História Os Filhos da Outra - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Karin, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga
Exibições 56
Palavras 1.763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Capítulo 8 - Conectando


Naruto pov's

Depois que Jiraya saiu do nosso quarto, peguei uma roupa, e fui tomar um banho, mais não consigo relaxar a cabeça, saí do banho, coloquei a roupa pra durmi, e sentei na escrivaninha, ligando o computador. 

- O que vai fazer? _ Ino pergunta sentando na cama. 

- O que você acha? Vou fazer o que sabemos fazer de melhor! _ ela fica surpresa, mais logo o rosto dela toma uma feição travessa. _ Você decide se está dentro ou fora. _ falo fazendo algumas pesquisas na internet. _ Topa me ajudar? _ ela sorrir abertamente, e salta da cama. 

- O que você acha? _ ela puxa uma cadeira e senta do meu lado, e juntos vamos invadindo e-mails privados, foi 20 minutos de uma operação extremamente delicada, mais finalmente conseguimos invadir o computador como um vírus. _ Ativando webcam em 3,2,1._ ino consegue ligar a câmera do computador do outro lado do mundo sem que o usuário perceber. _ Olha só, ele está acordado. 

- É claro que está, lá ainda deve ser dia. _ falo olhando para o indivíduo na tela do computador, estava concentrado. 

- É verdade, o que ele está fazendo? 

- Olhando alguns e-mails de trabalho, e pessoal. 

- E agora? Vamos nos conectar a ele? 

_ Sim. _ respondo sem pensar muito, e logo vou clicando algumas teclas do computador. 

- Quando ele ver o computador criando vida própria, vai achar que o computador está amaldiçoado kkkk... não falei. _ ela se diverti com o espanto do homem ao ver o computador mexer sozinho. 

- Pare de rir, agora temos que ficar sério. _ o sorriso dela morre na mesma hora em que a alertei, agora ela mantinha o rosto fechado, mexi mais um pouco, e liguei a nossa webcam, e logo o homem estava nós vendo, tinha uma expressão assustada, o que fez eu e Ino sorrir de canto.

- Ino! Naruto!_ ele pronucia nossos nomes surpresa, não estava acreditando no que estava vendo. 

- Minato Namikaze? _ falei, e o homem relutante, confirma com a cabeça. _ Compreende o inglês? 

- Sim. _ ele responde no nosso idioma, tinha uma voz grossa e firme, eu e Ino nós olhamos, e cada um de nós enxergava o ódio nos olhos um do outro. 

- Você tem 24 horas pra dispensar os serviços de seu detetive particular, não queremos babá nos vigiando. _ Ino fala bem sério. 

- Caso contrário, tomaremos medidas drásticas para tirá-lo das nossas vidas. _ terminei a frase por Ino, e Minato arregalou os olhos assustado. 

- O aviso foi dado. _ Ino fala me olhando._ Passar bem... 

= Mal. _ falamos juntos, sorrindo demoníaco. 

- Esperem... _ Minato tenta contestar, mais cortamos a nossa conexão com ele em menos de 5 seg, deixando apenas a dele ativa. _ Ino, Naruto. _estava desesperado chamando por nossos nomes, enquanto mexia no computador, estava tentando reatar uma conexão conosco. 

- Ele vai enlouquecer, aposto que não vai nem durmi hoje. _ falo gargalhando. 

- Olha o tamanho da minha preocupação. _ Ino mostra os dedos polegar e indicador bem próximo. _ Está do tamanho de uma formiga, eu estou pouco me lixando, quero mais é que ele se exploda, isso seria uma chateação a menos. _ essa é a minha irmã, não tem papa na língua. 

- Verdade, pena que desejos não se realiza assim do nada. _ desliguei o computador. _ Não sei porque ele ainda se mete em nossas vidas, ele já tem um casal de filhos, não precisa de nós dois. _ falo revoltado. 

- E nem nóis precisamos dele pra nada, ele nos abandonou antes mesmo de nascer, e nem se deu o trabalho de nos registrar como seus filhos. _ Ino fala com raiva. 

- Minato Kamikaze nos rejeitou como seus filhos, por tanto, ele não merece que nós chamamos ele de papai. _ Ino concorda comigo, levanto da cadeira, e beijo a testa dela, enquanto ela me abraça. _ Estou indo durmi. _ ela confirma com a cabeça, e se afasta de me.

- Eu vou durmir com você hoje. _ ela fala pegando um pijama, e entrando no banheiro.

- Tá. _ deito na cama, quando Ino dorme comigo na pequena cama de solteiro, eu acordo todo quebrado, mais não consigo dizer não pra ela. 

Depois de alguns minutos, ela sai do banheiro, escova os cabelos antes de durmi e finaliza com uma trança, parecia a rapunzel.

Sorri com o pensamento, logo depois ela se enfia debaixo do meu cobertor, ficando sobre me, com a cabeça apoiada no meu peito, Ino estava gelada, e tremendo de frio, com certeza tomou banho de água fria, aperto ela em meus braços, na tentativa de esquentar ela. 

- Boa noite Naruto. 

- Boa noite Ino. 

Ino pov's

"O lugar era pouco iluminado, e tinha diversos espelhos ao meu redor, olhava para eles, e me assustava com meu próprio reflexo, estava horrível, acabada, com olho roxo, olheiras enormes, cabelo desarumado, a boca machucada, roupa rasgada, braços arranhados, como se tivesse levada uma surra, um ser aparece diante de meus olhos, não conseguia visualizar o rosto do homem, mais tinha cabelo longo preto, e olhos vermelhos como sangue. 

