História Os dois lados - Capítulo 142


Escrita por: ~

Visualizações 102
Palavras 1.291
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 142 - Cataclismo


A garota acordou chorando. O que assustou Adrien- 

- Mari? O que foi, meu amor? Pesadelo?- ele disse e ela assentiu ainda chorando. 

Mari o abraçou e o loiro acariciou os fios negros dela

- Você quer me contar, princesa?

- Acho melhor te contar mesmo. Geralmente sonhos podem se tornar reais então.. . Melhor você saber. 

Ela contou tudo. Desde o início. 

- Isso não vai acontecer. Você sabe que não vou te deixar ficar com ele, Não vou para o Brasil, Não enquanto você estiver aqui. 

- Viu? Eu só te atrapalho. Você estava lá trabalhando. Sou um atraso de vida.

- Claro que Não! Você é a solução dela! Já disse meu amor, você é tudo o que deixa a loucura que eu chamo de vida boa! 

Mari se deitou no peito dele. Sky, que estava dormindo desde o início nas pernas dela se mexeu.

- Ele concorda. - Adrien sorriu - Princesa, eu e o Plagg estávamos conversando a um tempo atrás.. .

- Conversando!? Milagre! Vocês só discutem!- ela riu e ele fez uma careta 

- Sim, conversando. E nós ficamos de te perguntar quem era sua bolinha de pelos favorita. Eu ou ele?

- Nenhum dos dois. Minha bolinha de pelos favorita é o meu Grandão - Sorriu e bagunçou o pelo de Sky 

- Eu perdi pra um cachorro!? Que tipo de gato eu sou!?!?!!!

- O Plagg tá em segundo.

- Peraí! Eu perdi pra um cachorro e um projeto de gato!!!? Não pode ser.... quer saber? Não me importo com quem esteja na minha frente. Eles não vai ganhar de mim no quesito " melhor namorado" e  nem no "melhor amigo de todos "

- O Sky ganhou.

- É o que!? De novo! Achei que EU fosse seu melhor amigo.

- Desculpa, gatinho. Você perdeu para um cachorro. 2 vezes

- É muita humilhação pra um gato só....- ele cruzou os braços e ela sorriu 

- Amor, não é melhor você voltar a dormir não?

- Você vai também?

- Não

- Então vou ficar acordado.

- Adri... Melhor você dormir de novo.

- Não.. . Falar Adri é crueldade.... Eu... eu não consigo resistir.. .. tenho que ser forte....

- Adri...

- Não.....por favor não faz isso que eu apaixono de novo.....

- Vai, Adri... Você tem que dormir. - ela sorria vitoriosa vendo a luta consigo que o namorado travava 

- Para Mari....  Eu não vou dormir enquanto você não fechar os olhos.

- Eu não vou dormir. Não quero ter outro pesadelo.

- Eu vou cuidar de você! Não vai ter nenhum pesadelo. Eu não vou deixar.

- Você não pode fazer isso. Não controla isso.

- Quem disse?- Plagg apareceu - O kwami do Chat tem um leve efeito sobre sonhos -sorriu - Posso controlar certas coisas que aparecem. Na verdade, o Chat pode. Se for o sonho de uma pessoa muito próxima e que ele conheça muito bem. Cada centímetro do corpo e da mente.

- Ô se conheço - Sorriu e levou uma almofadada - É verdade!

-Ele pode se projetar no seu sonho e se controlar nele. Você também pode. Achou mesmo que era normal alguém falar o que quer dentro de um sonho?

- Plagg.

- O que foi? 

- Mostrar as garras.

- Mas eu nem............. - desapareceu dentro do anel 

Qq- Adrien! O Plagg nem tinha terminado! 

- Ele já me disse como se faz isso e eu queria minha vingança.

- Não acho que heróis devam se vingar. Principalmente por uma coisa dessas - Ela riu 

- Se a coisa tiver a ver com a donzela deles é claro que devem!

- Chat Noir - ela cruzou os braços

- Iiiih a coisa tá preta 

- Eu não sou uma donzela indefesa. Nem a sua, nem a de ninguém.

- Não foi isso o que eu quis dizer, amor.

