História Os dois lados do amor - Capítulo 50


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug), Mitologia Egípcia, Mitologia Grega
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Gabriel Agreste, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nathanaël, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tom Dupain
Tags Chat Noir, Ladybug, Miraculous Ladybug, Mitologia, Mitologia Egípcia, Mitologia Grega, Monstros, Plagg
Visualizações 101
Palavras 313
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 50 - Um último pôr-do-sol


— Já tracei um plano de batalha, só preciso da opinião de vocês - disse Letícia quando os meninos entraram juntos em sua sala. 

Ambos examinaram o mapa e a loira ia explicando cada ponto marcado. Marinette fraziu a testa, prestando absoluta atenção a cada detalhe. Adrien, por sua vez, fez algumas perguntas à mãe, que as respondeu calmamente. 

— E, por fim, vamos chegar até a prefeitura. Provavelmente ele estará lá - ela concluiu. 

— É um bom plano, mãe. 

— Obrigada, docinho. 

— "Docinho"? - Marinette tapou a boca para não rir e Adrien mudou de posição, um pouco constrangido.

— Do jeito como Adrien se irritava comigo quando eu falava que ele tinha que comer verdura, o correto seria chamá-lo de "azedinho" - comentou Letícia, pondo-se a rir junto com Marinette. 

— Ha-ha-ha, muito engraçado - disse o garoto, com cara de tédio. 

— Desculpe-me, meu amor - disse Marinette, fazendo-o corar com as duas últimas palavras. 

— Tudo bem, garotos. Entenderam tudo? - disse a loira, tentando voltar ao foco inicial da conversa.

— Entendemos - eles responderam, em tom uníssono.

— Ótimo. Bem, acho que estamos para a batalha. 

Letícia tratou de se retirar rapidamente da sala, a fim de passar as últimas coordenadas para o seu exército. O dia seguinte seria cheio e tudo tinha que sair conforme o planejado. 

Adrien e Marinette optaram por ir até o telhado e observar, mesmo que pela última vez, o sol se escondendo no horizonte. Os tons alaranjados eram refletidos nos dois enquanto a brisa fresca balançava-lhes os cabelos. Ele passou o braço por Marinette e esta deitou a cabeça em seu peito. Naquele momento, não havia guerra, nem Whisper, nem monstros mitológicos, nem ninguém. Apenas os dois. Eles se beijaram, como se o mundo fosse acabar amanhã. Possivelmente acabaria. Ainda assim, estavam vivendo um momento que permaneceria para sempre em suas memórias. 


Notas Finais


Olá, cupcakes!

Adrien, o azedinho. Parece um daqueles nomes de antigos governantes que a gente estuda em história. "Alexandre, o grande" e por aí vai...

Adivinhem quem está de férias do inglês? Sim, euzinha! Talvez agora eu tenha um pouco mais de tempo para escrever e terminar a minha próxima fanfic. Odeio postar antes de terminar, eu fico confusa. Até pelo simples fato de eu já pensar o final sem ao menos ter escrito o começo. Um pequeno defeito meu...

Gostaram do capítulo? Não deixem de acompanhar a história para saber o que vai acontecer no final. Au revoir! Xoxo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...