História Os Filhos de Hécate - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Dipper Pines, Frank Zhang, Grover Underwood, Leo Valdez, Mabel Pines, Nico di Angelo, Percy Jackson, Personagens Originais, Piper McLean, Quíron
Tags Gravity Falls, Hdo, Pjo
Visualizações 17
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLÁÁÁ PESSOAS!! COMO VÃO VOCÊS?
Então, aqui temos um capítulo maiorzinho pra compensar os pequenos, e esse foi lançado rápido!
Sou um pokémon, to evoluindo!
Não sei se o próximo demora ou não, mas de qualquer forma, boa leitura! :3
Titia ama vocês <3

Capítulo 7 - Chá de Artemísia


DIPPER POV ON

Contei pro Matthew sobre a Lily e estava voltando pro meu chalé, mas no caminho encontrei a Lily. Como ainda era meio da tarde, pensei em chamá-la pra fazer alguma coisa

Eu - Lily!

Lily - Oi, Dipper!

Eu - Posso te fazer uma pergunta?

Lily - Pode

Eu - O que você tinha ido falar com o Matthew?

Lily - É, então... É que é meio pessoal

Eu - Entendi. De qualquer forma, ainda é cedo, o que acha de darmos uma volta?

Lily - Boa ideia! Vamos

Nós começamos a andar pelo acampamento falando sobre coisas aleatórias, ela quase caiu no chão 2 vezes, então quando estávamos a caminho do chalé dela, ainda perto do lago, ela começou a se sentir mal

Lily - Dipper... Eu to tonta

Eu - Quer sentar em algum lugar?

Lily - Não, não precisa... Vamos continuar

Eu - Okay - Voltamos a andar, e quando entramos na área dos chalés, ela voltou a se sentir mal

Lily - Minha visão tá escurecendo

Eu - Dá pra continuar?

Lily - Dá... - Voltamos a andar, só que mais devagar - Não, eu não aguento mais, preciso me sentar.

Paramos perto do chalé de Íris, ela se sentou no chão e eu me ajoelhei ao lado dela. Os lábios dela estavam perdendo a cor, estavam ficando roxos.

Lily - Eu não to enxergando e nem ouvindo direito... Eu to muito tonta

Eu - Fica quietinha, eu vou pegar algo salgado pra você - Quando me levantei a Jane saiu do chalé

Jane - Tá tudo bem aí? Eu ouvi um alvoroço, e... Lily?

Eu - Ela não tá bem, tá com pressão baixa, ela tá desmaiando, pega algo salgado pra ela por favor.

Jane - ANDREAA!!! TRAZ ALGUMA COISA SALGADA POR FAVOR! RÁPIDO!

Andrea - ~~de dentro do chalé~~ O QUE?

Jane - ANDA LOGO, É UMA EMERGÊNCIA!

Lily - Traz água também, por favor

Jane - ÁGUA TAMBÉM!!

Enquanto Andrea e Jane gritavam entre si, a cabeça de Lily tombou para o lado e os lábios dela estavam muito roxos. Uns 10 segundos depois a cabeça dela levantou levemente.

Eu - Lily? LILY, DESMAIA NÃO, ACORDA! TÁ ACORDADA?

Andrea - Peguei um biscoito, o que houve?

Jane - A Lily desmaiou

Eu - Dá o biscoito pra ela - Andrea estendeu o biscoito pra Lily, e ela pegou e comeu devagar, e também bebeu a água. Os lábios dela estavam voltando ao normal.

Jane - Lily, você tá bem pra voltar pro seu chalé?

Lily - Sim, só um pouco tonta

Eu - A gente vai garantir que você chegue lá bem. - Saímos andando devagar com a Lily até o chalé de Deméter. Chegando lá uma outra filha de Deméter a colocou para descansar.

Jane - Espero que ela melhore rápido.

Eu - Também espero... Ontem ela não comeu nada pelo que eu sei, deve ter desmaiado por isso.

Jane - Ela é muito teimosa. - Nessa hora o resto do grupo chegou correndo.

Matthew - Mabel contou o que viu, ela tá bem?

Eu - Ela tá melhor, está descansando no chalé dela.

Mary - A partir de hoje eu vou passar a obrigar essa menina a comer

Eustácio - Por que ela não come?

Matthew - Ela diz que não sente fome.

Alex - E ontem ela não comeu nada.

Batemos um papo bacana e depois nos separamos. Eu e Mabel fomos pro nosso chalé e ficamos por lá.

JANE POV ON

Depois do susto que Lily nos deu, ela ainda tentou sair do chalé, mas não deixei e mandei ela voltar. Depois dessa cena que ela fez na frente do chalé de Deméter, resolvi sair pra dar uma volta com o Matt. Quando ele se declarou pra mim, o que já faz um tempinho, ouvimos um grito que atrapalhou, mas na hora eu fiquei muito feliz. Estávamos andando lado a lado quando resolvi pegar na mão dele. Ele tomou um susto, por isso, deu um pequeno pulinho, o que me fez rir. Ele parecia estar morrendo de vergonha, mas continuamos nossa caminhada.

