História Os dois lados da moeda... - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Angelsecreto

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bdsm, Fantasias, Ficção, Mistério, Motos, Policia, Romance, Sexo
Visualizações 6
Palavras 424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bem essa é a minha primeira história, ela vai ser contada por duas pessoas diferentes, então não estranhem os modos diferentes de escrever.
Aproveitem a história.

Capítulo 1 - Prólogo - Ele


Fanfic / Fanfiction Os dois lados da moeda... - Capítulo 1 - Prólogo - Ele

Definitivamente não sou um cara comum, mas normalmente não passo de um mistério que todos veem, mas ninguém realmente conhece.

Tenho 30 e poucos anos, me considero bem sucedido, não sou milionário, mas tenho o suficiente para ter aquilo que quero e o que gosto, no caso motos e armas. Isso realmente faz parte de mim, sou viciado em adrenalina, talvez isso explique tudo que faço.

Sou famoso, mas sou desconhecido, não faz muito sentido, mas isso acontece porque conhecem somente o personagem que criei, um motociclista misterioso, veste sempre preto, não foge de desafios, e nunca foi pego pela policia, os radares só registram vultos, o que deixa muita gente com raiva.

Sou solitário, experiências me fizeram assim, por isso só confio no meu irmão, que na verdade é meu melhor amigo desde crianças, separados somos loucos, juntos somos pior que um hospício. Mas na maioria das vezes sou visto sozinho, o que atrai olhares de muitos, principalmente interesseiras, não gosto de me envolver com esse tipo, mas tenho que admitir, sou homem, e às vezes não resisto a tentação, mas nada mais que uma noite.

Quando um vulto preto com um barulho ensurdecedor passar por você a noite com os faróis totalmente apagados, só pode ser uma pessoa... Prazer

Definitivamente não sou um cara comum, mas normalmente não passo de um mistério que todos veem, mas ninguém realmente conhece.

Tenho 30 e poucos anos, me considero bem sucedido, não sou milionário, mas tenho o suficiente para ter aquilo que quero e o que gosto, no caso motos e armas. Isso realmente faz parte de mim, sou viciado em adrenalina, talvez isso explique tudo que faço.

Sou famoso, mas sou desconhecido, não faz muito sentido, mas isso acontece porque conhecem somente o personagem que criei um motociclista misterioso, veste sempre preto, não foge de desafios, e nunca foi pego pela policia, os radares só registram vultos, o que deixa muita gente com raiva.

Sou solitário, experiências me fizeram assim, por isso só confio no meu irmão, que na verdade é meu melhor amigo desde crianças, separados somos loucos, juntos somos pior que um hospício. Mas na maioria das vezes sou visto sozinho, o que atrai olhares de muitos, principalmente interesseiras, não gosto de me envolver com esse tipo, mas tenho que admitir, sou homem, e às vezes não resisto a tentação, mas nada mais que uma noite.

Quando um vulto preto com um barulho ensurdecedor passar por você a noite com os faróis totalmente apagados, só pode ser uma pessoa... Prazer Blackout.

.


Notas Finais


Como somos dois, cada um vai escrever um capítulo.
Comentem, deem sugestões e criticas, tudo sempre será bem vindo.
Até o próximo capítulo... Fuiss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...