História Os Dias Ruins Também Se Vão. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 19
Palavras 1.545
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu deveria postar só sábado, mas hj é feriado né kkk

Espero que gostem ♥

Hj é o niver do nosso bolinho de arroz mais fofo desse mundo. Feliz aniversário Jimin!

Boa leitura ^^

Capítulo 4 - Palavras Coerentes, Atitudes Vagas.


Fanfic / Fanfiction Os Dias Ruins Também Se Vão. - Capítulo 4 - Palavras Coerentes, Atitudes Vagas.

(Alguns dias depois)


Eu já havia voltando para o trabalho mais disposto, não nego que esses dias de folga me fizeram muito bem. As olheiras ficaram menos visíveis, meus cabelos estão bem mais hidratados, minha pela bem mais corada e não aquele tom de que parecia que eu estava passando fome. 


Mais tudo isso tinha um motivo, Jungkook estava tentando mudar. Claro não estava sendo fácil, o corpo dele já está tão acostumado com o álcool que qualquer aborrecimento ele vai direto beber um gole de algo, que ele diz, lhe livrar dos problemas. Ele também estava tentando procurar um novo emprego outra coisa que não estava sendo fácil, eu até disse que Seokjin poderia lhe dar um emprego mas ele sempre recusa dizendo que não ficará no mesmo ambiente que Jimin, Yoongi e Namjoon. Só não insistir no assunto para não deixa-lo mais aborrecido. 


Nesse entrega-entrega de currículos hoje ele foi chamado para fazer um teste em uma loja, ele ficou aliviado com isso era uma chance que ele não poderia perder e eu estava rezando para que ele conseguisse. 


Termino de limpar a última mesa e vou até a porta da cafeteria girando a plaquinha avisando que estava fechada, volto para o balcão onde os outros estava já com seus almoços em mão. 


-Nem pra me esperarem. -digo fingindo estar chateado.  


-Desculpe Tae mas a fome falou mais alto. 


Nam fala com a boca cheia fazendo eu e Yoongi ri de seu desespero. Namjoon sempre exagerando. 


-Meu Deus Namjoon, mais educação por favor. -Jimin fala dando um leve tapa no ombro do mesmo. 


Sento com eles pegando meu almoço que Jimin já havia colocado no prato. Seokjin fica todo tempo nos fundos da cafeteria e sempre faz nosso almoço, mesmo que ele não almoce conosco. Jin é uma pessoa maravilhosa e o melhor chefe que poderíamos ter, sempre tão atencioso e cuidadoso. 


-E como vai o Jungkook? -Yoongi pergunta


-Bem na medida do possível, hoje ele foi chamado para fazer um teste e espero muito que ele fique. 


-Ele vai Tae, mas como vai a parte da promessa dele?


Jimin fala se referindo ao que Jungkook disse quando me prometeu que pararia de beber. 


-Ele está bebendo menos do que antes, mas é difícil ainda toda vez que ele se irrita é uma garrafa de vodka que ele bebe, mas é só o começo. 


-E como você acha que ele vai se comportar amanhã?


Desta vez foi Namjoon que se pronunciou. Penso por um momento, eu também não sei o que vai acontecer amanhã ou o que ele pode fazer. Será um dia difícil como todos os outros durante nossa vida, o dia que sempre nos lembrará que perdemos duas pessoas queridas, o dia que os pais de Jungkook morreram. 


-Eu não sei Nam, mas vou esta com ele. Vou tentar levá-lo para visitar seus túmulos, mas acho que vai ser difícil. 


-Jungkook nunca foi fácil e amanhã não será diferente. 


Depois de falarmos mais um pouco terminamos de almoçar e ficamos descansando até abrir a cafeteria novamente. A tarde passou tranquila e sem muito movimento, quando deu 17:00 da tarde esperamos os últimos clientes saírem para fechar. Termino de limpar tudo que precisava então me despeço de meus amigos e vou até o ponto de ônibus para enfim voltar pra casa, estava ansioso para que Jungkook chegasse com uma boa notícia. 


Chego em casa e vou direto para o banheiro, tiro minha roupa entrando debaixo do chuveiro. Passo um bom tempo lá só relaxando o corpo, termino e saio. Visto apenas uma calça de moletom, vou até a cozinha e com um sanduíche. Termino e vou assistir TV enquanto Jungkook não chega. 


Se passaram mais alguns minutos e Jungkook entra abrindo e fechando a porta com uma brutalidade que até me assustei. 


-Filho de uma puta! -ele exclama. 


-Meu Deus Jungkook, que bicho te mordeu pra você chegar assim? Não me diga que você não ganhou o emprego?


-Exatamente, além de não conseguir o emprego aquele desgraçado ainda me humilhou só por ser gerente da loja. 


Ele estava vermelho de raiva e só não perguntei o motivo dele ser humilhado por que se não eu poderia piorar as coisas. 


-Eu preciso beber alguma coisa. 


Vai em direção à cozinha, já sei o que ele pretende fazer então levanto depressa e seguro seu pulso. 


-O que é Taehyung?


-Não bebe Jungkook, lembra da sua promessa?


-Lembro, mais foda-se eu preciso de uma boa garrafa de vodka pra me acalmar. 


Ele tenta sair mas seguro com mais força seu pulso. 


