História Os amores de Alice - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Orange, Romance, Yuri
Visualizações 23
Palavras 1.277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá olá beterrabas do meu jardim,turu bom?


Siim gente,esse desenho da capa fui eu que fiz

Tá uma merda? Tá
Tá um cocô? Tá
Dá vergonha alheia? Dá
Mas o importante é a intenção e o esforço (que nem foi tanto assim)


Já escrevi e reescrevi esse cap 5 vezes
A minha criatividade n é uma das melhores,eu sei...
Depois de tanto reescrever eu tasquei o FODA-SE e postei assim msm


N tenho mais nd a declarar

Boa leitura >-<

Capítulo 2 - Preferia você antes


Fanfic / Fanfiction Os amores de Alice - Capítulo 2 - Preferia você antes

Fiquei mais uns minutos esperando alguém aparecer,até que fiquei com raiva e liguei outra vez.Ninguém atendeu.Pouco tempo depois alguém me liga


           *Telefone on*


-Alô?

-Oi.Err...ví que você ligou pra cá várias vezes.Quem é?

-Rafael?É você?

-Olha,se você for aqula menina que eu peguei ontem,eu não que... -eu o interrompo

-SEU RETARDADO!É a Alice!Eu tô a uns 10 minutos aqui no portão.VEM ABRIR ESSA MERDA!!! -berrei no telefone e todos da rua me olharam

-Alice?

-Além de retardo tem amnésia...É a Alice,sua irmã

-Aaahh você...-disse ele com desânimo-esqueci que você vinha.Já estou indo ai 

-Ok


            *Telefone off*


Não demorou muito e ele já apareceu para abrir o portão,que dava muito bem para pular,mas estava tão cansada que nem pensei nisso.


-AAAAAHHH-logo que o ví já sai gritando em sua direção,pronta para o abraçar,mas ele me corta e me da um abraço bem rápido e dois tapinhas nas costas -Oxi.Não está feliz em me ver?

-Não,é só que...Não nos vemos á cinco anos,perdemos o contato á 3 anos.Não é mais a mesma coisa,sabe...Fora o fato de que eu mudei bastante e você parece ser a mesma criança de sempre 

-Primeiro:Não é porque não nos falamos que não podemos nos abraçar; Segundo:Somos irmãos!E não importa por quanto tempo você não veja o seu irmão,quando vocês se reencontram continua a mesma coisa.Terceiro:Eu não sou mais criança e eu tenho certeza que ao menos 5% de você ainda seja aquele menino de 12 anos,tímido inseguro e jogador de Lol -falei em tom sério,mas no final falei com a voz mais calma o possível 

-Resposta ao primeiro:Nós já nos abraçamos,não tem mais o que reclamar.Resposta ao segundo:Nem todos são assim,fora que você é minha 'meia irmã',não é como se fosse de verdade.Resposta ao terceiro:Você ainda tem mentalidade de criança sim sua idiota!Ou pensa que eu não vejo o que posta no Facebook? -disse ele com tom alto e bravo.A essa altura todos da rua já olhavam para nós 

-"Não é como se fosse de verdade"...Antes você não era assim -disse bem decepcionada com o que ouvira 

-Isso prova que eu também NÃO SOU mais nem um pouco o que eu era antes

-Sério?...Preferia você antes -disse pegando as minhas coisas do chão e entrando rápido em casa.


Subi as escadas feito o Flash.Quando cheguei lá em cima só faltou eu falar "my name is Berry Allen".Fui em direção ao meu quarto,que era o último do corredor.Antes de chegar nele,dei uma olhada no quarto do Rafa.O Lol estava aberto em seu PC .Mas que safrado!

Assim que entrei em meu quarto já joguei minhas malas longe e deitei na cama,que por sinal estava sem lençol,ou seja,deitei só no colchão.Ela é FEIA PRA CARALHO,mas eu colei uns adesivos das minhas bandas preferidas,só para ficar um pouquinho mais bonita e forrei um lençol de bolinhas.O quarto estava totalmente desarrumado,quase sem móveis,sem cortina,e cheio de poeira.Maravilha,vou ter que limpar tudo antes de dormir se não quiser ter uma crise alérgica.


///


Tomei um banho bem longo e troquei de roupa.Estava usando um shortinho moletom rosa,uma blusinha curta também rosa e minha maravilinda pantufa de coelho.Não presciso dizer a cor,né?Sim,presciso.Ela é cinza.Apesar de não gostar muito de rosa,acho que combina comigo.Por dentro sou bem gótiquinha das trevas,então gosto de preto.

Desci para jantar,já que estava MORTA de fome.Só agora percebi o quanto a casa é luxuosa.Ela é média de comprimento e bem grande de altura.A sala tem uma TV de parede,tela plana,muito grande,sofás que parecem de couro brancos,uma estante com vários e vários enfeites e uns treco que nem sei o que são.Não fiquei muito na sala,pois queria ir à cozinha,já visando a comida.

