História Os Deuses Gêmeos - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Atena (Sasha), Hades, Hypnos, Sísifos de Sagitário, Thanatos
Tags Hypnos, Thanatos, The Lost Canvas
Exibições 129
Palavras 1.037
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Harem, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 29 - Presa


Fanfic / Fanfiction Os Deuses Gêmeos - Capítulo 29 - Presa

Kagaho e Stella chegaram ao castelo de Hades. Tanto tempo que a menina não ia até o local, que havia se esquecido como o ar era pesado e sufocante, até mais do que do palácio dos gêmeos.

 

-O imperador Hades está lhe esperando em sua sala. -Avisa o belo espectro. -Siga-me.

-Certo.

 

Stella apenas concordou com Kagaho e passou a segui-lo. A menina estava com medo, afinal, em poucos minutos estaria frente a um deus, mais importante que os gêmeos. Algo lhe dizia que a convocação repentina não era por algo bom, mas por ser uma humana sem forças alguma, sair correndo não adiantaria em nada, pois seria apanhada em segundos. Naquele momento a ruiva só queria que seus verdadeiros mestres aparecessem.

Chegaram frente a sala que Stella conhecia bem. O espectro que a acompanhava abriu a porta e deu passagem para ela que logo entrou e encontrou Hades sentado em seu trono, com um sorriso maldoso, e um olhar de quem estava pensando em maldades para vê-la sofrer.

 

-Você é uma boa menina. -Comenta o deus do submundo ironicamente.

 

Kagaho se colocou de joelhos e Stella fez o mesmo, afinal estavam frente a um deus e eles eram apenas meros servos desse deus.

 

-Imperador Hades, Kagaho me trouxe, pois disse que o senhor me convocou. -Começa a ruiva, sua voz estava baixa e falha.

-Sim, suponho que você não saiba o motivo, estou certo? -Responde o deus jogando com a menina, para deixa-la ainda mais amedrontada.

-Correto.

-Eu deveria matá-la aqui e a agora, mas não farei isso... Não por enquanto. -Conta Hades sendo direto.

 

A menina ficou assustada com aquelas palavras agressivas e tentou se levantar, mas suas pernas tremiam tanto que a fez perder o equilíbrio e cair.

 

-Você está sendo mais insuportável, do que a própria Atena. Você está interferindo muito nessa guerra santa e os deuses gêmeos estão sendo uns inúteis. Acho que eles se esqueceram quem são nossos inimigos e eles podem ser selados novamente.

-Selados? -Pergunta Stella preocupada.

-Sim, selados até a próxima guerra santa... Até lá você estará morta, então se isso acontecer, você nunca mais os verão.

-Não... Eu não quero que isso aconteça, não quero ficar longe do senhor Hypnos e do senhor Thanatos. -A menina se encontrava desesperada.

-Se eu mata-la, os deuses gêmeos se voltarão contra mim... Não que eu tenha medo, mas ainda preciso dos serviços deles. Hypnos é inteligente e percebe facilmente as estratégias do inimigo, Thanatos age por impulso, então eu não precisarei ficar lutando sempre, enquanto tiver ele, perdendo meu tempo com os ratos do santuário. Mas sinto que enquanto você estiver com eles, o foco não será na guerra, pois se eles se envolveram mais, sabem que você também correra perigo e parece que eles estão com medo de serem selados dessa vez... Um medo que nunca tiveram nas antigas guerras... Mas se perdemos, do mesmo jeito eles serão selados.

-Não quero que isso aconteça, não quero que vocês percam por minha causa... O que eu devo fazer, estou disposta a qualquer coisa para ajudar meus mestres. Devo muito a eles, faço tudo para a felicidade deles. -Stella estava com medo de perder as únicas pessoas que tinha e confiava.

-Uma humana dedicando sua vida curta e insignificante a deuses que são imortais. Sinceramente é engraçado, você não deveria se importar com eles, ao contrário deles, você é uma mortal. -Ri Hades se divertindo.

-O que faremos com ela, imperador Hades? -Pergunta Kagaho interrompendo o deus, pois aquilo não estava lhe agradando.

-Por hora você ficara presa aqui, só assim os gêmeos voltarão a “funcionar”, pois você estará nas minhas mãos e eles não terão que se preocupar com sua segurança e também para mantê-la, terão que fazer um bom trabalho. Por hora é só, deixe-a trancada naquele quarto que não é ocupado por ninguém. -Ordena Hades se levantando e dando as costas a menina que permanecia assustada e chorando.

-Vamos. -Chama Kagaho se levantando, segurando o braço da menina e a guiando até o quarto que seu mestre havia dito.

 

Chegando frente ao mesmo, o espectro abriu a porta e a colocou dentro do quarto e nada disse, apenas trancou a porta a deixando sozinha. Era um quarto normal, mas ainda sim o clima era tenebroso, mesmo tudo no local sendo claro. Sem saber o que fazer se deitou na cama exausta, queria que seus mestres fossem busca-la, mas ao mesmo tempo estava preocupada com o que Hades havia dito.

 

-Senhor Hypnos e Thanatos, só trago problemas a vocês. -Comenta a menina baixinho, para si mesma. -Não sei se quero que vocês venham me buscar ou fiquem longe e foquem na guerra santa que está acontecendo.

 

 

***

 

Thanatos havia procurado a serva por todo os lugares, para confirmar que realmente ela não estava ali. Após ter a certeza, o moreno voltou para perto de seu irmão que nem teve o trabalho de procura-la, pois já imaginava o que havia acontecido.

 

-Não a encontrei, realmente ela foi levada. -Comenta o deus da morte um tanto irritado.

-Eu já imaginava. Vamos ao castelo do imperador Hades ou vamos deixar como está? Se irmos, poderemos arrumar confusão, principalmente você que não consegue se conter. -Pergunta o deus do sono calmamente.

-Não sabemos quais as intenções dele, então pode ser que se não formos ele a matara. -Responde Thanatos desviando seu olhar.

-Está preocupado? -Provoca Hypnos.

-Não, apenas não quero que ele pense que tem todo o controle sobre nós. -Retruca o moreno irritado.

-A Stella sem nossa proteção será a oportunidade perfeita para aqueles espectros pervertidos ataca-la. -Provoca o loiro mais uma vez, querendo ver a reação do irmão.

-Porque você quer ficar me testando, Hypnos? -Pergunta Thanatos sacando o jogo do irmão.

-Porque você age como se não estivesse nem ligando, mas no fundo está se roendo de ódio e ciúmes, seja mais sincero com você mesmo. Eu admito que tê-la arrancada dessa maneira me incomoda e me incomoda ainda mais saber que ela está próxima aqueles pervertidos que aproveitarão que ela está sem a nossa proteção.

-Vamos Hypnos. -Foi a única coisa que Thanatos disse antes de deixar o local.

-Você é divertido, Thanatos. -Diz o loiro seguindo o irmão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...