-Eu tenho uma idéia melhor pra te deixar mais calmo. 


-E o que seria?


-Vem cá que te mostro. 


Puxo ele para nosso quarto, deito-o na cama de barriga para baixo. Tiro sua camisa e sento em sua cintura, deixando minhas pernas uma de cada lado de seu corpo. 


-O que você vai fazer?


-Uma massagem, isso relaxa muito. 


Ele aconchega sua cabeça no travesseiro e fecha os olhos sentindo minhas mãos percorrerem suas costas, faço movimentos circulares e aperto seus ombros vendo-o soltar uns suspiros demonstrando que ele estavam gostando do que eu estava fazendo. 


Jungkook sempre teve um corpo muito bonito, no começo de nosso namoro ele era mais magro mas ao decorrer dos dias ele começou a fazer academia e seu corpo ficou malhado e bem desejado por muitos. Tenho muita sorte por poder tocar nele da forma que muitos querem. 


-Hmm isso é muito bom Taehyung. 


Ele fala meio abafado por conta do travesseiro, continuo meus movimentos por mais alguns minutos. Me debruço em cima de seu corpo e começo a desferir beijos por toda suas costas, desço e subo novamente deixando um chupão em seu pescoço. 


-Nunca vi esse tipo de massagem? Mais é muito boa.


-Você tem sorte, pois só você tem essa massagem. -digo perto de sua orelha. 


Levanto minha cintura para que Jungkook vire ficando de frente pra mim, sento novamente em seu colo. Vou até seus lábios e iniciamos um beijo calmo, suas mãos passeiam em minhas costas deixando leves arranhões. O beijo fica mais intenso e começo a rebolar em seu membro sentindo-o já bem desperto. Deixo sua boca e desço meus beijos por seu maxilar, pescoço, peitoral e abdômen deixando tudo molhado com minhas chupadas. Desbotou sua calça e tiro junto com sua boxe jogando tudo em qualquer canto, pego seu pênis e começo a masturba-lo ele fecha os olhos e deixa sua boca entreaberta. Solto seu membro por instante e tiro minha calça, volto para seu colo e começo a roçar minha bunda em seu membro, ele segura minha cintura parando meus movimentos. 


-Não me provoque Taehyung, senta logo no meu pau.


Ele diz e viro ficando de costas pra ele, seguro seu membro e me encaixo sentindo o leve incomodo de ser invadido, dói mas não como nas primeiras vezes. Seguro suas pernas para ter mais impulso para me movimentar, início um vai e vem lentamente deixando que ele desfrute da visão de seu membro me penetrando. 


-Gosta do que ver Kook? -viro meu rosto só para ter a visão de sua expressão de prazer. 


Ele morde o lábio e aperta minha nádega direita.


-Muito, vá mais rápido. 


Olho novamente pra frente e começo a aumentar o vai e vem em seu membro, meus gemidos se misturam com suas arfadas de prazer deixando o quarto com cheiro de sexo. Jungkook pedr que eu pare e me deita na cama ficando entre minhas pernas, coloca as mesmas em sua cintura me penetrando novamente, seus movimentos são rápidos fazendo o som de nossas peles se chocando preencherem o ambiente. 


-Oh Jung...Kook ah, eu vou...


Antes de completar minha frase me desmancho em nossos barrigas sem ser tocado, ele continua me penetrando fazendo meu corpo se arrepiar por completo. Jungkook apertar minhas pernas ao chegar em seu orgasmo. Ele dai de meu interior e deita ao meu lado ofegante. 


-Isso é bem melhor do que encher a cara né? -pergunto me aconchegando em seu peito. 


-É sim, mas se toda vez que eu ficar stressado a gente transar vou acabar te arrombando. 


Revirou os olhos com seu palavreado tão educado. 


-Eu não tô dizendo transar loucamente, mas ficarmos ditados até você se acalmar. Isso também lhe ajudaria a parar de beber. 


-Pode ser.


Ficamos em silêncio só sentindo nossos corpos suados grudados um no outro. Acabo lembrando de algo e que talvez vá irrita-lo, mas ele não pode fugir pra sempre disso. 


-Amor. 


-Sim.


-Você sabe que dia é amanhã, não sabe?


-Sei sim, o que tem?


-Você vai visitá-los né?


Pergunto meio receoso, ele não foi nem no enterro de seus pais era o mínimo ele ir amanhã e deixar algumas flores em seus túmulos. 


-Não. -responde ríspido. 


-Por que não Jungkook? -levanto minha cabeça para encara-lo, mais ele encarava o teto. 


-Porque eu não quero, não começa com esse assunto. 


-Esse assunto são seus pais, nem no enterro deles você foi Jungkook. Pelo mesmo tenta, por mim.


Peço e ele me encara por uns minutos antes de soltar um suspiro e me responder. 


-Tudo bem, mas não garanto nada.


-Isso já é um bom começo. 


Dou um sorriso reconfortante à ele e me deito novamente em seu peito, ele rodeia seus braços em minha cintura nos deixando mais perto. Sinto ele deixar um selar em meus cabelos antes deu cair no sono. 


Notas Finais


Se tiver algum erro me perdoem, eu não revisei pois postei as pressas.

Comentem e até o próximo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...