História Os erros do amor - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Verdade Sobre Nós
Tags Beijos, Escola, Medo, Romance
Visualizações 3
Palavras 717
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Luta, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente,eu mudei os nomes dos personagens pq esse é o nome deles,pq eu já tenho essa história escrita a mão em um diário e esse era o nome deles,mas eu já editei o nome deles nos outros capítulos

Capítulo 5 - O que fazer quando o coração diz uma coisa e o cérebro outra


Fanfic / Fanfiction Os erros do amor - Capítulo 5 - O que fazer quando o coração diz uma coisa e o cérebro outra

.....

Eu olhei pro lado,e ele tava lá,de cabeça baixa,o refeitório estava vazio e eu desci para lá,pq n estava suportando todas as perguntas do pessoal...eu olhei ele por uns dois minutos,ele parecia estar chorando,ele levanta o olhar para mim,os olhos estavam vermelhos e o rosto molhado,ele me olha nos olhos,levanta e passa por mim,me olhando fixamente e sobe as escadas,dava pra ver no seus olhos vermelhos um pedido de socorro,eu queria abraça-lo,mas gente,eu n qro me machucar mais, é uma vez me falaram "nunca se arrependa das coisas q vc faz para o seu bem" e eu também não sabia o porque dele está assim,n tenho nem certeza de nada,eu me reestabilizei e me coloquei no meu lugar,"Valentina,por favor,menos é só um garoto, tá tá é o garoto que vc gosta,mas vc vai parar de gostar,tá ouvindo?" Falei mentalmente para mim mesma e continuei meu caminho, que tinha sido enterrompido pela cena de Lucas,fui em frente,e sentir o vento balançando meu cabelo e me dando coragem para enfrentar os questionários lá em cima,subi,pelas escadas e já me deparei a multidão por coincidência Lucas saiu logo atrás de mim,ele estava vindo do banheiro,todos nós olharam,eu nem sabia que ele estava atrás de mim,quando eu olhei,ele me encarou eu virei e continuei andando nossos caminhos se desviaram, porque eu parei pra falar com minhas amigas

-Oq vou aquilo na hora da chegada Valentina?- Emile pergunta

-Af,ND demais-falo revirando os olhos

- a escola toda está comentando minha filha

-psé né-duas meninas falaram enquanto duas concordavam com a cabeça

-tá,eu vou contar- contei tudo desde o início,detalhe por detalhe

-nossa Valentina,vc n deveria desistir de um amor,só por que um não deu certo

-olha,às vezes eu paro e penso se eu realmente estou fazendo o certo,mas olha,eu prefiro dar um tempo nisso tudo,o amor não é pra mim,é mesmo assim,uma hora ou outra isso vai acabar

15:50 tanatanatana

-vou pra sala,tchau

-tchau- todas falam em coro

Enquanto eu andava sentia o olhar das pessoas me seguirem,mas eu nem ligava

Fui uma das primeiras pessoas ao entrar na sala,nem a professora estava lá,os alunos começaram a chegar aos poucos 

A tarde ocorreu normalmente,além de sempre com a imagem dele na minha cabeça,mas ela foi normal.Resolvi ir beber água,na esperança de encontrá-lo mesmo sabendo que foi coecidencia da última vez,no Bebedouro?nada dele,fui no banheiro,os das meninas e o dos meninos eram de frente um pro outro,eu entrei e não olhei para trás,mas senti que precisava,ao olhar,vejo uma pessoa sentada no chão,onde de lá dava para ver o banheiro das meninas,com os pés curvados,as mãos no rosto,lá ele estava chorando,aquilo me partiu o coração e eu n sabia oq fazer,não tinha ninguém no corredor,nenhuma faxineira,nenhum auxiliar e nenhum professor,e de repente veio um flashback dos nossos abraços,dos seus braços envolvendo minha cintura,dos nossos corpos colados,e os nosso rostos a centímetros de distância,da guerrinha de água e até msm da lerdeza dele,e eu tinha certeza do que era pra fazer,eu corri,deixando garrafa no banheiro,eu corri e invadir o banheiro dos meninos e basicamente me joguei em cima dele,o abraçando forte,e n segurei as lágrimas,chorei e ele chorou junto,eu estava entre suas pernas,ele com os braços envolvidos em mim,e eu com os braços envolvidos em seu pescoço.

-Eu sabia que vc viria-ele disse chorando,separei nossos rostos que estavam lado a lado e o olhei no fundo dos olhos dele,suas pupilas do nada se dilataram ao extremo,era ele,o meu amor,o meu destino é a solução da minha vida

-Desculpa,eu n deveria ter feito aquilo com vc-falei abaixando a cabeça

-ei,tá tudo bem,o importante é que vc está aqui AGORA- fala segurando o meu queixo e em seguida me beijando,foi um beijo intenso,foi algo doce,algo que nunca tinha sentido antes.

-EI,OQ ESTÃO FAZENDO?-graças a Deus n era Luis e sim a tia da limpeza,levantei,e com o sorriso mais fofo e mais sincero e sem nenhum sinal de arrependimento eu disse:

-Reparando os erros do amor-ela me olhou,Lucas se levantou,segurou minha mão e sorriu,aquele sorriso maravilhoso,o combustível da minha vida.

-vão para as salas,por favor,e desculpa por ter atrapalhado vcs....fomos para nossa sala

17:30 tanatanatana

Sai da sala contente e ele veio em minha direção do outro lado do corredor,o corredor estava cheio de gente,todos nos olhando,parei de frente a ele e ele me abraçou e todos olharam confusos,ele largou o abraço e me ofereceu sua mão,eu a peguei,e assim fomos juntos,de mãos dadas e todos nos olhando

.......





Notas Finais


Espero que gostem, amanhã faço o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...