História Os cinco erros mais perfeitos (Imagine Kim-Taehyung) - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance
Visualizações 263
Palavras 2.232
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpas por algum erro.
Boa leitura ♡ ~ ♡

Capítulo 22 - Novamente com eles


Fanfic / Fanfiction Os cinco erros mais perfeitos (Imagine Kim-Taehyung) - Capítulo 22 - Novamente com eles


            Taehyung  On :

Cheguei em casa e fui direto para o meu quarto. Meus pais não estavam em casa e Frederik provavelmente estava dormindo. Eu fiquei um pouco deitado na cama , mas depois fui tomar um banho rápido. Fiquei um tempo deitado mexendo no celular e depois acabei adormecendo. 

Acordei no meio da noite , o relógio marcava 03:45 da manhã. Me levantei e desci até a cozinha pra pegar um copo d'água.  Estava com o celular na mão quando vi que a S/N estava online. Era de madrugada e me perguntava o porquê dela estar online. Decidi mandar mensagem.

Mensagem On : 

Eu: Acordada ainda pequena ? 

S/N: Não consigo dormir. 

Eu: Posso saber o motivo ? 

S/N: Acho que é medo ou alguma coisa assim. 

Eu: Entendi. Não fique com medo não. 

S/N: Não vou ficar. É... Como o Daehyun  está?  Ele falou de mim na escola ? E Min e Zico ,  como estão?  

Eu: Bom... Quando eles ficaram sabendo do seu sequestro eles quase tiveram um infarto. Min ficava ligando pro seu celular a cada um minuto e chorava muito. Zico me disse que ela não comia e nem dormia. Daehyun... Ele ficou muito abalado. Sempre chegava atrasado nas aulas e com olheiras enormes. Ele se isolou nesse tempo. 

S/N: Meu Deus! Amanhã eu vou abraçar cada um deles , imagine o estado da Min. Coitada.

Eu: Ela está bem mal.

S/N: Amanhã depois da aula irei comprar um celular novo ,  assim será mais fácil pra nos falarmos.

Eu: Esta falando por onde então?  

S/N: Minha mãe deixou eu ficar com o celular dela temporariamente.

Eu: Entendi.

S/N: Vou ir dormir agr. Amanhã nos vemos. Boa noite.

Eu: Boa noite pequena. 

Mensagem Off.

 Depois voltei pro meu quarto. Dormi feito uma pedra , acordando atrasado no outro dia. 




                    S/N On : 

Acordo com meu despertador tocando,  desligo ele rapidamente e tiro mais um cochilo. Acordo um tempo depois e decido levantar. Faço minhas higienes matinais e depois tomo um banho. Passei alguns cremes no rosto e no corpo e depois sai. Coloquei o uniforme da escola e minhas meias. Arrumo minha bolsa , colocando todos os livros e meu estojo. Peguei minha carteira e coloquei a quantia que precisaria para comprar meu celular depois das aulas. Depois comecei a arrumar meu cabelo deixando ele solto e passei um brilho labial. Pego minha blusa de frio e desco  para o andar de baixo. Minha mãe estava deitada no sofá,  parecia cansada como se estivesse passado a noite ali. Ela estava morrendo de frio  pois tremia. Subo e pego um travesseiro e dois cobertores colocando na mesma. Haviam panquecas  na mesa e um bilhete de meu pai. Se desculpando da minha mãe. 

"  Estou indo trabalhar.  Deixei panquecas  prontas e fiz suco. Peço desculpas por ter brigado com vc ontem. Nunca mais durma no sofá , é horrível ver vc naquele estado . 

                                       Ass: Amor da sua vida ! "

Descobri que meus pais haviam brigado e minha mãe passou a  noite no sofá. Provavelmente ela foi me defender. Peguei uma panqueca e dou uma pequena mordida. Estava horrível.  Joguei fora no mesmo instante.  Meu pai nunca foi bom de cozinhar. Olhei para as panquecas ruins e sorri lembrando meu pai. Eu me senti muito mal por ter tido aquela briga com ele. Olho no relógio e vejo que já eram 6:50. Peguei o celular temporário que minha mãe tinha me dado e liguei para Taehyung. 

- Cadê vc Tae ? 

- Estou chegando , acordei atrasado. Já fique na frente de sua casa. Ok ? 

- Ok. 

Desligo o telefone deixando ele em cima da mesa. Aproximo de minha mãe depositando um beijo em sua testa. Coloco meus sapatos e saio de casa. Assim que abri a porta vejo Taehyung com as mãos sobre os joelhos bem ofegante. Ele me olha e logo se levanta. Ele pega na minha mãe e fecha a porta com seu pé.  Depois disso saímos correndo iguais a uns loucos. Chegamos na escola dez minutos atrasados. Levamos um sermão do professor ,mas não demorou muito para esquecer. A sala inteira direcionou olhares pra mim. Vejo cair uma lágrima e começar a escorrer no rosto de Min. Daehyun também estava lacrimejando.  Ignorei o resto dos olhares e sai correndo para abraça - los. O professor não reclamou e ficou apenas observando tudo. Abracei os amigos do Taehyung e alguns conhecidos da sala. Me sentei e o professor deu início a aula. 

