História Os 7 reis (taegi) - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hopekook, Jihope, Jikook, Junghope, Namgi, Namjin, Sugamon, Taegi, Vsuga, Yoonseok
Visualizações 95
Palavras 1.935
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei, mas cheguei

Capítulo 22 - Momo


Naquele dia Park Jimin aprendeu coisas inimagináveis.

Boquete foi a primeira delas.

Foi estranho.

Hoseok era estranho.

Mas a companhia de Hoseok era estranhamente agradável.

Ele lhe ensinou táticas de sedução e até mesmo de sexo.

Foi com certeza constragedor.

Mais tinha que conquistar jeon jungkook.

E foi com esse pensamento que a estranha amizade deles se pendurou até o grande dia.

Bem, o que seria o grande dia?

Quando Park Jimin perdeu a virgindade?

Quando Park Jimin pegou o brinquedo do Batman no mc lanches feliz?

Quando ele terminou a primeira temporada de winx?

Quando Park Jimin deixou de ser trouxa?

Quando descobriu que o Coelho da Páscoa não existia?

Não meus caros leitores, não foi isso que ocorreu no grande dia.

O grande dia, Park Jimin, pediu o super, hiper, mega...

O que vêm depois de mega mesmo?

Enfim, o mega Jeon Jungkook em namoro.

E o que aconteceu no dia?

Bem...

O dia começou perfeitamente bem.

Acordou atrasado.

Sujou o uniforme com o danone da activia.

O cabelo parecia um ninho de passarinho

Caiu da escada e a bunda foi a que mais sofreu.

Será por isso que sua bunda era enorme?

Continuando...

Perdeu o primeiro horário no Colégio.

O único professor bom daquele dia.

Perdeu o dinheiro do lanche e não encontrou até hoje.

Teve correr atrás do maldito Jeon.

Esqueceu seu discurso de sedução que Hoseok lhe ensinou.

Parecia que sofria alguma doença na garaganta porque não conseguia falar nada.

O beijo de Jimin e jungkook parecia uma cena de pornô muito mal feita.

Porque, meus Deus, aquilo não era um beijo, era um aspirador de pó.

Mais no final das contas, Jeon aceitou seu pedido de namoro.

Pelo menos isso.

Mas não foi só um grande dia para ele, para Jung Hoseok também foi um grande e maravilhoso.

O seu plano havia dado certo.

As empresas Park e a empresas Jeon eram extremamente Unidas.

Mas seria uma pena, os filhos das grandes empresas namorassem.

Afinal de contas o pai de Jeon era um conservador nato e o famoso pai de Park era um murelhengo de primeira.

Seria uma grande desonra para o senhor Jeon um filho gay e a reputação de pegador do bad daddy do querido pai do Park seria jogada na lama.

Mais cada ato desse teatro estava devidamente separado.

E Hoseok sabia disso.

#@@#

O namoro de Park e Jeon já tinha completado dois anos e finalmente eles teriam coragem para revelar aos seus pais.

Mas Hoseok tinha outros planos.

- Jimin me contou que eles querem confessar o namoro para os pais - hosoek comentou entendiado.

- e o que pretende fazer? - Kim bum perguntou sem ânimo.

- primeiramente eu tenho que fazer uma gravação com jungkook - Jung concluiu chateado.

- você não parece feliz - Kim falou um pouco hesitante.

- o meu pai disse que tenho que continuar com essa porcaria até o ensino médio, ele declarou que se houvesse alguma polêmica agora eles teriam mais desculpas, como "são só crianças" "alguém os manipulou" "vamos punir os responsáveis" - Hoseok constatou imitando os repórteres.

- entendo...Mais a adolescência não é fase rebelde? Eles teriam a desculpa de que eles só estavam fazendo isso por causa dos hormônios - bum informou um pouco incerto.

- mais é na adolescência que as pessoas mostram sua verdadeira face, não acha? - Jung perguntou animado.

Aquela parte do plano lhe interessava.

#@@#

O plano do Jung era relativamente simples, o primeiro passo era unir os filhos dos Park e Jeon, já que as primeiras eram extremamente unidas e extremamente mentes fechadas.

