História Os cavaleiros do zodiaco - A saga dos Filhos de Gaia - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Battle Royale
Tags Animes, Cavaleiros Do Zodiaco, Mangás, Mitologia Grega
Visualizações 9
Palavras 382
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente, esse que está na capa é o Zíon, o deus dos carrascos. Pra quem me conhece do app amino de harry potter, eu sou o Lorde Voldemort. Boa leitura e por favor comentem e curtam!

Capítulo 4 - O Cólera dos 1000 Dragões! A fúria de Mestre e discípulo


Fanfic / Fanfiction Os cavaleiros do zodiaco - A saga dos Filhos de Gaia - Capítulo 4 - O Cólera dos 1000 Dragões! A fúria de Mestre e discípulo

Zíon pegou seu machado e Shunrei deu um gritinho assustado. Shiryu e Donko vestiram as suas armaduras e se prepararam para a batalha, mas Zíon foi mais rápido. Ele pegou o seu machado e lançou o seu golpe “guilhotina cósmica” que por pouco não decepou a cabeça de Shiryu, porém acabara de destruir sua armadura de dragão.

Zíon riu e atacou novamente, porém Shiryu desviou e Donko usou o seu escudo de libra como proteção.

 – Shiryu – disse Donko – Nós devemos usar o oitavo sentido para derrotá-lo. Só assim conseguiremos destruí-lo.

 – Mas mestre, o senhor me disse que se o senhor usasse o arayashiki de novo, o senhor iria envelhecer novamente e dessa vez não haveria vida eterna. Resumindo... O que quero lhe perguntar é: O senhor vai morrer se usar o oitavo sentido não vai?

 – é necessário fazermos sacrifícios, Shiryu – disse Donko com um olhar triste – nós devemos usar o golpe sagrado que eu te ensinei. Lembre-se Shiryu, vc é o meu sucessor. Vc, a partir de hoje é o novo cavaleiro de ouro da armadura de libra. Agora devemos cumprir com o nosso dever.

 – Parem de cochichar, seus vermes – disse Zíon – Vcs vão morrer agora.

Zíon levantou o machado e bateu – o no chão dizendo: “decapitação divina”.

Shiryu e Donko apontaram os punhos para o inimigo, queimando seu cosmos ao máximo. Eles gritaram e disseram: “cólera dos mil dragões”.

Os mil dragões dos picos de Rozan cercaram Zíon, o espremendo e o esmagando. Shiryu sentiu seu corpo ser coberto por uma armadura. A armadura de libra. Pouco a pouco, viu o seu mestre envelhecer e cair morto aos seus pés. Ao olhar para frente, notou que não foi só Donko que morreu. Zíon, apesar de ser um deus, estava em forma mortal, o que significa que ele podia morrer.

Dez segundos depois a única coisa que Shiryu pôde ouvir antes de desmaiar, foi o seu próprio grito de tristeza.

 

***********************************************

Em umas ruínas perto do santuário

Shun de Andrômeda caminhava com sua armadura nas costas. Porém parou quando sentiu o enorme cosmo que estava a sua frente. Parecia um deus, e era um. Sua armadura era roxa e o seu cosmo fazia uma agonia crescer no coração de Shun.

 – Quem é vc? – perguntou Shun

 – Eu sou Deimos, o deus do pânico.


Notas Finais


E aí gostaram ou não? Deixem as suas opiniões nos comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...