Eu não prestavá atenção em nada , ficava olhando para o rosto do Daehyun,  do Zico e da Min. Fiquei lembrando dos momentos que passamos juntos e que nunca irei esquecer. Senti tanta falta deles. Sem perceber , começa a cair lágrimas dos meus olhos. Limpei elas rapidamente e voltei a copiar o conteúdo. Rouse por incrível  que pareça não estava lá. Pensei que sim , mas ela não estava. 

Depois da aula , finalmente  o sinal tocou. Olho para Taehyung e em um instante vejo a sala inteira em cima de mim. O professor já havia saído e era o intervalo. Mas ficaram para saber das fofocas. Taehyung  e JungKook afastaram o pessoal expulsando eles da sala. Eu ri , pois depois todos os garotos estavam em minha volta novamente.

- Pronto S/N , agr pode falar o que aconteceu. -Fala Jimin.

- Ah gente eu só fui sequestrada. Me ameaçaram com uma arma e foi isso... - Explico vendo todos aqueles rostos. 

- Ficou em um porão?  Em um cativeiro feito um animal? -Pergunta Zico. 

-Nas primeiras três horas sim , mas depois não.  Fiquei em um hotel de luxo. - Eles arregalaram os olhos.

- Hotel de luxo ? - Pergunta Jin impressionado.

- Sim. Ganhei comida , abrigo e roupas. - Falo lembrando de tudo. 

- S/N amiga. Me fala a verdade. Vc chegou a ser... - Eu não deixei ela terminar de falar. 

- Não!  Isso não. Nunca. - Todos ficaram aliviados.

- Gente acabou , S/N não quer falar disso. - Fala Tae afastando todo mundo. - Preciso falar com vc. - Fala baixo em meu ouvido. Entendi e saímos da sala. O pessoal foi para o intervalo , ficando apenas eu e Taehyung.

 -O que foi ? - Pergunto.

- Como assim vc namorava aquele cara que tinha um banco e estavam noivos ? - Bem que Marcos havia falado sobre ele ! 

- Foi ele. - Falei.

- O que ? - Pergunto.

- Foi ele ! Que me sequestrou. Não o reconheceu ? Era Marcos. Aquele cara é o Marcos. Ele pode estar diferente mas é ele. Ele tem um ódio e um rancor pelos seus pais e de vc. Disse que se eu tentasse fugir  ou fugisse ele iria matarde cada um que amava.

- Vc não está com medo ? - Pergunta Tae.

- Nem um pouco. Tenho certeza de que ele não irá me machucar. - Taehyung direcionou seu olhar pra mim. Me deu medo.

- Como vc pode ter tanta certeza ? Eu também pensei isso , mas o que eu ganhei ? MORTE ! Isso mesmo,  A MORTE. Ele pode ser rico e conhecido. Será fácil ser encontrado  pela polícia.  Mas Marcos não é burro ! Nessas horas ele deve estar bem longe daqui ! Talvez em outro país. - Ele estava indo e voltando de um lado para o outro. 

- Bom... Pelo menos estou aqui ! Esquece isso vai ! Vamos. - Falo pegando na mão dele. - Estou com fome. 


                        (...)

Por incrível  que pareça , Rouse não deu as caras na escola hoje. Pensei que a pirralha iria só pra me irritar,  mas não!  Não veio. Dei graças a Deus. Comi umas duas bandejas de comida. Estava com fome. Fiquei o almoço inteiro com Zico , Min e Dae. Taehyung  sempre ficava me olhando de longe , mas sempre que olhavá para o mesmo,  ele desviava o olhar. Eu ria demais.

Na sala eu me concentrei bastante na lição e repassei tudo o que perdi no tempo livre. Taehyung está ali , do meu lado. E enquanto eu fazia a lição,  ele olhava fixamente para meu rosto. Paro o que estava fazendo e olho pra ele , com um sorriso no rosto.

- Posso saber o porquê tanto me olha ? - Pergunto olhando para os olhos dele.

- Sei lá , nem eu sei ! - Rimos juntos. - Acho que é pelo fato de que vc é muito linda. 

- Sério ?! Não sabia ! - Me faço de boba.

- Ah vai ! Vc é a pessoa que mais se ama do mundo !

- Isso não é verdade ! - Falo. - Tem coisas em mim que odeio. Mas... Claro que me amo , e com muito prazer ! 