- Mas foi o que disse.

- Nós vamos brigar de novo!? Eu não tô aguentando mais.

- Então acaba logo com sua tortura e termina comigo - ela mantinha os braços cruzados, mas dessa vez os olhos começavam a marejar

- Eu não aguento mais ficar brigado com você! Isso sim é tortura. Nunca vou terminar com você, porque eu te amo!

- Então por que tudo tem que ser tão confuso?

- Porque você complica! 

- Ou seja, eu sou o problema 

- Ou seja, você é a solução. Se fosse perfeito de mais o tempo todo ficava chato.

- Só você mesmo pra achar que brigas são legais - riu 

- Eu não disse que são legais, Eu disse que não deixam as coisas chatas. Agora vai dormir, princesa. Tá tarde e você precisa.

- Boa noite, gatinho - Ela deu um selinho nele e se deitou no peito do garoto.

- Boa noite, amor - Adrien beijou a testa dela 

Sonho Mari on 

Eu tô numa cama estranha, num quarto estranho. O pior é o ser estranho do meu lado. O Khan.

- O que você tá fazendo aqui!?- Perguntei 

- O que eu já fiz aqui.  Só provei que consigo sim te dominar - ele sorri e de repente me odeio e o odeio 37 vezes mais.

- SAI DAQUI!!!!!!!!!! - gritei 

- tá pensando que é quem pra gritar desse jeito comigo? Ah, coitada. Depois dessa, o que é seu tá guardado. 

- Eu duvido. Duvido que você vá me dominar. Duvido que você me dominou desse jeito.

- Duvida é?- ele disse me agarrando e chegando mais perto. Já conseguia sentir onde isso daria.

Até que minha salvação, mais conhecido como Chat Noir entro naquele quarto com o cataclismo acionado. Definitivamente o momento mais feliz da minha vida, ver o Khan virando pó.

- Iai, princess? - Sorriu pra mim.

- Você conseguiu!!!!!!

- Tudo por você. Agora, ele nunca mais vai aparecer na sua mente.

-Ele nunca mais podia aparecer de verdade!- disse enquanto vestia uma blusa preta 

- Concordo - Fiz um gesto e Chat me passou minha calça jeans que estava do outro lado do quarto.

- Obrigada. Então? Pra onde vamos primeiro?- Passei meu batom vermelho 

- Pra onde a senhorita quiser.

- Trocadero? - Prendi o cabelo num rabo de cavalo 

- Eu topo. - me entregou o par de coturnos cinza que estavam jogados no chão - Você reparou que o cabelo voltou a normal não Viu?

- Meu cabelo!!!!!- poucas vezes estive tão feliz em me olhar no espelho - E está curto de novo!  E as lentes sumiram!- Cara, nesse momento eu tô me amando 

- Você fica linda de qualquer jeito, mas sabe.... tenho uma quedinha por morenas de olhos azuis - Sorriu e me beijou 

- E sabe.... Eu Tenho um penhasco por loiros de olhos verdes. Só preciso conferir se uma última coisa voltou - passei a mão na orelha. Meus miraculous estavam lá.

- E eu tenho que ver uma coisinha. Vem comigo?

- Até o fim do mundo - respondi com convicção 

Droga, ele ia começar a saltar  comigo. 

- Fica tranquila, não vou fazer o que você tá pensando -  riu " miserável"- "Meu amor.. .. Eu escuto tudo o que você diz"- "Mais hein!? Só no meu sonho né?" "É. Por que? Anda me xingando em pensamento?"

- Me recuso a responder isso- cruzei os braços, o pior é que o tonto ria muito  

- Sério, Não acredito que você anda me difamando na sua cabeça. Plagg, desligar. 

Nós andamos. Conheço esse caminho...  É o caminho da nossa casa .

- Você reconhece seu lugar até em sonho?

- Meu lugar?

- Claro! Seu lugar é do meu lado!

Quando estávamos prestes a nos beijar, acordei.

Sonho Mari off 


Notas Finais


Caraaaaaaaaaaaaaaa realização esse capítulo! Khan cataclismatizado! Sei lá se essa palavra existe mas tá ótimo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...