu não iria, sabia que eu jamais colocaria um biquíni porque eu tinha vergonha do meu corpo, você sabia tanto que não fez questão alguma de me mandar um convite. 

Depois de anos eu finalmente consegui enxergar que nós nunca fomos amigas, que você só me mantinha por perto porque me oprimir te fazia se sentir melhor, porque, Vick? Era porque eu sempre fui mais inteligente? você não precisava ter feito tudo isso, você só tinha que ter me pedido ajuda, mas você era orgulhosa demais para isso. 

Você era feita de ganância. 

 


CONTINUA...? 


Notas Finais


Estão entendendo como a vida da Jennifer era triste e ainda sim ninguém via isso </3.

Estão gostando? Querem que eu continue?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...