Olhos que me davam arrepios de medo, ele tenta se aproximar de me, enquanto eu me afasto dele, mais ele conseguiu tocar em meu rosto, o toque dele era áspero, sentia que minha pele tremia a cada toque, minhas pernas tremiam, aquele homem era malvado. 

- Você é minha. _ a voz dele era assustadora, era distorcida, como se um homem e uma mulher falasse ao mesmo tempo. 

As mãos possessiva dele me prendia, não conseguia mexer as pernas, queria correr, queria gritar, mais não conseguia. 

- Inooo. _ uma voz desesperada clamava por meu nome, era a voz de Naruto, desperto da paralisia, e me desfaço das garras daquele homem, corro entre o labirinto de espelho, enquanto o ser corre atras de me, tentando me caçar.

- Você é minha, kkkk... _ corria sem saber a onde ir.

- Inoo. _ a voz de Naruto estava cada vez mais perto, mais não conseguia chegar até ele. 

- Naruto. _ gritei fraco, foi então que o chão sumiu, e eu me vía caíndo em um abismo de escuridão que nunca tinha fim. 

- INOOO._ a voz de Naruto vem mais alta em meu ouvido.

- NARUTOOO. _ gritei enquanto sumia na escuridão, mais antes de me perder, Naruto me segura pela a mão."

- Ino acorda. _ abrir os olhos assustada, enquanto Naruto me sacudia, ainda tremia de medo, abraçei ele forte. 

- Eu estava sozinha na escuridão, um homem me perseguia, falava que eu era dele, senti tanto medo. 

- Calma, foi só um pesadelo. _ ele beija o topo da minha cabeça. 

- Foi horrível. 

- Já passou, já passou, agora você está aqui comigo. _ logo depois Naruto canta pra me acalmar, cada frase da música, um carinho em meu cabelo, aos poucos adormeci de novo.

Acordei com o barulho do despertador, queria poder durmi mais, infelizmente minha mãe não era a favor de faltas sem necessidade. 

- Dorme mais um pouco, eu vou tomar banho. _ Naruto fala levantando, confirmo com a cabeça, e agarro o travesseiro, foi poucos minutos de sono, e logo sinto Naruto me acordando. _ Ino, acorda, tomar banho. _ ele fala calmo, mais mesmo assim consigo acordar, olho pra ele, e estava só de toalha, abraço ele em agradecimento. 

- Obrigado por cuidar tão bem de me. _ falei fraco. 

- De nada, agora vai tomar banho. 

Levanto da cama, e vou sonolenta até ao banheiro, faço a higiene pessoal, tomo um banho, e depois volto pro quarto,Naruto já tinha se vestido, penteado o cabelo, e levado nossas mochilas pra sala, deixou o quarto pra eu poder me vestir.

Amo meu irmão, sem ele minha vida não teria sentido, acho que eu não seria nada sem a força dele, pois se eu cair, ele vai estar do meu lado para me ajudar a levantar. 

Visto o uniforme escolar, arrumo o cabelo, passo uma maquiagem leve, só pra disfarçar a péssima noite de sono, e hoje era minha folga do trabalho, mais hoje eu tinha treino de animadora de torcida, e o Naruto, treino de futebol americano. 

Como o Naruto é alto e forte, conseguiu entrar no time de futebol fácil, então me candidatei pra líder de torcida, passei no teste, e sou animadora de torcida à 2 anos, foi lá que eu conheci a Samui, e foi ela que me conseguiu o emprego na lanchonete, olhei no relógio, e já estava atrasada, me perfumei, e saí do quarto em seguida, segui me arrastando até a mesa de estar. 

- Bom dia. _ falei sem animo. 

- Bom dia filha, perdeu a hora? _ mamãe pergunta, e confirmo com a cabeça, pego uma maçã. 

- Vamos crianças, eu deixo vocês na escola. _ Jiraya fala, e mamãe nos entrega nosso lanche, junto do dinheiro do almoço. 

- Tenham um bom dia. _ mamãe nos deseja sorrindo, pelo visto está de bom humor hoje, dou uma mordida na minha maçã. 

- Pelo o visto a noite foi boa né Jiraya, espero que não tenham colocando fogo na cama. _ engasguei com as palavras de Naruto, e cara da mamãe, foi de alegre, pra irritada em questão de segundo, lá se foi o bom humor dela. 

- Naruto! _ repreendi ele, mais o infeliz pegou a mochila dele, e correu porta a fora. _ Mãe, Jiraya, desculpa, ele não quis dizer isso. _ os dois só balança a cabeça negativamente. 

- Vamos Ino, eu já estou acostumado com as gracinhas do Naruto. _ pego minha mochila, saímos de casa, encontro Naruto do lado de fora. 

- Será que você não podia guardar o comentário pra você? _ pergunto com ironia. 

- Escapou. _ Naruto me responde despreocupado da vida, entrando na caminhonete. 

- Não vão levar as bicicletas hoje? _ Jiraya pergunta entrando na caminhonete ao mesmo tempo que eu, negamos com a cabeça. _ Que horas eu pego vocês na escola? 

- As 15:00 hrs. _ falo calculando as horas, Jiraya confirma, e dar a partida, durante o caminho, ele dirige calmo, mais percebi o olhar dele no retrovisor, estávamos sendo seguido. _ É quem eu estou pensando? _ Jiraya confirma. _ Desgraçado, pelo visto, não vamos se livrar desse detetive tão cedo. _ falo sério olhando para Naruto. 

- É só a gente dar uma canseira nele. _ Naruto fala, e eu confirmo com cabeças. 

- Não quero nem imaginar o que vocês dois vão fazer...


Notas Finais


Gostou? Então deixe seu comentário, bjos 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...