- Eu te disse. - Assim que terminamos de conversar vejo Daehyun se aproximar e pede um tempo sozinho comigo. Taehyung olha feio mas sai. Dae senta do meu lado.

- Tudo bem com vc ? - Pergunta parecendo preocupado. 

- Sim , estou bem melhor aqui. Com vcs todos. - Olho ao redor vendo meus amigos e voltando minha atenção para Dae. - Fique sabendo  que vc ficou mal , por que ? Pensei que teria raiva de... Vc sabe !

- Não importa o quanto eu esteja chateado com vc , eu sempre irei me preocupar.  Vc é a pessoa que mais confio e pode ter certeza de uma coisa.

- Qual é ? - Pergunto. 

- Que sempre que estiver em perigo , vou passar a noite em clado pensando em vc ! - Fiquei  em silêncio assim como ele. Ficamos nos olhando e Tae aparece. - Eu já vou indo. Depois a gente se vê. - Da um sorriso e sai. Taehyung  novamente senta ao meu lado.

- Não sei porquê,  mas não gosto dele ! - Fala incomodado. 

- Não precisa gostar por vc , mas sim por mim. Seja amigo dele por mim Tae. Ele está comigo a muito tempo e é a pessoa que eu mais gosto em todos os momentos. Eu considero ele como meu irmão e gostaria que vc o tratasse como tal. - Falo. 

- Só porque vc está me pedindo ! - Da um beijo na minha bochecha e sai indo falar com Suga. Volto a fazer o que estávai fazendo. 



         ( Quebra de tempo ...) 

Sai da escola com Taehyung e fomos direto para a loja de eletrônicos. Ficamos bastante tempo escolhendo um celular até eu escolher um bom. Saimos da loja e fomos direto para uma cafetaria Fiquei configurando o celular quando vejo Taehyung trazer dois cafés bem quentinhos. Deixo o celular de lado e logo tomo aquele gostosó café.  Estava exatamente do jeito que eu gostava. 

- Então... Já terminou de configurar o celular ? - Fala Tae terminando de beber o café e colocando a xícara na mesa. 

- Estou quase terminando. Já fiz uma boa parte ! - Falo sorrindo olhando para o aparelho. 

- Precisamos comprar capinhas e uma película. - Fala apontando para o celular.

- Sim , mas isso terá que esperar. - Ele me olha e arquea a sombrancelha como antes.

- Posso saber o motivo ? Se for dinheiro eu pago , não se preocupe. - Ri como resposta.

- Não. Não precisa. Taehyung esses dias eu estive pensando e... - Olhei pra baixo. - Eu quero arrumar um emprego. - Volto a olhar pra ele. - Eu quero ter meu próprio dinheiro e poder pagar um cinema pra nós dois. Quero poder falar pra minha mãe ir se arrumar que iriamos sair pra comer algo diferente. 

- Esta passando por necessidades S/N ? Olha eu ajuda... - Interrompo. 

- Não , eu só quero não poder mais depender dos meus pais. Sabe... Queria falar sobre isso primeiro com vc primeiro porque é meu namorado e queria ver se vc aceita minha decisão. - Ele ficou com a cabeça baixa. 

- Vc irá ficar cansada mais fácilmente,  e sempre quando sair da escola terá que ir trabalhar.  Vai chegar cansada todas as vezes e vai ter que ir dormir cedo por causa da escola. Sem contar que ficará altas horas da noite na rua e isso não é uma coisa boa.  Todos os finais de semana irá ficar cansada e eu vou querer sair com vc. Mas vai estar tão cansada que vai falar não posso , ou alguma coisa assim. - Explica e deixa tudo bem claro.

- Vc não quer não é ? - Ele nega com a  cabeça. 

- Não agr. Quero ver Marcos na cadeia antes , só assim pra eu poder confiar nas pessoas em sua volta. 

- Tudo bem. - Volto a tomar meu café encerrando o assunto.




Chego em casa e vejo minha mãe cozinhando. A comprimento e depois subo para meu quarto. Meu pai estava no jardim , vi ele quando ainda estava do lado de fora mas não falei com ele. Assim que cheguei no meu quarto joguei minha mochila na cama e peguei meu celular. Li algumas mensagens e depois usei meu computador. Fui para o banheiro e tomei um banho rápido. Sai indo lá pra baixo , era a hora da janta. Ajudo minha mãe colocar a mesa e escuto a campainha tocar. Meu pai estava no sofá,  parecia ignorar o barulho.  Revirei meus olhos e fui atender. Abro a porta e levo um susto ao ver a pessoa que no momento não queria ver. 

- Olá S/N , estou de volta ! 



Continua...






Notas Finais


Demorou um pouco , mas acho que vcs irão me perdoar.
Até o próximo 😊😙😚😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...