LILY POV ON

Nunca senti uma sensação pior que um desmaio. É muito horrível. De qualquer forma, agora eu estava descansando no meu chalé, e TODAS as filhas de Deméter, (pelo menos os meninos me deixaram em paz), estavam gritando no meu ouvido que chá eu deveria tomar (elas são meio cismadas com chá)

Zyra - TOMA UM CHÁ DE...

Lety - NÃO OUVE ESSA LOUCA, TOMA UM CHÁ...

Eu - GENTE, DÁ PRA PARAR? EU TOMO O CHÁ QUE EU QUISER!

Zyra - Eita

Quando deu a hora da refeição, Mary veio até a minha mesa e ficou em pé do meu lado.

Mary - Pode tratando de comer tudo, não vai deixar nada.

Eu - Tá bom, Mary, tchau.

Mary - Não, eu só vou sair daqui quando você comer

Eu - Aff - Enquanto isso todas as loucas do chá estavam olhando qual chá eu ia tomar, e eu coloquei o meu chá e elas começaram a me fazer perguntas.

Lety - Que chá é esse?

Eu - De Artemísia.

Zyra - ARTEMÍSIA? VOCÊ TA LOUCA? ESSE CHÁ NÃO VAI TE AJUDAR EM NADA!

Eu - Eu tomo o chá que eu quiser, tá? Além de que eu quero ter sonhos, então vou tomar chá de Artemísia sim, senhora.

Lety - Tinha que ser a bruxa...

Mary - Anda, come logo

Eu - AAA TA BOM - Terminei de comer e voltei pro meu chalé. Nessa hora, já estava tarde, por isso fui dormir. Tive um sonho estranho. Tinha uma menina alta de cabelos longos, ondulados (talvez até meio cacheados) e escuros falando com um menino baixo de cabelo castanho com uma pequena parte azul. E os dois se despediram e entraram em chalés diferentes. Então apareceu um menino mexendo com umas plantas perto do lago. Tinha algumas velas e outras coisas perto do lago, e a água estava estranha, parecia mais um espelho. O menino fez uma raíz bem grande chegar perto do espelho, mas ao invés de parar, a raíz atravessou o espelho, como se ele fosse um portal. Então eu acordei. Já estava de noite, não era mais permitido sair do chalé, mas não me importei. Levantei silenciosamente e saí do meu chalé. Fui até o lago, e... Tinha uma raíz saindo do lago. Ela não parava de sair. Cheguei mais perto do lago, e quando olhei meu reflexo, lá estava o menino. O menino que eu já havia visto uma vez no lago, mas nunca contei a ninguém a não ser o Matthew e a Jane. Eu não sabia o nome dele, mas gostava de sentar perto do lago para tentar vê-lo mais uma vez. Agora ele estava lá de novo.

POV EXTRA: ???? POV ON

~~algumas horas antes do sonho de Lily~~

Minha visão estava escurecendo, Dianna estava preocupada comigo. Dianna é a menina que eu acho que gosto. Por sorte eu tinha um pouco de sal comigo, e depois de comer um pouco de sal consegui me recuperar sem desmaiar. Que descuidado eu sou, passei um dia sem comer e pensei que não iria passar mal... Humpft, francamente... Eu devia deixar de ser teimoso. De qualquer forma, disse para Dianna, filha de Hécate, que eu iria procurar minha amiga Kirsten. Saí sozinho a procurar por Kirsten, e pensei em olhar no chalé dela. Bati na porta do chalé de Hefesto, e por sorte quem me atendeu foi Kirsten.

Eu - Preciso falar com você.

Kirsten - Agora? Eu ia procurar o Jeff.

Eu - Depois você fala com o Jeff. A propósito, ele está no chalé.

Kirsten - Ah, depois eu falo com ele, então. O Jeff nunca atende a porta, mesmo. Por falar nisso, já percebeu que só o André atende a porta? Parece que ele é o único filho de Íris. Ah, desculpa, o que queria falar?

Eu - Lembra da menina que eu vi no reflexo do lago?

Kirsten - Lembro, você me contou.

Eu - Hoje vou tentar fazer algo, mas precisa ser de madrugada.

Kirsten - MAS DE MADRUGADA É PROIBIDO SAIR DO CHALÉ!

Eu - Eu sei, mas preciso arriscar.

Kirsten - Só você mesmo, Lilac...

Eu - Vou tentar abrir o portal e atravessar uma raíz nele no lugar de me jogar nele.

Kirsten - Bom, assim é menos arriscado, eu acho. Eu preferia que você não saísse do chalé, mas fazer o que?

Eu - Tudo bem, obrigado por me ouvir. Pode ir falar com o Jeff agora.


Notas Finais


Olá gente! O que acharam? Quero comentários, adoro interagir com vocês!
Alguém já está entendendo o que tá acontecendo?
Até a próxima, e lembrem que a titia ama vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...