A cozinha era um retângulo grande,mas não maior que a sala.A parede era coberta por azulejos preto e branco (clássica parede de cozinha...),tinha vários fogões,duas geladeiras,duas pias gigantes,forno,micro-ondas,armários,e várias outras coisas que só rico tem.

Logo abri a geladeira,mas janta que preste não tinha ali.Fui fuçando nos armários,mas achei melhor perguntar para Lúcia (a madrasta,pra quem n lembra) que horas eles geralmente jantavam.

Rondei a casa inteira a procura dela.Até bati na porta de seu quarto,mas ninguém atendeu.Já estava cansada de procurar,então apenas fui até a cozinha e peguei um suco de caixinha e um pacote de Ruffles,que não ia me saciar muito já que 70% do pacote é ar,mas é melhor do que nada.Até que poderia perguntar sobre as coisas ao Rafa,mas de jeito nenhum eu ia procura-lo depois do que ele disse.Pode parecer besta,mas as palavras dele me magoaram muito.

Subi as escadas e estava andando pelo corredor,a caminho do meu quarto,mas alguém me puxa e me joga contra a parede,deixando o que estava em minhas mãos cair.Ainda bem que tudo estava fechado.


-Aaahh se mamãe soubesse que você ia comer besteira antes da janta... -disse Rafa com voz dedecepção 

-O quê que tem?Eu tô morrendo de fome,não sei qual é a hora que vocês jantam e a sua mãe não está pra mim perguntar

-Era só ter ME perguntado.

-Olha...eu não queria nem estar falando com você 

-Por que?O irmãozinho magoou?Aaaww que dózinha dela -disse ele,como se estivesse falando com um bebê -A Rê saiu com as amigas,pai viajou a trabalho e minha mãe foi para um torneio com a turma de natação.Estamos sozinhos.Ou você fala comigo ou não fala com ninguém,irmãzinha 

-Agora eu sou sua irmã?

-Aahhh qual é -leve pausa -Você sabe que eu falei aquilo da boca pra fora -ele se ajoelha na minha frente -Me perdoa,vai!Prometo que se você me perdoar eu arrumo um esquema pra você já no primeiro dia de aula

Não seguro a risada e começo a rir -AAI MEU DEUS!! Não estou aqui por esquemas não,tá

-Mas pelo jeito você prescisa -ele fala levantando

-Como assim?

-A sua "amiguinha" me falou que você só pegou uma pessoa na vida e que até ano passado você era BV - disse ele fazendo aspas com as mãos na palavra amiguinha

-EU VOU MATAR A LILY

-Hahaha não mata ela não.Ela é gatinha

-Nossa,você só pensa em mulher agora?

-Tipo isso.Eu falei que mudei

-Tô vendo... -ele ia falar algo,mas o interrompo antes mesmo de começar -Eu tô com MUITA fome.Vamos comer logo

-Que bom que temos uma cozinheira

-Sério?? -pergunto espantada.Não lembro de ter visto nenhuma cozinheira aqui

-Você 

-Vai se fuder!! Eu não vou cozinhar para ninguém não.Vamos pedir uma pizza

-Minha mãe me mataria se comessemos pizza

-Nossa,o que ela tem contra coisas gostosas?

-Esqueceu que ela é nutricionista?

-É mesmo,ela é toda fitness

-Além de ser ginasta,nadadora...Acho que esqueci um

-Não prescisa ficar listando o que a sua mãe faz...

-Aahh é mesmo,dançarina! Lembra daquela dança seduzente que ela fez pra reconquistar o nosso pai?Eu lembro que estava lá nesse dia -nessa hora ele fez uma dancinha muito escrota 

-NÃO ME LEMBRA DESSE DIA -disse muito tensa

-Vishii -disse ele espantado,parando na hora de dançar -Por que você odeia tanto minha mãe?

-Quem sabe seja porque ela DESTRUIU a minha família 

-Mas começou a minha.Eu vim antes de você,sou mais importante

-Quando meu pai engravidou ela de você e aquela...RÊtardada -nessa hora ele soltou  um riso baixo - meu pai já era casado com a minha mãe -disse praticamente berrando -Ela destruiu a minha família -falei quase chorando

-Você não sabe nem o que está falando...

-Eu sei muito bem o que estou falando.

-Estamos brigando denovo.Isso não era pra acontecer

-Essa é mais uma prova de que você se tornou um grande idiota quando cresceu.Já falei e vou falar denovo :Preferia você antes


Peguei a comida do chão e fui para o meu quarto.Acabei perdendo a fome,mas preferi levar a comida só por precaução.Me deitei rápido em minha cama empoeirada e só fechei os olhos.

Não acreditava que a unica pessoa que não odeio nessa cidade estava me tratando daquele jeito.Se ele não parasse com isso provavelmente iria odia-lo também,e talvez ainda mais que os outros,mas não queria isso.Não ele.Acabei dormindo sem comer e sem limpar o quarto.

Alerta de alergia vindo...

Alerta de alergia vindo...














Notas Finais


Cepo de madeira






Corações pretos a todos♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...