Agora a segunda parte do plano era a mais fácil: separar.

Separar o casal de apaixonados.

E o primeiro passo era...

- você quer que eu faça teatro? Eu não sou de humanas Jung - jungkook falou indignado.

Aquele garoto estava louco?

JEON JUNGKOOK fazendo teatro?

Nem ferrando.

- só tenta - hosoek choramingou - lê essa parte aqui, se Você não gostar do personagem, eu te deixo em paz - hoseok falou determinado e estendeu o seu dedo mindinho para reforçar o acordo.

- você vai ficar insistindo até eu aceitar, não vai? - o moreno constatou irritado.

Odiava quando enchiam o saco.

Prefiro estar dormindo.

Ou estudando matemática.

Ou simplesmente está lendo homem de ferro.

Qualquer coisa que não precisasse da presença de Hoseok.

- sim, muito, até você cansar e aceitar - Jung falou com um sorriso de lado.

Como Jeon odiava isso.

- passa essa folha logo - jungkook ordenou irritado.

Grande perda de tempo.

Preferia estar assistindo Ben 10.

Com o jimin, de preferência.

E Mesmo que achasse interessante o personagem nem em mil anos faria teatro.

- "você era o amor da minha vida, mas percebi que só estava confunso, agora vejo que o meu pai falou era verdade, nós não daríamos certo juntos, eu encontrei outra pessoa e espero que você compreenda que isso é um adeus."- jungkook falou sem nenhum pingo de emoção e nem estava prestando atenção no que estava lendo.

Muito menos que Jung Hoseok estava com um gravador debaixo da mesa.

Pobre Jeon.

#@@#

Jimin estava nervoso.

Depois que recebeu a mensagem de Hoseok, tinha certeza que algo estava muito errado.

"Jungkook está te enganando"

WHATS!?

Que merda era aquela?

Pegadinha do Faustão? Silvo Santos?

Cadê as câmeras?

Desde de quando sua vida virou uma novela mexicana?

Que caralhadas está acontecendo?

- Senhor Park, o seu amigo chegou - uma das empregadas da mansão anunciou a chegada de Hoseok.

- pode deixar ele entrar - jimin falou inquieto.

A vontade que tinha era jogar aquele maldito melhor amigo contra a parede e pergunta se ele tinha fumado drogas.

Porque se Jeon estava o enganando, não tinha mais fé nesse mundo.

- o seu quarto continua parecendo uma convenção de nerd, nunca vi tanto boneco do capitão América, tenho certeza que o jungkook odeia entrar aqui, afinal de contas, ele prefere mil vezes o homem de ferro...- hosoek comentou assim que entrou no quarto de Park.

- odeio quando você têm algo importante para falar e você fica enrolando - jimin bufou - posso saber porque você mandou essa mensagem? Você poderia pelo menos ter mandado um bom dia antes, sabia? - Park caminhou até o tapete do centro do quarto e sentando no mesmo.

- soube de uns boatos - hosoek mumurrou assim que sentou no lado do seu amigo - que o jungkook está saindo com uma garota.

Jimin olhou indignado para Jung.

JUNGKOOK ERA GAY!

NEM EM MIL ANOS AQUELE NERD ARROGANTE SERIA HÉTERO!

Mais parece que o destino gostava de lhe pregar peças.

Antes de argumentar contra aquele comentário sem pé e cabeça, o seu amigo tirou o celular do bolso e mostrou uma foto de jungkook e uma loira de mãos dadas.

Mais que porra é essa!?

- soube que o nome dela era momo - Hoseok comentou sem demonstrar qualquer emoção.

Mais por dentro estava adorando a cara de ódio de Park.

"Perfeito"

Era isso que seu teatro era.

#@@#

- você fez um otimo trabalho momo - Jung comentou alegre - e você também Bum, a foto ficou do ângulo perfeito - o acastanhado deu seu melhor sorriso.

- foi difícil me aproximar daquele nerd de merda, parece que ele têm medo de mulher - a única garota daquela sala se pronunciou irritada - para ele segurar minha mão eu tive que atuar que estava passando mal, se não fosse pelo dinheiro que você está me dando para aturar esse garoto, eu já teria matado aquele garoto.

