História Os espinhos da rosa. - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Tags Diabolik Lovers, Drama, Mistério, Romance
Visualizações 43
Palavras 693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei um pouco pra postar ❤❤♡♡ mas aqui estou eu s2

Capítulo 25 - Conjunto.


Fanfic / Fanfiction Os espinhos da rosa. - Capítulo 25 - Conjunto.

-  e-eu ia dizendo que já estava de saida! - murmurei sem encarar o rosto a minha frente. 

-  já? - Ele perguntou sem interesse algum na resposta. - me pergunto por que trancou a porta então. 

Bufei analizando o rosto pálido que estava com uma expressão provocadoramente convencida. 

- idiota... - reclamei para mim mesma. 

Ele levou os dedos de forma delicada até a franja que por pouco não cobria os meus olhos,  tirou os fios negros para o lado deixando meus olhos totalmente visíveis.

- olhe para mim. - pediu baixo. - deixe-me ver seus olhos. 

Nesse momento franzi o cenho ignorando o seu pedido, abri a boca tomando folego para dar inicio a uma longa reclamação. 

- shhh! - interrompeu.  Vi uma leve alteração no seu rosto.  Era o Subaru,  óbvio que se irritaria. - não xingue. 

Parei por um momento,  tranquei minha respiração. 

Ele não alterou-se da maneira que eu imaginava,  isso me fez instantaneamente o encarar. 

- o que você quer!? - pergunto cruzando os braços. 

- preciso de algum motivo pra ficar perto de você? - finge magoa. 

- precisa! - respondo colocando minhas mãos no seus ombros forçando ele a manter distância. 

O vi esboçar um sorriso de canto,  forçando-se um pouco contra meus braços.  Sem dúvida ele tinha muito mais força do que  eu. 

Fechei os olhos com força,  a única coisa que senti foi a respiração quente se chocar contra o meu rosto denunciando sua proximidade. Apenas em imaginar o que poderia acontecer não conti o rubor no rosto. 

Autora on.


-  queria saber que pensamentos se passam ai...- desejou deeprendendo uma das mãos da parede levando até o queixo baixo da mesma o forçando para cima.

Ela manteve os olhos fechados mas a curiosidade por ver a expressão do vampiro lhe tomou. Sua curiosidade feria o seu orgulho, sem dúvidas.

Abriu os olhos lentamente fitando o rosto a sua frente, seu rosto queimou ao notar a pouca distância dos rostos.

O grisalho aproximou-se do rosto distraído da morena, encarou por segundos os lábios rosados e finos da jovem, finalmente os beijando.

 O coração acelerado da menina finalmente acalmou-se, tomando um rítmo conjunto ao seu.

O maior colocou suas mãos sobre os ombros da menina apertando o pequeno corpo contra a parede. Sentiu a menor começar a corresponder o seu beijo mais sedentamente. Ela estava gostando.

Um pequeno sorriso se formou nos lábios do vampiro, escorregou suas mãos pelas costas da menina apertando sua cintura contra si.

- S-Subaru...- interrompe o beijo ofegante pela falta de fôlego.

-   preciso mesmo de um motivo pra ficar aqui? - um sorriso provocativo formou-se nos lábios do maior.

-   baka!! - reclamou forçando os ombros do vampiro para trás. - chega! 

Como se tivesse voltado a si ela foi tomada pela vergonha,  deu um jeito de desprender-se das mãos grandes que seguravam sua cintura para tomar a sua segura distância. 

Viu o grisalho revirar os olhos.  Ele poderia forçá-la, mas por incrível que pareça ele não tinha o minimo desejo de machucá-la dessa forma, as vezes queria morde-la,  mas não passaria disso sem o consentimento da mesma.

Meio irritado ele levantou a menina no colo e carregou na direção da cama,  não estava com vontade de ouvir as reclamações dela. Soltou a menor delicadamente sobre o colchão. 

-  o que você vai... - ele deitou-se de costas para ela antes que terminasse de falar. 

A morena agiu por impulso e cutucou as costas do maior,  ele virou-se para o encontro dela,  vendo os olhos azuis e brilhantes. 

Era surpreendente aquelas personalidades instáveis e diferente,  as mudanças de humor frequentes eram uma das poucas coisas em comum entre eles. 

-  O que você quer? -perguntou indiferente. 

-      preciso de algum motivo para ficar perto de você? - repetiu a frase dita por ele a algum tempo. 

Viu o vampiro sorrir e com isso também sorriu,  pela primeira vez is sentimentos se conectaram em conjunto. 

Ele apoiou o braço sobre o corpo da menor sentindo as mãos delicadas lhe tocarem o peito.  Um suspiro escapou dos lábios da jovem que finalmente relaxou. 

-    ainda quer que eu vá embora? -provocou.

-   cala boca. - ela o repreendeu voltando ao silêncio atual. 














Notas Finais


A Hana é bem cú doce mesmo kk😂
Espero que tenham gostado...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...