História Os Deuses Gêmeos - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Atena (Sasha), Hades, Hypnos, Sísifos de Sagitário, Thanatos
Tags Hypnos, Thanatos, The Lost Canvas
Exibições 143
Palavras 827
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Harem, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 28 - Levada


Fanfic / Fanfiction Os Deuses Gêmeos - Capítulo 28 - Levada

Stella só acordou no outro dia, mas os gêmeos já esperavam por isso. Ao despertar, a menina se levantou, tomou um bom banho, vestiu um vestido longo azul marinho e em seguida tomou seu desjejum, ficando pronta para qualquer ordem de seus mestres.

Stella lembrava de detalhes como aconteceu, estava feliz, mas ao mesmo tempo envergonhada. No momento ela acabou se entregando e se soltando, sem pensar como se sentiria depois, mas no momento não tinha tempo de ficar com aquelas bobagens, pois os gêmeos a chamavam. Logo a ruiva chegou na sala principal e encontrou os deuses sentados em seus luxuosos tronos.

 

 

-Se Sente bem? -Pergunta Hypnos.

 

 

Era uma pergunta simples, mas que fez Stella corar violentamente, pois sabia que ele queria saber se ela estava bem do que havia acontecido entre eles.

 

 

-Não está escutando? -Pergunta Thanatos com seu jeito mais violento.

-S-Sim, eu estou bem, apenas um pouco dolorida.

-Entendo, mas é normal, pois foram sensações que seu corpo não estava acostumado. -Responde o loiro mantendo sua calma e educação.

-Agora está dispensada. -Fala Thanatos se levantando e dando as costas a ruiva.

-Antes, quero que você saiba que alguns cavaleiros estão atravessando a floresta da morte para chegar até o imperador Hades e até nós. -Informa o deus do sono.

-O que adianta contar isso a ela? Ela não pode fazer nada. -Retruca o deus da morte incomodado.

-É importante que ela saiba, pois talvez sairemos sem tempo de avisa-la, assim ela estará ciente e atenta, pois se alguém tentar atacar enquanto estivermos fazendo qualquer outra coisa, como protegendo o imperador Hades, ela terá que fazer algo para sobreviver.

-Continuo achando sem necessidade, pois você não a deixara morrer novamente, tenho certeza que deixara de proteger Hades para protege-la. -Responde Thanatos com um sorriso provocando o irmão que como sempre não perdeu a calma.

-Que estamos fora da guerra santa isso é fato, quase não estamos fazendo nada pelo imperador Hades. Não estamos nada focados e isso pode nos levar a derrota. Poderíamos já ter derrubado muitos cavaleiros de Atena, mas nem mesmo estamos focas ou preocupados com isso. Logo o imperador Hades começara a nos cobrar, afinal, nós que deveríamos estar levando a guerra santa. -Diz Hypnos ciente de seu erro.

-Que coisa irônica, nesta guerra santa deuses como nós estamos deixando o inimigo ficar com a vantagem por conta que uma humana está nos distraindo e nós deuses odiamos humanos.

-Diga por você, pois não sinto ódio por eles, pelo contrário, os acho interessantes. -Corrige o deus do sono. -Era bem mais fácil quando nos jogávamos de cabeça na guerra santa, sem nos preocuparmos se seriamos selados ou não, pois para nós deuses o tempo não é problema.

 

 

Stella prestava atenção na conversa e se sentia um tanto culpada, pois eles se referiam a ela de uma maneira que a culpava indiretamente. Que os gêmeos estavam fora da guerra santa era evidente, até mesmo a humana conseguira perceber, pois quando era criança, Lyra a contou como guerras eram violentas e ninguém tinha paz, nem mesmo os deuses, mas nesta os gêmeos poucas vezes atacaram ou deram ordens para ataques, eles estavam calmos e despreocupados como se nenhuma guerra estivesse acontecendo. Apesar de serem fortes, não davam passos nenhum, nem mesmo se envolviam.

 

 

-Posso me retirar? -Pergunta a menina acanhada.

-Já deveria ter se retirado a muito tempo. -Responde Thanatos indelicadamente.

-Licença.

 

 

A ruiva se retira da sala principal e vai para a parte do palácio descoberta que os gêmeos tinham o costume de tomarem seus chás, o local seria limpo pela humana, que sabia que os deuses não gostavam de uma poeira. Enquanto limpava a mesa, percebeu que algo um tanto grande tampou a claridade e quando olhou encontrou Kagaho.

 

 

-Kagaho... O que faz aqui? -Pergunta a humana curiosa.

-Hades mandou leva-la. -Responde o espectro segurando o braço da menina.

-O senhor Thanatos e Hypnos sabem disso?

-Não.

-Então preciso avisa-los antes de sair.

-Não, o imperador Hades mandou leva-la imediatamente sem contato algum com os gêmeos.

 

 

Stella nem teve tempo de responder, pois Kagaho a puxou com presa e a pegou em seus braços, deixando o local, retornando ao castelo do deus do submundo.

Thanatos e Hypnos sentiram a presença de Kagaho, mas ele havia ido embora muito rápido, e nem mesmo os gêmeos sabiam o que o espectro queria ali.

 

 

-Kagaho já se foi. -Comenta Hypnos.

-O que aquele idiota queria aqui, nem falou conosco e já foi embora. -Diz Thanatos irritado.

-Talvez não é com nós que ele desejava falar. -Diz o deus do sono analisando a situação.

-O que quer dizer com isso? -Pergunta o moreno não entendendo muito bem.

-Stella. -Hypnos respondeu em poucas palavras.

-Porque ele falaria com ela e não com nós? -Insiste Thanatos.

-Não sei, o imperador Hades e cheio de surpresas.

-Vou procura-la. -Diz o deus da morte saindo do local um tanto preocupado e enciumado, mas não queria demonstrar ao irmão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...