- entenda, meu inocente coelhinho, têm sérios problemas com contato com pessoas - hosoek riu do seu próprio comentário - bem, com o jimin ele vive grudado, pena que isso vai acabar.

- você não parece se sentir culpado fazendo essa de coringa maníaco - Kim Bum sussurou para si.

Tinha pena daqueles dois, estavam comendo na palma da mão de um lunático.

#@@#

As olheiras de jimin eram perceptíveis a quilômetros de distância.

Tinha ficado a noite em claro pensando naquela maldita foto.

Se fosse só isso...

A pressão que o pai de Jeon estava botando no filho por causa que nesses últimos anos não tinha tido nenhuma namorada.

Tudo era uma avalanche de problemas.

E se ele realmente estivesse namorando com essa momo?

Era por amor ou por pressão?

Porque ele não estava atendendo suas ligações?

Droga! Era tudo tão confuso.

A única coisa boa naquilo tudo era que o seu melhor amigo estava o consolando.

Realmente, a amizade de Park com Jung era estranha.

Mais nessas horas parecia que seu amigo sabia como estava se sentindo.

E ele não sabia se era porque hosoek já tinha passado por uma situação dessas ou porque ele parecia ter tido previsto tudo aquilo.

As vezes Jimin tinha sensação que era só um personagem na mente criativa do amigo.

Mas será que estava certo?

#@@ #

Momo era uma ótima pessoa, tinha que admitir.

Ela era extrovertida e sabia respeitar seu espaço pessoal, parecia que Deus tinha criado uma garota perfeita para si.

Não era pegajosa ou cínica, sua qualidades e defeitos são equilibrados.

Até parecia que alguém tinha a criado para ser sua amiga.

É claro que sua timidez com garotas atrapalhava um pouco sua comunicação, mas ela parecia entender sua dificuldade.

Era excepcional!

Parecia que finalmente tinha encontrado alguém para ser sua amiga.

Mas nem tudo estava um mar de rosas. Jimin parecia ter esquecido de sua existência, não havia o ligado nenhuma vez nesses últimos dias.

Será que estava tudo bem?

Esperava que sua relação com o seu pai estivesse Boa.

Afinal de contas, o pai de jimin era um Playboy e com certeza já havia o perguntando das namoradinhas.

E o que Jimin iria responder?

"Estou pegando o filho do seu sócio"

Do jeito rapado que seu namorado era, nem duvidava.

Mais parecia que tudo em Jimin era perfeito.

Até a sua safadeza.

- você está sabendo? Parece que Park Jimin está namorando! - uma colega de classe de Jeon comentou com outra garota ruiva.

Como assim namorando?

Alguém da escola teria descobrido a relação deles dois?

Então porque não estava recebendo olhares de nojo?

O mundo tinha virado um arcos íris e ninguém tinha mais preconceito?

- o nome dela é momo! - a garota ruiva completou a fala de sua amiga.

E ambas começaram a rir.

E os risos e cochichos na sala aumentaram.

Momo e Jimin namorando?

O que diabos estava acontecendo?

#@@ #

-pensava que tinha algum sentimento por eles - yoongi falou despreocupado.

- sentimento? O único sentimento que eu tenho para aqueles dois é pena - hosoek falou grosseiro fitando o garoto loiro na cadeira.

Yoongi só fez dar os ombros como resposta.

Não podia sair do plano original, afinal, se saísse daquele teatro sofreria as consequências.

E não sabia se podia lidar com elas.

- bem, já que a história de amor do Park e de Jeon está quase acabando, poderíamos já começar a segunda parte do plano, não é? - jung comentou olhando para a grande mesa cheio de documentos importantes.

- e termos outra coisa a fazer? Você é o diretor desse teatro, mas eu sou o dono dele, enquanto você fica com a parte de brincar com as pessoa eu fico com essa porcaria de papéis - o loiro bufou.

Aquilo era um tédio.

Aquele escritório era sem graça.

- Não se preucupe yoongi, prometo que a segunda parte desse plano vai ser muito mais divertida. - hoseok respondeu com animação nos olhos.

Como havia esperado por aquilo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...